Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal
01 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
02 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
03 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
16 SP_DEZEMBRO 2017

Segundo o prefeito, os 50% anteriores do décimo terceiro foi pago nos dias 19 e 20 de Setembro de 2017, que aqueceu a festa do Festival do Milho.

“Agora, dia 08 de Dezembro, como de costume em nossa gestão, justo para aquecer o Novenário da cidade, vamos dar mais uma aquecida na economia local, pagando o restante do 13° salário aos servidores comissionados e efetivos da Administração, Finanças, Planejamento, Agricultura, Gabinetes, Obras, Saúde, Assistência Social, e dia 20 Dezembro, pagaremos todo 13º da Educação”. Afirmou o prefeito.

Mesmo com os compromissos em dias, e questionado pela população por causa do Banco Bradesco, “responsável” pelo movimento financeiro dos servidores da prefeitura que por falta de gerencia, não cumpre com suas obrigações no município, deixando faltar dinheiro nos pontos de atendimento, o prefeito soltou o verbo.

“É lamentável que uma notícia de pagamento perca a importância por consequência do Bradesco. Todos os meses, antecipamos o pagamento dos servidores e informamos com antecedência, já recebi o gerente em meu Gabinete e disse que não seria mais tolerante, inclusive deu suas explicações na Câmara Municipal e na Rádio local”. Desabafou.

A Câmara de vereadores, também manifestou repúdio ao sistema bancário em Porto Walter que ainda é precário e dificulta a movimentação financeira da cidade.

Já os comerciantes do município acrescentam a ausência de gerentes que não permanecem no município.

Na terça-feira (05/12), o Secretário de Gabinete da Prefeitura foi ao posto de atendimento do Bradesco em Porto Walter e não encontrou o gerente para entregar o ofício de envio do 13º salário. (Assessoria)

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
16 SP_DEZEMBRO 2017

O prefeito de Porto Walter, Zezinho Barbary (PMDB), termina de pagar os servidores públicos nesta quinta-feira, 26. São cinco anos seguidos administrando o município, localizado próximo a Cruzeiro do Sul, mas isolado por estradas, sem atrasar os salários. Barbary é um dos prefeitos mais bem avaliados na região do Juruá e sua gestão não tem sido marcada apenas pelo pagamento em dias de servidores e fornecedores, mas também por muitas obras.   

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
16 SP_DEZEMBRO 2017

 

Índios da etnia Shawdawas vão cantar e dançar na abertura do Festival do Milho, em Porto Walter, município distante de Rio Branco mais de 600km, localizado às margens do rio Juruá e sem acesso por estrada. O evento acontecerá entre os dias 22, 23 e 24 próximos e é uma das maiores festividades da comunidade, promovido pela prefeitura, e esse ano com apoio do Sebrae.

O prefeito do município, Zezinho Barbary (PMDB), um dos mais populares do Acre, anuncia que este ano, além de cantar e dançar na abertura da festa, os índios vão participar de outras atividades, como o torneio de futebol. No primeiro dia será escolhida a garota do Milho e entre as atrações musicais a banda Forró Rasgado, de Goiania, é uma das mais esperadas pela comunidade.  

 

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
16 SP_DEZEMBRO 2017

 

O ex-deputado federal Marcio Bittar está andando pelo Acre todo puxando uma caravana de seu partido, o PMDB, fazendo sua filiação diretório a diretório. O Blog do Evandro Cordeiro achou ele em um ramal recém-aberto nas proximidades da cidade do município de Porto Walter pelo prefeito Zezinho Barbary para dar acesso a uma das comunidades mais isoladas do Estado, a Restauração. “O prefeito Zezinho foi quase preso por abrir esse ramal, denunciado por ambientalistas”, disse Bittar. Mas as falas mais contundentes dele foram referentes ao prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre (PT), que acaba de figurar no epicentro de um grave BO, o caso Emurb, e o governador Tião Viana (PT), que não teve cerimônia de defender o ex-presidente Lula (PT), mesmo diante da delação bombástica de um companheiro deles de 30 anos, o ex-ministro Palocci. Viana declarou ser “Lula o homem mais digno desse País”. Em curta entrevista ao Blog Bittar qualifica os algozes, fala de sua pré-candidatura ao Senado e elogia o senador Gladson Cameli (PP) por estar fora da sujeira descoberta pela Lava Jato. Veja:

Blog – Por onde anda o senhor esta semana?

