Casamento à vista
01 / 01

Casamento à vista

Cantor Sérgio Solto é o aniversariante de hoje, 11! Ao lado de sua noiva, a advogada Socorro Rodrigues, foi acordado com lauto café da manhã
Blog do Evandro Cordeiro

Em Maio de 2017 fui designado pelo Secretário de Estado de Saúde do Acre para exercer a função de Diretor de Vigilância em Saúde, não sendo atribuído a nomeação como diretor executivo que conferiria a mim o direito de receber o salário citado na matéria, logo informo não receber o salário citado. Sou servidor efetivo da SESACRE desde 2008, no cargo de enfermeiro, onde apartir de então sempre exerci minhas atividades conforme diz o artigo 166 da Lei Complementar 39/93.   Saliento que mesmo antes de ser designado para a função relatada nesta matéria exerci outras funções públicas e nunca deixei de cumprir como minhas obrigações, seja como servidor público ou gestor público. Passei por diversas funções durante esses 10 anos, deixando amigos e pessoas queridas e aguerridas que me conhecem e sabem do meu compromisso com o serviço público, com a saúde pública. Inclusive muitos me ligaram ou me enviaram mensagens de apoio e solidariedade com o ocorrido.

Vale aqui dizer o quanto a Vigilância em Saúde do Estado do Acre vem avançando durante esse governo, exemplo claro é a redução das notificações de casos de malária no Juruá que segue em redução não vista há mais de 05 anos e ainda a regionalização da Vigilância em Saúde naquela região inaugurada recentemente. Graças a um trabalho sério, com comprometimento de uma grande equipe e o apoio do Governo do Estado do Acre que dá condições para que as ações sejam realizadas e o êxito seja alcançado, sendo essa área uma prioridade dentro do projeto de Governo do Governador Tião Viana. Cito aqui apenas 02 (dois) exemplo de inúmeras ações que trouxeram para o Estado do Acre grandes mudanças na vida de pessoas, com a qualificação e acompanhamento dos 22 (vinte e dois) municípios, com foco na proteção e promoção da saúde e prevenção de doenças, nessa tão importante área do SUS do Acre.

Relato que tomei sim a decisão de cursar medicina, e essa é uma decisão pessoal, sendo que por ser portador de diploma (enfermeiro) tenho algumas disciplinas que sou liberado por já ter cursando na minha primeira graduação, fato que possibilita a liberação de alguns horários. Então apesar do curso ser integral, o portador de diploma não cursa todas as disciplinas e ainda a lei me assegura o direito a horário especial para estudo por ser servidor efetivo. Jamais deixaria algo ilegal ocorrer em meu nome, algo que sempre prezo e com muito trabalho e dedicação pude mostrar por onde passei o meu compromisso e competência. Quem me conhece de verdade sabe do que estou falando, jamais deixaria que ocorresse o que consta nesta matéria. Por isso, ao tomar a decisão protocolei junto a minha chefia imediata pedido de exoneração da função de diretor, e imediatamente por ser servidor efetivo solicitei férias (registrada no sistema oficial de Gestão de Pessoas do Estado do Acre), inclusive permaneço em gozo de férias, havendo designação de outro servidor para a função de diretor de vigilância em saúde (portaria publicada no Diário Oficial do Estado do Acre

É uma pena haver pessoas que falam o que quer, sem ao menos realizar a verificação dos fatos e verdades, eu jamais faltarei com a verdade e jamais serei irresponsável, independentemente de onde estiver exercendo minhas atividades profissionais e os deveres que me forem conferidos como servidor efetivo do Estado do Acre.

Tenho 10 anos de serviço público, e jamais irei admitir que alguém que pelo motivo que for fale mentiras ao meu respeito, foram muitos dias e horas de dedicação até aqui, e fazer com amor e carinho aquilo que gostamos é a melhor resposta a ser dada a pessoas que não sabem o que diz. Fazer o que gostamos faz prosperar.

Direitos, deveres e proibições de quaisquer servidores civis estão em lei que dispõe sobre estatuto próprio com os meios para apuração de fatos e não notícia vaga e sem consistência com publicação sem qualquer critério e que demonstram se tratar de medida coordenada contra gestores de governo.

