Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal
01 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
02 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
03 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
18 SP_DEZEMBRO 2017

 

O ex-deputado estadual e delegado de polícia aposentado, Walter Prado, reapareceu com um novo look, pelo qual imita o cantor Belchior, mesmo involuntariamente. E agora irônico! Disse, por exemplo, que o governo do Acre vive seu momento de vergonha ao perder a guerra para uma bandidagem que usa sandália de borracha. “Você já viu bandido de facção que não tem um sapato para calçar. Essas facções aqui do Acre são comandada por esses pobres coitados que usam sandália de borracha. Líder de facção usa carro importado. E o governo ainda está perdendo a guerra”, disse ao Blog.

Walter Prado diz que queria ter a oportunidade de ficar seis meses à frente da Secretaria de Segurança para resolver “essa pouca vergonha”, que é, segundo ele, um bocado de bandidos pé de chinelo mandando no Acre. “Vocês não lembram dos arrastões que eu fazia¿ Pois é. Como é que você não varre a bandidagem se tu sai andando em bloco pegando todo mundo¿”, diz ele. Walter reaparece por dois prováveis motivos: está cem por cento de saúde, depois de enfrentar um câncer, e pretende disputar as eleições para deputado estadual em 2018. Já tem até partido, o SOLIDARIEDADE.     

 

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
18 SP_DEZEMBRO 2017

 

O Major Lázaro Moura, comandante da Polícia Militar em Cruzeiro do Sul, disse ao Blog do Evandro Cordeiro que é real a presença das facções na Vale do Juruá. Mas faz uma ressalva: “Eles não encararam a polícia. Ainda ontem fizemos uma prisão que desarticulou um grupo”. O comandante disse que conta com a parceria da Polícia Civil para criar um paredão entre os grupos do crime organizado e a sociedade do Juruá. Fiz uma entrevista com o oficial, mas por problemas técnicos não será possível lançar o vídeo no ar.

 

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
18 SP_DEZEMBRO 2017

 

 

O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Daniel Zen (PT), garante: o governo Tião Viana (PT) não vai negociar com bandidos, lideranças das facções, como se cogitou nas últimas horas. Zen disse isso ao Blog mesmo antes da manifestação do presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários, Adriano Marques. Ele teria dito ontem que o Estado pode estar negociando com as facções para tentar diminuir a matança e os atos de vandalismos, promovidos supostamente em retaliação ao bloqueio dos telefones nas penitenciárias do Acre. “Certamente essa é uma impossibilidade. O governador Tião Viana jamais negociaria com deliquentes”, afirmou.

 

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
18 SP_DEZEMBRO 2017

 

O deputado Eber Machado (PSDC) disse ao Blog do Evandro Cordeiro que o governador Tião Viana (PT) e o secretário de Segurança, Emylson Farias, são “muito é macho e tem aquilo roxo” ao decidir encarar as facções no Acre. “Meu amigo, eu não teria coragem de encarar esses bandidos como eles dois resolveram encarar. Eles são muito é macho. Nós tínhamos que fazer um movimento no Estado em favor desses dois caras. Eu não sei se eu teria essa coragem”, disse o parlamentar. Segundo Eber, o Acre é o sexto Estado a bloquear telefones nos presídios. “Os demais estados não tiveram coragem”, diz.    

 

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
18 SP_DEZEMBRO 2017

O secretário de Segurança do Acre, Emylson Farias, disse hoje de manhã na TV Rio Branco que o governo Temer é culpado pelo avanço das facções no Acre. Mesmo tendo o Exército atuando conjuntamente na fronteira, Farias disse que as ações mais marcantes contra a entrada de drogas no Estado são realizadas as duras penas pelo governo do Acre, mesmo sem ajuda federal.

Emylson Farias, agora filiado ao PDT, será o provável vice na chapa majoritária do PT para a disputa do governo, em 2018. Ele comporá chapa com o prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre (PT), que só tem uma figura contra sua pré-candidatura, o governador Tião Viana (PT), mas tem a seu favor o senador Jorge Viana (PT), que dizem ter mais força que o irmão.

 

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard

BANNER PP P

Socialize