Casamento à vista
01 / 01

Casamento à vista

Cantor Sérgio Solto é o aniversariante de hoje, 11! Ao lado de sua noiva, a advogada Socorro Rodrigues, foi acordado com lauto café da manhã
19 SP_JANEIRO 2018

Passado um ano de administração do prefeito André Maia (PSD), na prefeitura do Quinari, e o segundo colocado na disputa pelo mesmo cargo, em 2016, o empreiteiro Jorge Catalan (PP), se acha no direito de fazer a primeira crítica. “O Quinari não estaria como está, podem ter certeza”, diz ao Blog um homem que afirma estar apenas começando sua carreira política. Decidiu, com a família, que disputará as eleições para deputado estadual esse ano e que o sonho de ser prefeito do Quinari, terra que escolheu para morar, trabalhar e criar os filhos, continuará sendo uma obsessão. Veja o que ele diz mais ao Blog:     

Blog – Você foi o segundo colocado na disputa pela prefeitura do Quinari, em 2016. Caso tivesse sido eleito, qual teria sido seu grande feito nesse primeiro ano?

 

Jorge Catalan - A disputa para prefeito de Senador Guiomard foi uma experiência única. Fiz grandes amizades e tenho o povo do meu município como um tipo guerreiro e que está sendo esquecido pela atual gestão. Caso tivesse vencido as eleições garanto: nossa querida Quinari estaria completamente em outra situação, como ruas asfaltadas, lixos recolhidos e manutenção em dia da cidade. É melhor, com muito emprego e renda.

Blog – Sua família sugeriu que você dispute a eleição para deputado estadual esse ano e você teria topado. Isso encerra seu sonho de ser prefeito do Quinari?

Jorge Catalan - A questão da disputa por uma vaga na Assembleia tem uma razão: defender o povo de Senador Guiomard. Muito pelo contrário. Será um passo importante nesse sonho de ser prefeito, pois mostro o compromisso com a população e a vontade de fazer esse povo querido voltar a sorrir. E 2020 ainda está longe. Mas se o povo achar que posso ser o candidato deles estarei pronto, sempre.

Blog – Que grupo político está contigo nessa empreitada de 2018?

 

Jorge Catalan - Meu grupo político - posso dizer sem medo: é o povo do Quinari. O melhor grupo que podemos ter é o povo.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
19 SP_JANEIRO 2018

O novo superintendente da Funasa, Ronaldo Craveiro, anunciou nesta quarta-feira, 17, no Bujari, o lançamento de um projeto cujo objetivo é tratar água em comunidades da zona rural. Chamada de “Salta ‘Z’”, a novidade vem de Belém, onde um engenheiro criou um sistema simples de tratamento de água capaz de coletar o elemento em qualquer manancial e transformá-lo em potável nas casas de agricultores.

O projeto piloto vai acontecer na comunidade da Bonal, circunscrição do município de Senador Guiomard. “O aparelho vai ser instalado na comunidade para tratar água suficiente para abastecer uma vila, por exemplo”, informa Craveiro. A Funasa selecionará as dez prefeituras onde estão sendo catalogadas pequenas comunidades com muita carência. A princípio, Quinari, Bujari, Plácido de castro, Xapuri e Assis Brasil estão na preferência. A captação de recursos em Brasília para a materialização do projeto é de responsabilidade dos senadores Gladson Cameli (PP) e Sérgio Petecão (PSD).

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
19 SP_JANEIRO 2018

O vereador Teio Tessinari (PP), presidente da Câmara de Vereadores de Capixaba, foi acusado pelos próprios colegas de trabalho de estar acumulando salários sem trabalhar. O Blog explica melhor, com base em e-mail enviado por um grupo de servidores da secretaria de Saúde do município: Teio é parlamentar e funcionário da saúde, mas só trabalha – e pouco – como vereador. Mas dizem os “amigos” dele que no final do mês a “baba” dos dois trabalhos cai na conta, chova ou faça sol. Com essa informação vindo a público, além de servidores, o prefeito da cidade, Zé Augusto, que também é do PP, corre o risco de ser cobrado esses dias pelos próprios vereadores aliados. É que Teio teria uma porção de cargos na prefeitura, é altamente prestigiado pela oposição no Acre, mas é o representante número um, no município, do pré-candidato a senador pelo PT, deputado estadual Nei Amorim, mesmo a oposição tendo dois pré-candidatos ao Senado – Sérgio Petecão (PSD) e Márcio Bittar (PMDB). Ou seja: vem confusão política em Capixaba pelas próximas longas horas, entre outras coisas porque, segundo a Constituição Federal, em seu artigo 37, inciso VX, ele pode até votar no senador do PT, mas receber os dois salários, não pode!

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
19 SP_JANEIRO 2018

A primeira semana de 2018 terminou com 11 assassinatos, bem acima de média de 2017, quando 480 pessoas foram executadas. Enquanto isso o atual governador, Tião Viana, e seu pré-candidato a governador, Marcus Alexandre, prefeito de Rio Branco, ambos do PT, só pensam na eleição de outubro. Pior: o pré-candidato a vice de Marcus, Emylson Farias, que é secretário de Segurança e filiado ao PDT, escolha pessoal de Tião, também não anunciou até agora nenhuma medida para conter essa escalada da violência. O questionamento foi feito hoje de manhã pelo deputado estadual Nelson Sales (PP).

Segundo o parlamentar, “pior que tudo isso”, é que o Governo ainda tenta mascarar dados, não divulgando o número de assaltos e roubos de carros e motos. Um soldado da PM disse ao Blog semana passada que são pelo menos dez roubos de veículos todos os dias. “Esse militar tem razão. A gente já sabia disso. Eu cheguei a denunciar esses dados numa rádio”, diz o deputado. A inércia do Estado deixa a população a mercê da bandidagem, enquanto a equipe do governo não pensa noutra coisa, senão na eleição. “O projeto deles virou projeto apenas de poder. Enquanto isso toda noite é a mesma história: mortes!”, diz.  

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
19 SP_JANEIRO 2018

Os pré-candidatos a governador Gladson Cameli (PP) e Ulysses Araújo (Patriotas) passam o dia – e parte da noite – sendo atacados ferozmente nas redes sociais por pessoas que teriam cargos de confiança no Governo do Estado ou na prefeitura de Rio Branco, segundo assessores de ambos. Os autores das agressões são sempre pessoas detentoras de pequenas CECs, os antigos DAs. “Geralmente esses atacantes são pessoas sem formação que se apegam muito ao cargo, porque passam a ganhar bem, o que não conseguiriam, se não fosse o Governo. Então esses vão brigar até a última consequência pela permanência no poder”, diz um dos assessores do coronel.

O senador Gladson Cameli disse ao Blog esses dias que já está acostumado a pancadaria e que até entende os algozes. São pessoas que não tinham perspectiva e que encontraram em pequenos cargos uma saída para suas vidas. E precisam ser respeitadas por isso. Para assessores do senador seria por essa razão que os ataques são sempre rasteiros, regados a baixarias. As estrelas do PT e de partidos aliados, por exemplo, que ganham altos salários, se mantêm discretas, deixando essa missão exatamente para o pessoal do “andar de baixo”.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard

BANNER PP P