Casamento à vista
01 / 01

Casamento à vista

Cantor Sérgio Solto é o aniversariante de hoje, 11! Ao lado de sua noiva, a advogada Socorro Rodrigues, foi acordado com lauto café da manhã
Blog do Evandro Cordeiro

Um esgoto a céu aberto construído pelo então diretor do Deracre, Marcus Alexandre (PT), hoje candidato a governador pelo PT, na principal avenida do município de Capixaba, 70km distante de Rio Branco, pode estar contaminando todo o lençol freático da região. A denúncia foi feita ao Blog do Evandro Cordeiro pelo morador Sandro Marcelo, que enviou as fotos. Ele lembra que em Rio Branco a mesma equipe do governo fez o Canal da Maternidade todo a céu aberto, derramando a água impura no rio Acre. “Aqui nós temos um dos maiores lençóis da região, que já pode estar contaminado pelo esgoto da cidade, mas não adiantou a gente procurar o Depasa. Não deram a menor confiança”, afirma o morador.

Publicado em Blog

O deputado estadual Heitor Junior (PDT) preside hoje à noite, 29, em Chapecó, Santa Catarina, sessão da União Parlamentar do Mercosul. O parlamentar acreano é vice-presidente da instituição sul americana, mas presidirá a mesa, nesta data, em decorrência da ausência do presidente, deputado estadual Kennedy Nunes (PSB - Santa Catarina). O prefeito de Chapecó, Luciano Boligon (PSB) comporá a mesa, que homenageará as vítimas do acidente com o avião da Lamia, há um ano. O deputado do Acre é quem dirigirá o ato.

Publicado em Blog

O psicólogo Mychael Douglas Souza de Almeida, 24 anos, é criador e curador de um inédito museu localizado no quilômetro 22 da estrada de Porto Acre, o Museu do Seringal Humaitá. A ideia dele e do avô João Almeida, 71, é preservar um momento ímpar da história ocorrido na região no início do século passado, quando os acreanos tomaram o Acre da Bolívia.

Segundo Mychael Douglas, o museu preserva diversos objetos centenários encontrados na região do antigo Seringal Humaitá, região que compreendia grande parte das terras ligadas à Estrada de Porto Acre pertencente à dona Alegria Abdalla e ao Abrahim Isper Junior.

Os objetos guardados vão desde 150 cascas de bala calibre 44, canos de rifles e mais de 60 garrafas de bebidas e remédios importadas dos EUA, Alemanha, França, Portugal, Holanda, Irlanda e Inglaterra. “Sempre tive curiosidade pela história, mas depois da descoberta desses objetos, pelo meu avô, ai que passei a me interessar mesmo”, diz. Mychael e o avô bancam as custas do museu.

Publicado em Blog

A ex-vereadora e professora universitária Nabiha Bestene, mãe do médico Márcio Bestene Coury, morto há um ano na tragédia aérea que ceifou quase todo o time da Chapecoense, disse ao Blog que “saudade não tem data”, ao lembrar do filho. “Todos os dias desde a a tragédia eu lembrei do meu filho. Sinto muita pelas minhas netas e nora. A dor não para nunca”, diz ela.

Marcio Bestene morreu aos 44 anos, depois de realizar o sonho de trabalhar no esporte. Ele era o médico do clube. Antes, porém, se formou em engenharia eletrônica, sem nunca esquecer o sonho de um dias estudar medicina esportiva para trabalhar naquilo com o qual sonhava desde garoto. “Quando ele jogava com os meninos da idade dele, ali na Habitasa, ele já liderava o grupo e já falava em viver do esporte”, diz a mãe, Nabiha.

O médico morto no acidente com o avião da Lamia é sobrinho do ex-deputado José Bestene e antes de cursar medicina ainda trabalhou como engenheiro eletrônico na TV Acre, afiliada da Rede Globo no Acre. No dia de viajar para a Colômbia, ele ligou para o tio, Bestene, e o convidou para ir ao jogo. “Ele convidou o Bestene e o Samir, primo dele, para que eles fossem à Colômbia. Ele adorava esse tio dele”, conta a mãe.

Em Chapecó, Santa Catarina, esses dias não faltaram homenagens as vítimas da tragédia. No Acre, a mãe e os parentes lamentam a morte prematura do médico, cujo sonho maior era um dia integrar a equipe médica da seleção brasileira. “E pela força de vontade dele ele ia realizar esse sonho”, conta Nabiha ao Blog do Evandro Cordeiro.   

