Gladson já pagou mais de R$ 760 milhões de dívidas de governos passados

0
394

Com a proximidade das eleições municipais e querendo novamente voltar ao poder na Capital o PT acordou da hibernação após a derrota nas eleições estaduais e passou a fazer criticas e tenta passar para opinião pública que a administração de Gladson Cameli seria uma “bagunça”.

O que os petistas não colocam na mesa é a real situação que deixaram as contas do Estado. De acordo com dados da Secretária da Fazenda, a herança maldita é uma dívida superior a R$ 4 bilhões das administrações petistas, demonstrando que a “bagunça” já existia muito antes de Cameli assumir.

Durante o primeiro ano de gestão, o Governo Gladson Cameli pagou mais de R$ 760 milhões em dívidas herdadas da administração do ex-governador Tião Viana (PT). Conforme dados da Secretaria da Fazenda (Sefaz-AC), as dívidas registradas durante a gestão passada superam a marca de R$ 4 bilhões.

A maior parte do déficit é referente ao pagamento de juros e amortizações de operações de crédito. A antiga gestão entregou o Estado com o débito de R$ 3,8 bilhões. Em 2019, o governo desembolsou R$ 493.366.033,42 (Quatrocentos e noventa e três milhões, trezentos e sessenta e seis mil, trinta e três reais e quarenta e dois centavos), quitando parte do valor.

No ano passado, o Governo conseguiu reduzir em 8% a dívida com fornecedores, de acordo com o que foi apurado junto às secretarias, o valor chegava a aproximadamente R$ 400 milhões.

Visto como uma das principais prioridades do Governo, o pagamento das verbas rescisórias de 546 servidores, oriundos da gestão passada, foi consolidado. A folha de pagamento do Pró-Saúde, referente ao mês de dezembro de 2018, postergada pela antiga administração, também foi quitada.

A equipe econômica do governo herdou dívidas que sequer estavam registradas oficialmente no sistema financeiro do Estado. Pendências que não poderiam esperar, como o pagamento de 50% restante do 13º salário de servidores, de 2018, que foram liquidadas somente na gestão de Gladson Cameli.

O pagamento dos precatórios, que deveria ter sido efetuado em 2018, foi concretizado no primeiro ano da gestão Gladson Cameli. Com o esforço da administração, foram pagos mais de R$ 68 milhões.

Além de dívidas, a gestão passada deixou apenas R$ 8 milhões em caixa. Entretanto, o Governo têm buscado o equilíbrio financeiro e se empenhado para recuperar a economia do Estado.

 

Recomendados
loading...