Casamento à vista
01 / 01

Casamento à vista

Cantor Sérgio Solto é o aniversariante de hoje, 11! Ao lado de sua noiva, a advogada Socorro Rodrigues, foi acordado com lauto café da manhã
23 SP_ABRIL 2018

Pouca gente sabe que donos de padarias e de cerâmicas no Acre precisam importar lenha do Estado de Rondônia para usar em seus fornos e fazendeiros precisam comprar estacas também dos vizinhos. Mas é fato. Há dados, inclusive, nos postos de contenção do fisco estadual. O empresário Fernando Lage sabe o que significa isso. “É fruto da política de esquerda que serve a ONGs internacionais e com isso engessam a economia do Acre, deixando o Estado preso a economia do cheque-salário, mantendo as pessoas presas pelo beiço, politicamente”, afirma Lage.

Fernando Lage lidera um grupo de empresários que faz campanha em favor de um modelo econômico que deu certo em países de primeiro mundo, o liberalismo econômico, por meio do qual a economia é “entregue” a quem sabe fazer economia, aos empresários. “Quando o governo intervêm em tudo, como faz o PT, a economia fica igual a nossa, atada, em que ninguém cresce”, critica o empresário, que deverá colocar seu projeto de liberalismo econômico à prova nas urnas, na eleição deste ano. Lage deverá disputar as eleições para senador em um grupo onde estão Democratas, Patriotas e Livres.

Enquanto o acre patina na economia do contracheque, deixando o povo preso politicamente ao PT, com todo mundo sonhando em ter um “carguinho” no Governo ou na prefeitura da capital, onde o prefeito se rebola para acomodar inclusive “lideranças” comunitárias, preocupado com a disputa pelo Governo, Rondônia terminou 2017 como a décima economia do País. O vizinho é o destaque do Norte do Brasil, com um PIB que cresceu nada menos que 1,4% enquanto o Acre aparece com PIB negativo, - 0,3%, segundo dados divulgados pelo banco Santander. “São dados reais que nos deixa tristes, porque o nosso Estado se preocupa muito mais com a eleição do que com a próxima geração”, afirma Lage, que já foi um dos maiores empregadores do Acre.    

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
23 SP_ABRIL 2018

Os pré-candidatos a governador Gladson Cameli (PP) e Ulysses Araújo (Patriotas) passam o dia – e parte da noite – sendo atacados ferozmente nas redes sociais por pessoas que teriam cargos de confiança no Governo do Estado ou na prefeitura de Rio Branco, segundo assessores de ambos. Os autores das agressões são sempre pessoas detentoras de pequenas CECs, os antigos DAs. “Geralmente esses atacantes são pessoas sem formação que se apegam muito ao cargo, porque passam a ganhar bem, o que não conseguiriam, se não fosse o Governo. Então esses vão brigar até a última consequência pela permanência no poder”, diz um dos assessores do coronel.

O senador Gladson Cameli disse ao Blog esses dias que já está acostumado a pancadaria e que até entende os algozes. São pessoas que não tinham perspectiva e que encontraram em pequenos cargos uma saída para suas vidas. E precisam ser respeitadas por isso. Para assessores do senador seria por essa razão que os ataques são sempre rasteiros, regados a baixarias. As estrelas do PT e de partidos aliados, por exemplo, que ganham altos salários, se mantêm discretas, deixando essa missão exatamente para o pessoal do “andar de baixo”.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
23 SP_ABRIL 2018

O empresário Fernando Lage (primeiro-suplente de senador-DEM) declarou apoio à candidatura a governador do coronel Ulysses Araújo (PATRIOTAS). Os dois se encontraram ontem. Fernando, um dos inspiradores do Instituto Liberal do Estado – ILAC, discutiu com o militar o estado caótico em que se encontra a economia acreana e brasileira. Para o empresário os 90 mil desempregados existentes hoje no Acre, bem como as mais de 2000 (duas) mil empresas com suas atividades encerradas, é motivo de muita preocupação.

Para o senador suplente é preciso fazer uma retomada do projeto desenvolvimentista do saudoso governador Francisco Wanderley Dantas. Lembrou que Dantas sonhava com o Acre contribuindo para um projeto de Brasil, e não como o Acre de pires na mão para o Governo Federal.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
23 SP_ABRIL 2018

O ex-deputado estadual Jamyl Asfury, que ainda é filiado ao PEN, agora chamado de Patriotas, está decidido a disputar as eleições para deputado federal, embora não conte mais com a benção da Igreja Batista do Bosque. Agora incerto é o partido pelo qual deverá ir ás urnas. Esses dias ele foi formalmente convidado pelo presidente do PTN, Francimar Asfury, o “homem selfie”, seu primo, para se filiar em ser logo apresentado na Frente Popular como o federal da sigla. A reunião aconteceu na sala do secretário de Saúde do Estado, Gemil Júnior, que deve ser candidato a deputado estadual pelo PTN. Mas Jamyl vai acabar mesmo fechando com o grupo do ex-deputado federal Marcio Bittar, onde estão, além do PMDB, Solidariedade, PTB e PPS. Jamyl só não iria para o PMDB.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
23 SP_ABRIL 2018

 

A empresária Dayanna Araújo, esposa do coronel PM Ulysses Araújo, esteve essa semana, em Brasília, com o pré-candidato a presidente da República, deputado federal Jair Bolsonaro (RJ), que pode disputar as eleições pelo Patriotas, antigo PEN. A conversa, segundo ela, foi bem resolvida. Ela não quis adiantar muita coisa, mas é certo que Bolsonaro terá um palanque no Acre. De preferência com uma chapa completa.

 

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard

BANNER PP P