Itens filtrados por data: Outubro 2018

O senador Jorge Viana (PT) disse ao Blog do Evandro Cordeiro agora há pouco que notinha espalhada sobre uma suposta briga dele com a também senadora Gleisi Hofman (PT-PR) sobre o Lula Livre durante a campanha não passa de fake. “É mais uma fake news a notícia publicada na coluna Radar, da revista Veja, tentando nos envolver. Solicito que seja, no mesmo espaço da tua coluna, publicada a correção, que inclusive foi já feita na própria coluna Radar, e também a nota assinada pelos parlamentares”, disse o parlamantar.

Ai vai a nota assinada pelos dois senadores:

NOTA

É absolutamente leviana a nota publicada no “Radar”, da revista Veja, que noticia uma inexistente reunião da bancada do PT em que os senadores Jorge Viana e Gleisi Hoffmann teriam discutido por causa da campanha “Lula Livre”. Tal fato jamais aconteceu. Pensávamos que as mentiras e as “fake news” cessariam depois das eleições. Uma pena.

Jorge Viana (PT-AC)

Gleisi Hoffmann (PT-PR)

Publicado em Evandro Cordeiro

O ex-traficante Francisco Ferreira da Conceição, 44 anos, o Ferreirinha, está há menos de um ano convertido ao cristianismo, mas já conseguiu tirar mais de 80 pessoas do crime. Ele era uma lenda do submundo, a julgar pela carreira de “sucesso’ que obteve em cerca de 28 anos. Começou como “aviãozinho” no bairro João Eduardo, para onde a família migrou depois de morar em Boca do Acre, no Amazonas. Ainda adolescente, ele se tornou respeitado entre criminosos pela ousadia misturada com coragem e muita sorte, o que ele hoje chama de providência divina. De “boqueiro” pobre ele se transformou no barão do tráfico numa das regiões mais populosas de Rio Branco, a Baixada da Sobral.    

Ferreirinha, como era mais conhecido no submundo, nasceu em Sena Madureira, numa família de agricultores. Quando ele ainda era muito novo seus pais decidiram fazer uma aventura em Boca do Acre. Não deu certo e eles migraram para Rio Branco, exatamente para o bairro João Eduardo, na década de 1980. Aquela comunidade foi eleita à época a “capital” do tráfico. De uma família de oito irmãos, ele foi o melhor sucedido financeiramente, graças as facilidades do crime. Na mesma proporção, no entanto, adquiriu inimigos e precisou usar de violência para estender seu domínio. Em uma década e meia já era o “dono” de metade do primeiro distrito da capital.

Alternando temporadas na cadeia e em casa, Ferreirinha precisou viver uma situação em que sentiu medo de morrer, o que nunca ocorrera antes. Numa dessas saídas da penitenciária um inimigo seu o emboscou e só não chegou o fim graças ao catolé da arma do adversário. “A arma dele bateu catolé diversas vezes”, conta. Pior: Ferreirinha estava com o filho caçula nos braços. Foi ai que veio a lembrança de Jesus Cristo. O homem se converteu e sem demora passou a fazer missões, pregando o evangelho por toda a parte de Rio Branco. Em menos de um ano pelo 80 pessoas ligadas ao crime já aceitaram Jesus através de sua mensagem.

Para alcançar os ex-colegas de crime Ferreirinha tem contado com a parceria de missionários da igreja Assembleia de Deus ministério Belém, liderada no Acre pelo pastor Luiz Gonzaga. O empresário Regimar da Radar é um desses parceiros. Para fazer a mensagem chegar nos criminosos o ex-comandante do tráfico usa da coragem e vai até as “bocas”. Quando chega lá, diz ele, “chamo os manos e digo: gente já chega. Vamos pra Jesus”, e a maioria tem aceitado o convite. Ferreirinha espera adquirir ainda mais experiência no evangelho para conquistar mais pessoas naquele mundo de onde veio. “Deus me livrou até hoje exatamente para isso”, diz, se achando predestinado. Hoje o ex-traficante não tem mais nenhum dos bens que adquiriu com o dinheiro solapado no crime. Mora de favor, inclusive, mas garante: “Não tem preço estar com Jesus. É melhor com Ele liso, mas ter esperança de salvação e viver em paz, do que rico e aperreado, sem dormir, e ainda arriscado ir para o inferno”, conclui.   

Publicado em Evandro Cordeiro

A saída para o Acre ser tirado do buraco em que foi lançado nos últimos anos sob a lorota da Florestania é mais simples do que qualquer pessoa poderia imaginar: “Não tem milagres a fazer. Tem que arrochar pra aumentar a receita e apertar o cinto nas despesas”, diz o economista e ex-deputado estadual Luiz Calixto. Ele ainda ironiza a própria sugestão:. “É a receita da vovó”. Calixto diz ainda que o novo governador só precisa de uma coisa para fazer isso em paz: pedir a compreensão dos aliados no momento porque não vai dar pra atender a todos. Quanto ao setor produtivo, é lacônico: “Isso para longo prazo”.

É. Falou quem conhece do riscado.

Publicado em Evandro Cordeiro

O prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro (PP), está sob forte artilharia de adversários. Nas redes sociais o prefeito tem apanhado 24hs por dia, tudo orquestrado por oponentes de partidos da própria oposição ao PT, que no Juruá está morto. Tranquilo, Cordeiro responde tudo com obras. Transformou o município em um canteiro só. Está resolvendo o problema da água, entre outras entregando poços artesianos e tratando água para as comunidades distantes do perímetro urbano; está cuidando das ruas, com seguidas operações tapa-buracos; transformou a coleta de lixo numa operação coordenada via internet e tem pago servidores e fornecedores em dia. “Irmão, enquanto eles ficam na internet eu vou trabalhando”, diz o prefeito.   

