“Se eu for pro Iapen não será indicação de partido, mas uma construção da categoria”, diz provável novo diretor

0
185

O policial penal Arlenilson Barbosa da Cunha, 34 anos, 12 dos quais dedicados ao sistema penitenciário do Acre, provavelmente assumirá a direção do Iapen, em substituição a Lucas Gomes. Digo poderá porque só nesta sexta-feira, 28, no final da tarde, ele se encontrará com o governador Gladson Cameli (Progressistas) para tratar do assunto. Mas caso seja efetivada sua nomeação, ele já adianta: está não será política, mas técnica. “Foi uma construção da categoria e pela minha própria experiência”, disse ao Blog do Evandro Cordeiro. Policial desde 2008 (primeira turma), foi Polícial Militar temporário, é graduado em Pedagogia e concludente do curso de Direto. Já exerceu várias funções de chefia e coordenação, foi direitor da penitenciária do Quinarí por três anos, de onde só saiu para concorrer as eleições em 2018 por incetivo de colegas. Nas urnas obteve 2.252 votos, disputando pelo PDT. Até início da noite desta sexta se saberá se ele de fato assumirá um dos cargos mais difíceis disponíveis no Estado. Se assumir, ele disse ao Blog que sabe muito bem o tamanho da responsabilidade. Além da experiência, Arlenilson tem um histórico respeitado.

Recomendados
loading...