Gladson manda colocar mais 250 homens da PM nas ruas e negocia “fechamento” da fronteira com Bolsonaro

0
148

O Governo do Acre intensificou as operações policiais no enfrentamento ao crime, desde as ocorrências com mortos (chacina da Transacreana) e a fuga em massa no maior presídio do estado. A intensificação de operações e barreiras policiais em locais estratégicos de Rio Branco e nas principais rodovias que cortam o Acre se soma ao reforço de 250 policiais convocados no anterior. Além disso, agentes de folga estão em sobreaviso, informou a Secretaria de Comunicação.

Seis dos 26 detentos que fugiram do Complexo Penitenciário de Rio Branco já foram recapturados e um dos suspeitos na participação dos homicídios registrados na região da Transacreana está preso. Estes dois casos vêm sendo tratados com total prioridade pela Segurança Pública, diz o comunicado.

“O governo estadual já solicitou o apoio da União por meio de reforços de suas instituições, entre elas, Exército e Polícia Federal. Em Plácido de Castro, militares da Força Nacional de Segurança estão empenhados no combate aos ilícitos transfronteiriços”, diz a nota.

“Todos os presídios acreanos passarão por uma minuciosa revista em suas estruturas, bem como os detentos. O objetivo é identificar pontos vulneráveis para possíveis fugas e apreender materiais ilegais, como armas, aparelhos telefônicos e armas letais”, finaliza.

Recomendados
loading...