Casamento à vista
01 / 01

Casamento à vista

Cantor Sérgio Solto é o aniversariante de hoje, 11! Ao lado de sua noiva, a advogada Socorro Rodrigues, foi acordado com lauto café da manhã
20 SP_ABRIL 2018

O “peão de boiadeiro” e fazendeiro Daniel Nogueira, ex-vereador, quase prefeito na eleição passada, quando perdeu por pouco para o atual prefeito, Bené Damasceno (PROS), corre o sério risco de ser o primeiro deputado estadual eleito com votos do município de Porto Acre. Localizado próximo a Rio Branco, a antiga Puerto Alonso jamais conseguiu eleger um deputado, mas as costuras feitas nos últimos meses amostram uma possível novidade para esse ano. Além de se unir até mesmo a membros da atual gestão de Bené, Nogueira está conseguindo outros apoios importantes, como por exemplo, o do ex-prefeito Rui Coelho, um dos políticos mais bem avaliados naquele município. Daniel ainda está sem partido, mas isso é o que menos preocupa agora. “Até a data limite vamos nos filiar no partido certinho para a gente conquistar esse mandato. Só sei que será um partido de oposição”, afirmou ao Blog.   

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
20 SP_ABRIL 2018

O vereador Toin Abílio, do PMDB de Porto Acre, mandou avisar ao Blog do Evandro Cordeiro que ele mesmo não se vendeu para o prefeito Bené Damasceno (PROS), como foi noticiado. Outro parlamentar portoacrense que também descartou a possibilidade de estar apoiando o prefeito, ao menos como sua base, é Célio Nogueira, do PEN. Os dois disseram que estão de olho em Bené para denunciá-lo caso seja preciso. “Fui eleito para fiscalizar o prefeito e vou exercer meu papel”, afirmou Abílio. Os dois vereadores disseram que se alguém de vendeu na “casa do povo” a negociação passou longe de ambos.   

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
20 SP_ABRIL 2018

O prefeito de Porto Acre, Bené Damasceno (PROS), está usando e abusando de sua experiência política (Já foi presidente da Câmara Municipal de Rio Branco e da Assembleia Legislativa) para administrar o município. Além do bom desempenho administrativo – não é à toa que as pesquisas apontam a primeira derrota da oposição na região desde o surgimento da Frente Popular – o prefeito criou uma relação extraordinária com a Câmara Municipal. Não teria um vereador sequer com bagagem para criticar sua gestão.

Consta que o prefeito Bené chamou a todos os vereadores para um “bate papo” e nem mesmo os mais valentes da oposição conseguiram dizer não para a experiente “raposa” da política acreana. A troca de gentilezas qual foi ninguém sabe dizer exatamente, mas todos garantem que não foi nada ruim para ambas as partes, porque ele comanda as três cidades do município de forma bem alossé, sem aquela velha perturbação de parlamentar.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
20 SP_ABRIL 2018

O prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre (PT), deixou a cidade toda esburacada e sem nenhuma obra importante em andamento e, na manhã de sábado, 09, se mandou para Porto Acre, onde teria ido fazer campanha para o Governo. Alegando ir participar de um café da manhã no município vizinho, o prefeito acabou no meio de um suposto "comício" fora de época, daqueles sem tamanho, puxado pelos dois pré-candidatos ao Senado do PT, Nei Amorim e Jorge Viana.

Eles foram ciceroneados pelo prefeito da antiga Puerto Alonso, Bené Damasceno (PROS), um ex-oposicionista humilhado pelo PT, que mudou de lado, depois de amargar diversas derrotas. Após o comício o grupo ainda teria ido fazer visitas na região. Ninguém da oposição questionou o ato, aparentemente ilegal diante da Lei Eleitoral.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
20 SP_ABRIL 2018

O psicólogo Mychael Douglas Souza de Almeida, 24 anos, é criador e curador de um inédito museu localizado no quilômetro 22 da estrada de Porto Acre, o Museu do Seringal Humaitá. A ideia dele e do avô João Almeida, 71, é preservar um momento ímpar da história ocorrido na região no início do século passado, quando os acreanos tomaram o Acre da Bolívia.

Segundo Mychael Douglas, o museu preserva diversos objetos centenários encontrados na região do antigo Seringal Humaitá, região que compreendia grande parte das terras ligadas à Estrada de Porto Acre pertencente à dona Alegria Abdalla e ao Abrahim Isper Junior.

Os objetos guardados vão desde 150 cascas de bala calibre 44, canos de rifles e mais de 60 garrafas de bebidas e remédios importadas dos EUA, Alemanha, França, Portugal, Holanda, Irlanda e Inglaterra. “Sempre tive curiosidade pela história, mas depois da descoberta desses objetos, pelo meu avô, ai que passei a me interessar mesmo”, diz. Mychael e o avô bancam as custas do museu.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard

BANNER PP P