Publicado em Blog

 

O ex-deputado estadual Zé Vieira (PSDB) disse que o PT poderá vencer as eleições pela primeira vez em Sena Madureira. Isso será possível caso funcione a estratégia do grupo político dele, que vai deixar a oposição. “Nossos votos sempre fizeram a diferença em favor da oposição. Dessa vez nosso grupo vai todo com o Marcus Alexandre. Esperamos corresponder as expectativas”, afirmou o ex-parlamentar, cujo grupo sonha voltar à prefeitura do município em 2020, com sua mulher, a também ex-deputada Toinha Viera, como candidata a prefeita. O motivo da saída deles da oposição é que as principais lideranças, entre elas o senador Gladson Cameli (PP), decidiram apoiar Mazinho Serafim para prefeito em 2016.        

Publicado em Blog

A chapa Marcus Alexandre (PT) governador e Emylson Farias (PDT) vice poderá não durar muito tempo. Uma fonte do Blog assegura que se o secretário de Segurança se revelar a “carroça” que parece ser, ele será substituído mais lá na frente pelo deputado federal Cesar Messias (PSB). O argumento será forte para convencer o presidente do PDT, Luiz Tchê. “Vão dizer: Oh, César, o homem não decola. Nós tentamos contemplar o teu partido, mas não deu”, afirmou a fonte do Blog. O sonho é que isso aconteça porque acham que a chapa precisa de alguém do Juruá, por causa da forte candidatura do opositor Gladson Cameli (PP) naquela região.   

Publicado em Blog

O pré-candidato a senador Marcio Bittar (PMDB), ex-deputado federal, disse que o governador Tião Viana (PT) só pode estar de pilhéria ao colocar a culpa pela violência no Acre ao governo Temer (PMDB). A reação de Bittar veio depois do lançamento da candidatura a vice-governador do secretário de Segurança do Estado, Emylson Farias (PDT), na manhã desta terça-feira, 28, em Rio Branco. Para se antecipar às críticas em relação ao nome de Farias, comandante da pasta mais desastrada do Governo, o governador e outros líderes da Frente Popular dispararam elogios ao setor ou fizeram como o próprio Viana, que lançou todo o problema da matança e dos asslatos a mão armada no Acre no lombo do atual presidente do País.

Segundo Marcio Bittar, os culpados pela violência no Acre não são outros senão o governador Tião Viana e seu secretário de Segurança, Emylsaon Farias. “Eles, que são da esquerda, é que acham que os bandidos são vítimas da sociedade. Eles é que não investiram nesse setor. São eles que inventaram o apito como alternativa para enxotar bandidos. Como agora vem colocar a culpa no governo Temer?”, questionou Bittar.

A chapa do Frente Popular, com Marcus Alexandre e Emylson Farias, foi, na verdade, comemorada por parte da oposição, que a considera frágil. Para Bittar não seria diferente. Principalmente o vice representa a matança que ocorre no Acre onde não há um dia que não amanheça ou anoiteça um cadáver estendido no chão.          

Publicado em Blog

A indicação do secretário de Segurança do Estado, Emylson Farias, como vice do candidato a governador do PT, Marcus Alexandre, acabou de decretar a falência do PCdoB. Os comunistas embalavam o sonho de indicar o deputado federal Moisés Diniz na chapa, mas ontem foi tudo por águas abaixo. Assim, o PCdoB, que no início da Frente Popular, era irmão ciamês do PT, além de ficar sem nada ainda terá que ir para o chapão do Partido dos Trabalhadores. Um comunista velho antigo enviou um zap ao Blog dizendo o seguinte: “Por mim, adeus tia Chica. Chegou a hora do PCdoB reagir”.        

Publicado em Blog

 

Carlos Vale, o homem de confiança do DEM na Regional Purus, nem discute a decisão de seu partido de apoiar a candidatura a governador do coronel Ulysses Araújo. E ele ainda acredita que fortalecido no Vale do Iaco. Gestor de políticas públicas, Carlos Vale é pré-candidato a deputado estadual e delegado do partido na região. Será peça importante para coordenar e puxar a candidatura majoritária. Vale foi candidato a prefeito nas eleições de 2016 em Sena Madureira apresentando um bom desempenho e se consolidando como uma das mais novas lideranças em ascensão no Acre.   

 

Publicado em Blog

O empresário Fernando Lage (primeiro-suplente de senador-DEM) declarou apoio à candidatura a governador do coronel Ulysses Araújo (PATRIOTAS). Os dois se encontraram ontem. Fernando, um dos inspiradores do Instituto Liberal do Estado – ILAC, discutiu com o militar o estado caótico em que se encontra a economia acreana e brasileira. Para o empresário os 90 mil desempregados existentes hoje no Acre, bem como as mais de 2000 (duas) mil empresas com suas atividades encerradas, é motivo de muita preocupação.

Para o senador suplente é preciso fazer uma retomada do projeto desenvolvimentista do saudoso governador Francisco Wanderley Dantas. Lembrou que Dantas sonhava com o Acre contribuindo para um projeto de Brasil, e não como o Acre de pires na mão para o Governo Federal.

Publicado em Blog
Página 1 de 12

BANNER PP P