Publicado em Evandro Cordeiro

A colônia xapuriense de Rio Branco prestou uma homenagem nesta segunda-feira, 12, à noite, ao desportista Josemir Calixto, o Mimi, fundador do grupo Recriança, há 30 anos, organização que forma atletas no Acre, muitos deles com destaque nacional. O goleiro Weverton, do Palmeiras, é uma dessas descobertas. O presidente da Associação Cachimguba, Eden Mota, da Polícia Federal, nascido em Xapuri, em comum acordo com a diretoria, da qual fazem parte ainda o ex-jogador Julinho Figueiredo e o capitão PM Ernildo Farias, mandou confeccionar uma placa em louvor ao trabalho do Mimi. O próprio criador do Recriança foi ao clube dos xapurienses receber o láureo. Depois de dizer que jamais teve seu trabalho reconhecido daquela forma, Mimi chorou copiosamente diante de uma plateia numerosa. Foi aplaudido de pé.   

Publicado em Evandro Cordeiro

O governador eleito Gladson Cameli (PP) teria atendido ao pleito de um grupo grande de pessoas ligadas ao esporte interessado em lhe apresentar um nome para a pasta, mesmo que esta perca o status de secretaria e seja apenas uma diretoria no novo cronograma. Como até ontem o grupo ainda estava sem decisão, o Cameli novo xodó da política acreana vai acabar escolhendo ele mesmo uma figura para tratar do esporte em seu governo. Nome no grupo tem de sobra, falta, ao que parece, só um entendimento. Estariam no páreo o meu colega jornalista Raimundo Fernandes, o professor e ex-técnico José Rêgo, o ex-presidente da Liga de Futsal Ausemir Martins, ex-jogador e ex-técnico José Aparecido, o Nino, Klowsbey Pereira, ex-goleiro e um dos maiores incentivadores do esporte na atualidade, além do ex-vereador Raimundo Vaz, muito ligado ao desporto através do handebol e que deve ocupar uma pasta no governo Gladson seja no esporte ou em outro segmento. Vaz é da cota da ex-deputada federal Antônia Lúcia. O nome do presidente do Recriança, Mimi Calixto, também andou circulando como alternativa.

Publicado em Evandro Cordeiro

O senador Jorge Viana (PT) disse a uma revista de circulação nacional que sua derrota no Acre é resultado da paranoica ideia do PT nacional em defender o ex-presidente Lula, condenado e preso por corrupção. Ele culpa principalmente sua colega Gleise Hofman (PT-PR), por iniciado essa insana campanha, que detonou quadros importantes do partido em vários estados, inclusive ele. Depois da globalização da notícia o povo não entra mais nesses frenesis baratos, tipo o “Lula livre”. Resultado: Jorge saiu tão arrasado das urnas que nem com a imprensa local ele se comunicou, mesmo com seus jornalistas de maior confiança.  

Publicado em Evandro Cordeiro

O superintendente do Ministério da Agricultura no Acre, advogado e assistente social Luziel Carvalho, convidará a imprensa até o final deste mês de novembro para apresentar um balanço de dois anos à frente da instituição. São muitas ações para ser divulgadas. Luziel conseguiu feitos inéditos, como a liberação da carne suína para ser negociada com a Bolívia e Peru. Politicamente se destacou por unir o setor produtivo, que acabou apoiando o então candidato Gladson Cameli (PP), eleito governador. O café da manhã com a imprensa deve acontecer até o dia 30. Luziel é conhecido, também, por ter advogado para os Soldados da Borracha, em favor de quem ganhou causas marcantes.    

Publicado em Evandro Cordeiro

O crime organizado e o desorganizado no Acre vai ter um enfrentamento choque, a partir de janeiro, da parte da Polícia Militar. É que o novo comandante da PM é o coronel linha dura Mário César Freitas, remanescente da COE, uma das melhores subdivisões criadas na Polícia Militar. Aos 50 anos de idade, formado em Contabilidade e Bacharel em Direito, o coronel tem 25 anos de serviços prestados à PM. Fala pouco e sua ficha é lotada de elogios por ser ele um dos oficiais mais operacionais de sua geração. Não tem missão dada a ele sem cumprida em seu currículo. Mario é outro nome escolhido pelo governador Gladson Cameli (PP) bastante elogiado nas redes sociais.

O novo comandante vai assumir o comando num momento em que a bandidagem chega a controlar setores da cidade, onde há inclusive regras para transitar.

Publicado em Evandro Cordeiro

O governador eleito Gladson Cameli (PP) só recebeu elogios até aqui pelos nomes que já anunciou para sua equipe. Ao contrário, por enquanto só muitos elogios. Estou falando de redes sociais, onde a voz do povo aparece mais fortemente nos últimos tempos. Nem mesmo os adversários do novo governador se manifestaram sobre. O deputado estadual eleito pela Frente Popular Chico Viga (PHS), disse ao Blog do Evandro Cordeiro que até agora o governador parece ter acertado em todos os nomes. “Para iniciar um novo ciclo, com muita coisa para fazer, é preciso ter critério para escolher a equipe”, diz o parlamentar. Fora os nomes de Ribamar Trindade para a Casa Civil, Silvânia Pinheiro para as comunicações, João Marques Pires para a Segurança, Thiago Caetano para Obras e Infraestrutura e coronel Mário César para a PM, oficializados pelo governador, há outros nomes discutidos nos bastidores com muito peso político, também altamente elogiados, como os de Carlos Beirute, Luziel Carvalho, Fernando Lage, Carlito Cavalcante, Marcelo Torres e Ildson Viana. Mas o anúncio oficial de toda a equipe acontecerá somente dia 30 de novembro, segundo o próprio Gladson Cameli.

Publicado em Evandro Cordeiro