Finalizo dizendo que com muito orgulho falo do meu trabalho, pois sei o esforço que sempre busquei e sempre pude contar com o apoio de grandes equipes que seguem o mesmo pensamento e comprometimento. Não poderia deixar de agradecer a oportunidade de fazer parte da equipe do Governador Tião Viana, um gestor de excelência, comprometido com o Acre, sempre buscando o melhor para a saúde desse Estado do Acre.

Importante que se prove na Justiça que foi dito, assumindo a responsabilidade pelo conteúdo veiculado, injustiça, difamação, violações e exposição que causou.

Rio Branco, 25 de setembro de 2018.

Moisés Menezes Viana

Diretor de Vigilância em Saúde do Estado do Acre

Publicado em Blog

O ex-prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre, que renunciou na metade do mandato para disputar o governo do Acre pelo PT, foi massacrado no debate da TV Gazeta, nesta sexta-feira, 28. Telhado de vidro, por responder diversos processos, por deixar a cidade de Rio Branco um buraco só e por ser representante do PT, cujos 20 anos de gestão amofinaram a economia do Estado iludindo o povo com uma tal florestania. Acuado, Marcus chegou a dizer que é “normal” gestor responder processos. “Quem trabalha muito leva processos”, afirmou, para ser massacrado por todos os demais concorrentes. Os militantes da Frente Popular nem comemoraram, como foi planejado. Eles acreditavam que no debate viraria o jogo.

Gladson Cameli (PP) não é um ás em debates, mas sobressaiu-se pela fragilidade moral de seu principal oponente, o ex-prefeito da capital, que teve que passar o debate inteiro se defendendo. Gladson tirou proveito disso, assim como os demais. O coronel Ulisses Araújo (PSL), franco atirador, foi mais didático, mais pontual. Foi buscar assuntos que incomodam diretamente o candidato do PT. Uma vez ou outra também conseguiu mostrar algumas propostas. Janaína Furtado, do Rede, foi mais paroquial, por ser vereadora em Tarauacá, foi mais municipalista, se destacando mais quando o assunto foi educação, por ser professora. David Hall, do Avante, também aproveitou para mostrar o caos que é o Acre nesses 20 anos de administração petista.

Publicado em Blog

O município de Cruzeiro do Sul completa nesta sexta-feira, 26, 114 anos de existência. Bem cedo o prefeito Ilderlei Cordeiro (PP) já andava pela cidade e postava nas redes sociais o amor que sente pela terra onde nasceu e de onde são seus pais, Ildefonço e Arlete, ambos falecidos naquela tragédia do avião da Rico, há 16 anos. “Essa cidade me inspira”, diz o prefeito, que está de boa com a popularidade, depois de dar a volta por cima, ao arrumar as finanças da prefeitura e transformar o município inteiro em um canteiro de obras.

O aniversário de Cruzeiro do Sul não passará em branco. Uma vasta programação começando pelo Festival da Farinha que vai até domingo. Cruzeiro é a segunda maior cidade do Acre, com 87,673 mil habitantes e sua economia é uma das mais fortes do Estado, com destaque para o agronegócio. É campeão do Brasil em produção de farinha de qualidade. Banhada pelo rio Juruá, é, também, muito procurada por viajantes graças a sua diversidade de cultura.

Publicado em Blog

O odontólogo Rutênio Sá, ex-candidato a deputado e vereador, sempre com votações acima de 2 mil votos, é um das fortes lideranças da capital que aderiram a candidatura do empresário Rudilei Estrela (PP). Ele fechou, inclusive os gabinetes odontológicos para se dedicar a campanha do amigo. Campanha que, a rigor, cresce num volume surpreendente em Rio Branco.  

Publicado em Blog

Candidatos a deputado federal e estadual do PT estão, em sua maioria, ignorando a candidatura do senador Jorge Viana (PT) à reeleição. Uma figura de Brasileia acabou de me enviar várias fotos de cartazes de candidatos fazendo o gesto de menosprezo ao ex-todo-poderoso do Acre, o primeiro irmão do governador Tião Viana. Nessa foto ai a deputada Leila Galvão cola apenas em Nei Amorim (PT).  

