“O governo não tem autonomia para lacrar igrejas, mas tem que prevalecer o bom senso por parte dos pastores”, diz um dos maiores teólogos e juristas do Acre sobre crise do coronavirus

0
111

 

O advogado e teólogo Ildson Viana Barbosa, com mais outras três faculdades e um doutorado, conhecido no Acre como apóstolo Ildson, tem se envolvido em polêmicas nas últimas horas nas redes sociais por não abrir mão de um princípio, segundo ele mesmo, o de usar sempre a Bíblia para discutir assuntos que vão da má gestão de políticos ao coronavirus. Sobre esse último, a rigor, é no que ele tem se concentrado nas últimas horas. O blog do Evandro Cordeiro decidiu trazer ele ainda mais para o epicentro dos debates ao questionar o apóstolo sobre os últimos acontecimentos. Por exemplo: até onde tem só mão do homem e onde entra a mão de Deus nessa história da pandemia mundial? Ele fala um pouco sobre, inclusive sobre o fechamento de igrejas. Ildson é pacificador ao dizer que o bom senso entre os pastores precisa prevalecer. Veja o que ele fala mais:

Blog – Doutor Ildson, qual a realidade sobre as igrejas e o coronavirus? Melhor: os governos federal, municipais ou estaduais podem lacrar as igrejas, simplesmente?

Apóstolo Ildson – A igreja faz uma análise no cenário social sem deixar de analisar o que a Bíblia diz a respeito. O antigo testamento é sombra do novo, um dos textos mais diretos para o atual momento é Isaías 26:20. Vai, pois, povo meu, entra nas tuas casas e fecha as tuas portas sobre ti; esconde-te só por um momento, até que passe a ira.21. Porque eis que o SENHOR sairá do seu lugar, para castigar os moradores da terra, por causa da sua iniquidade, e a terra descobrirá o seu sangue, e não encobrirá mais os seus mortos. – Bíblia, no início alguns pastores tiveram dificuldade de aceitar a quarentena e suspender o culto doa prédios, mas já quase a unanimidade entendeu o momento e a necessidade e principalmente que a igreja somos nós e não o prédio. Ao que pese que os governantes não tem autonomia para suspender cultos, aqui no Acre temos orientado e os pastores tem entendido os decretos como orientação e em nome do bom senso e a preservação da saúde eles têm entendido, a maior parte já suspendeu suas aglomerações. Os governos não tem autonomia para lacrar, a não ser com uma ordem judicial específica, expressa e fundamentada.

Blog – O senhor tem um panorama da situação no Acre?

Apóstolo Ildson – Temos orado para que não aconteça, mas o cenário no Acre não é tão favorável para o combate, por vários fatores: primeiro porque somos uma zona fronteiriça, e os países vizinhos apresentaram casos positivos antes de nós, muitos alunos que estavam lá regressaram pra cá, depois por não termos uma estrutura de saúde preparada para absorver os casos mais graves, com leitos e equipamentos e por último porque ainda há muita aglomeração, mercados, ônibus e outros lugares, mas a Igreja segue orando.

Blog – Como jurista, teólogo e cientista político, o que o senhor acha desse momento que o mundo vive? O que está acontecendo, a luz da Bíblia, principalmente?

Apóstolo Ildson – Como teólogo tenho base para dizer que isso faz parte da permissão de Deus por causa da iniquidade do seu povo, a promiscuidade, a perversão, o aumento da homossexualidade e tantas outras coisas que desagradam a Deus tem se multiplicado, como jurista vejo que a ONU poderia fortalecer os acordos internacionais e criar sanções para diminuir o efeito de tais epidemias, obrigando os países a divulgarem com detalhes e antecedência o surgimento de possíveis surtos, epidemias ou pandemias. Como cientista político eu engrosso o coro de que mesmo que a China não tenha criado intencionalmente ou modificado tal vírus (O que nao está descartado) de alguma forma omitiu fatos e.com isso obteve vantagens econômicas sobre todos os outros países mesmo tendo seus prejuízos e muitas mortes, a ganância humana ainda fala muitas vezes mais alto que a valorização da vida. Pouco o muito direta ou indiretamente a China tem sua responsabilidade com tal pandemia.

Recomendados
loading...