Casamento à vista
01 / 01

Casamento à vista

Cantor Sérgio Solto é o aniversariante de hoje, 11! Ao lado de sua noiva, a advogada Socorro Rodrigues, foi acordado com lauto café da manhã
20 SP_JANEIRO 2018

O senador Gladson Cameli (PP), pré-candidato ao Governo do Acre, pode ter tomado a decisão mais acertada de toda a sua trajetória política ao convocar para a próxima segunda-feira, 22, uma reunião com todos os dirigentes de partidos da oposição nas mãos de quem vai colocar a responsabilidade da escolha do vice. Entre os dirigentes vai haver muita discussão, porque alguns grupos já vão definidos. E uma informação forte: o nome do deputado federal Alan Rick (DEM) voltou a crescer como opção. Segundo um dirigente disse ao Blog do Evandro Cordeiro, já não era sem tempo essa reunião, uma vez que o adversário já tem seu vice definido. “O PT escolheu um vice ruim, mas escolheu cedo, para que ele fosse massacrado cedo. Depois as pessoas e a imprensa esquecem”, afirmou o secretário de uma das siglas da oposição, que arremata: “E nós que temos nomes bons ficamos nessa morosidade, sem necessidade nenhuma. O Gladson está certo em fazer essa reunião na segunda”.       

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
20 SP_JANEIRO 2018

O deputado estadual Antônio Pedro, do Democratas, partido de Tião Bocalom, assegurou ao Blog do Evandro Cordeiro que vai estar no palanque do candidato a governador Gladson Cameli (PP). A declaração se choca com os rumos de seu partido, que trabalha uma candidatura alternativa ao Governo. O coronel PM Ulysses Araújo já teria sido convidado formalmente, inclusive, por Bocalom, para o candidato dos Democratas.

Eleito pelo DEM em 2014 para seu primeiro mandato, Antônio Pedro disse detestar mudança de partido, mas em nome do bom senso, para garantir a vitória da oposição nas eleições desse ano, ele se submeteria até a uma troca de sigla. Faria isso para estar no palanque do senador.  

O parlamentar reafirma seu respeito à pessoa de Tião Bocalom, mas naturalmente se coloca antagônico aos posicionamentos políticos do presidente, ao ser contra uma candidatura alternativa. “A oposição precisa se unir em torno de uma candidatura única, ganhar a parada no primeiro turno e pronto. Só será possível assim. De outra forma vamos deixar o PT mais quatro anos, para terminar de acabar com a economia de nosso Estado”, afirma.

Antônio Pedro rejeita apontar nomes para a composição da chapa majoritária, mas sublinharmente deixa escapar certa preferência pelo nome do deputado federal e pastor Alan Rick como vice de Cameli. Mas tipo assim: se não der Alan, ainda assim o deputado vai apoiar a candidatura de Gladson.  

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
20 SP_JANEIRO 2018

O ex-prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales (PMDB), disse ao Blog do Evandro Cordeiro que “jamais apoiaria a esses bandidos do PT, seja em que circunstância for”. A fala dele é uma resposta a boatos de redes sociais e até mesmo matérias publicadas em jornais e sites segundo os quais ele estaria disposto a apoiar o pré-candidato a govenador pelo PT, Marcus Alexandre, como resultado de brigas com correligionários, mas especificamente com o prefeito Ilderlei Cordeiro, também do PMDB. “Tudo fofoca irresponsável”, diz Sales.

Vagner chama de “horda” a turma que governa o Acre, capaz de fazer qualquer coisa para se manter no poder. “Não posso apoiar um povo desse nunca. Eles são a maldade em pessoa, não respeitam ninguém, nem os aliados, levam todos no grito, no peito. Massacram os inimigos. Eu sei o que sofri quando fui prefeito. Eles botaram para me matar (politicamente, ele corrige), mas nunca conseguiram. Apanharam de mim até não querer mais”, afirma Sales.

O ex-prefeito reafirma seu compromisso com a pré-candidatura das oposições ao Governo do Acre, a do senador Gladson Cameli (PP), seu primo, a rigor. “Agora que vou trabalhar como nunca para eleger o Gladson governador”, afirmou ao Blog, depois de dizer que anda insuportável a boataria em redes sociais e jornais de comportamentos duvidosos.   

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
20 SP_JANEIRO 2018

O novo superintendente da Funasa, Ronaldo Craveiro, anunciou nesta quarta-feira, 17, no Bujari, o lançamento de um projeto cujo objetivo é tratar água em comunidades da zona rural. Chamada de “Salta ‘Z’”, a novidade vem de Belém, onde um engenheiro criou um sistema simples de tratamento de água capaz de coletar o elemento em qualquer manancial e transformá-lo em potável nas casas de agricultores.

O projeto piloto vai acontecer na comunidade da Bonal, circunscrição do município de Senador Guiomard. “O aparelho vai ser instalado na comunidade para tratar água suficiente para abastecer uma vila, por exemplo”, informa Craveiro. A Funasa selecionará as dez prefeituras onde estão sendo catalogadas pequenas comunidades com muita carência. A princípio, Quinari, Bujari, Plácido de castro, Xapuri e Assis Brasil estão na preferência. A captação de recursos em Brasília para a materialização do projeto é de responsabilidade dos senadores Gladson Cameli (PP) e Sérgio Petecão (PSD).

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
20 SP_JANEIRO 2018

Os pré-candidatos a governador Gladson Cameli (PP) e Ulysses Araújo (Patriotas) passam o dia – e parte da noite – sendo atacados ferozmente nas redes sociais por pessoas que teriam cargos de confiança no Governo do Estado ou na prefeitura de Rio Branco, segundo assessores de ambos. Os autores das agressões são sempre pessoas detentoras de pequenas CECs, os antigos DAs. “Geralmente esses atacantes são pessoas sem formação que se apegam muito ao cargo, porque passam a ganhar bem, o que não conseguiriam, se não fosse o Governo. Então esses vão brigar até a última consequência pela permanência no poder”, diz um dos assessores do coronel.

O senador Gladson Cameli disse ao Blog esses dias que já está acostumado a pancadaria e que até entende os algozes. São pessoas que não tinham perspectiva e que encontraram em pequenos cargos uma saída para suas vidas. E precisam ser respeitadas por isso. Para assessores do senador seria por essa razão que os ataques são sempre rasteiros, regados a baixarias. As estrelas do PT e de partidos aliados, por exemplo, que ganham altos salários, se mantêm discretas, deixando essa missão exatamente para o pessoal do “andar de baixo”.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard

BANNER PP P