Publicado em Blog

O deputado federal Alan Rick (DEM) é franco favorito a se reeleger. Fez por onde. Entra outras, é o parlamentar do Acre que se destacou na guerra em favor das famílias travada contra a esquerda brasileira, que vem à luz do dia tentando introduzir costumes que distorcem o tradicionalismo estabelecido por Deus. Por isso recebeu fortes elogios de toda a bancada evangélica. Em sua última passagem por Rio Branco, ano passado, o deputado e pastor Marco Feliciano (SP) afirmou ao Blog do Evandro Cordeiro que Alan conseguiu a proeza de desbancar deputados antigos ao virar destaque em favor de causas humanitárias.

Além de se transformar em genuíno representante dos cristãos, Alan Rick também é apontado por todas as instituições que avaliam o desempenho de parlamentares como o melhor da bancada do Acre. Ai nesse caso são por vários motivos. Não faltou ao trabalho, não infringiu as regras institucionais, gastou pouco e ainda foi um dos que mais emendas conseguiu liberar. Essas emendas salvaram muitas prefeituras, maioria destas morrendo à míngua pelos cortes seguidos no Fundo de Participação dos Municípios (FPM) desde que o PT lançou o Brasil na maior crise de sua história.

Na reta final da campanha Alan Rick virou um gigante. Se colocou entre os favoritos, sobretudo, porque despertou o interesse do povo cristão e porque muitos candidatos a deputado estadual sacaram que o nome dele é um produto bom de “vender”. Anteontem, Alan foi sabatinado por um grupo de lideranças da igreja Assembleia de Deus Rio Branco coordenado pelo pastor Davi Santiago e o resultado final foi surpreendente, por uma razão elementar: Alan traduziu sua atuação em Brasília através de uma retórica convincente. Se tudo der errado nessas eleições, ainda assim, pelo andar da carruagem, para o Alan as coisas ainda vão dar certo. Ele parece ter entrado naquele astral em que o universo conspira em seu favor. Como diriam seus admiradores: Vai, Alan Rick!

Publicado em Blog

O deputado federal Raimundo Angelim (PT) foi quem reclamou do abandono a que foi relegado no partido. A fala dele, que tem muito crédito junto à população, ecoou no noticiário e expôs um problema interno grave no PT, as preferências e os abandonos. Numa roda onde se discutia política agora há pouco, membros da própria Frente Popular lembravam que o ex-deputado federal Fernando Melo também sofreu o mesmo processo em 2010, quando disputou a reeleição. Fernando saiu do PT, foi para o PROS e montou uma chapa alternativa de federal onde corre sério risco de voltar à Brasília como deputado eleito. Angelim, se sofrer as mesmas penas, só em 2022.

Publicado em Blog

O município de Feijó poderá eleger um deputado estadual depois de 12 anos de jejum. O empresário Marcus Cavalcante, do PTB, entrou na disputa para deputado estadual como forte concorrente, sobretudo, por ser irmão do prefeito da cidade, Kiefer Cavalcante. O último deputado eleito por Feijó foi o ex-presidente do sindicato dos seringueiros, Juarez Leitão, então do PT. Juarez hoje apoia Marcus.

Publicado em Blog

O ex-vereador Raimundo Vaz (PR), candidato a deputado estadual, levou uma das maiores militâncias para a caminhada da família com o candidato a governador Gladson Cameli (PP), nesta quarta-feira, 26, da Gameleira para o Palácio Rio Branco. O grupo dele, que apoia a candidata a deputada federal Antônia Lúcia (PR), desembarcou na Gameleira com “meio Calafate” a reboque. Vaz é um dos favoritos a abiscoitar uma cadeira na Assembleia Legislativa.

Publicado em Blog

O prefeito de Marechal Thaumaturgo, Isaaac Piyãko, acaba de deixar o MDB, anuncia que vai se filiar no PP, e declara apoio ao candidato a deputado federal Rudilei Estrela (PP) e ao estadual Nicolau Júnior (PP). Quem faz o anúncio por meio de vídeo é o prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro (PP), sobrinho de Rudilei. Outro prefeito que também anuncia apoio à candidatura de Rudilei é o de Feijó, Kiefer Cavalcante, também do PP. Isaaac Piyãko era apoiador do grupo do ex-prefeito Vagner Sales e sua ida para o PP anuncia o rompimento.

 

Publicado em Blog
Página 1 de 11