Márcio Bittar – Ando numa caravana do PMDB, me filiando de diretório em diretório. Aliás, o partido acertou em cheio ao bolar essa caravana com Flaviano Melo e Vagner Sales. Estamos indo a cada município e em todos eles estou sendo recebido pelas municipais, onde estou me filiando. Eles se sentem prestigiados e eu muito mais. Nessas andanças tenho conhecido histórias interessantes, como de uma pista na comunidade Restauração, onde tiveram que tirar uma sumaúma para poder posar avião, mas que foi difícil convencer as pessoas a derrubar essa árvore. Em porto Walter o prefeito Zezinho Barbary (PMDB) foi quase preso por fazer uma ramal para libertar pessoas. Enfim, mais uma vez faço o que sempre fiz na minha vida, que foi percorrer nosso Estado para falar com as pessoas.

Blog – Mesmo andando por ai pelo interior o senhor se informado dos acontecidos aqui na capital, como as prisões de diretores da Emurb, onde segundo a polícia teria acontecido um dos desvios mais volumosos de recursos, sob os olhos do prefeito Marcus Alexandre (PT)?

Marcio Bittar – Claro que sim. Isso já era algo assim esperado, porque está no DNA da esquerda se instrumentalizar com recursos para tentar se manter no poder. Não é novidade. Assim como não é novidade para ninguém que o prefeito foi condenado pelas obras malfeitas da BR-364, uma vergonha já conhecida no Brasil todo como um escândalo sem precedente na história. Aliás, no Acre todo, o prefeito de Rio Branco é conhecido já, está bem famoso, mas como o homem que gastou uma montanha de dinheiro e não conseguiu fazer a estrada.

Blog – O senhor sabe que essas declarações em relação ao prefeito da capital, que será o candidato do PT ao governo do Acre, podem lhe custar caras? Aliás, ao senhor e ao senador Gladson Cameli (PP), pré-candidato ao governo pela oposição.

Marcio Bittar – Amigo, eu não tenho rabo preso. Faz anos que o PT tenta arranjar qualquer coisa para me incriminar, mas nunca conseguiu porque tenho o nome limpo. Quanto ao Gladson, a mesma coisa. O máximo que eles conseguiram na eleição passada foi chamar ele de “riquinho”. E para piorar ainda mais para o PT, o Gladson é inocentado pela Ministério Público Federal.

Blog – A rigor, sobre Lava Jato, o governador Tião Viana (PT) se irritou com a delação do ex-ministro Antônio Palocci que atingiu de morte política o ex-presidente Lula e foi para as redes sociais fazer uma defesa apaixonada do ex-presidente. Disse, inclusive, que “Lula é um dos homens mais digno desse País”. A oposição vai usar isso em campanha?

Marcio Bittar – Não precisa usar isso em campanha, porque o povo agora é bem informado, pelas redes sociais. Mas quanto a delação do Palocci, mais uma vez fica demonstrado que assumiu o comando do País uma quadrilha que achava que o mais importante é o governo e o partido. Eles não respeitam as leis. As figuras mais altas da República criaram uma quadrilha para se locupletar e comprar apoio no Congresso e comprar as eleições. Não é à toa que as eleições ficaram insuportáveis. Ninguém conseguia ganhar deles. Mas estão todos enrolados na Justiça e quem deve tem que pagar. Quanto as declarações do governador, coitado, ele já está conhecido como alguém que não está com os pés no chão. Uma declaração dessa não dignifica ninguém. Se ele não quer concordar com a Justiça deveria se calar. Ele defender o indefensável diminuiu o Estado. O cargo fica miúdo. Ele vira um militante que cultua seu líder e mostra uma coisa doentia.

 

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
16 SP_DEZEMBRO 2017

 

O prefeito de Porto Walter, Zezinho Barbary (PMDB), disse ao Blog que nem ele próprio sabe como tem conseguido o “milagre” de recuperar os cerca de 140 km de ramais e manter a frota de embarcações e ônibus pagando o combustível mais caro do Acre. Na cidade dele a gasolina está próxima dos R$ 6,00 e o diesel a R$ 5,10.

Além das máquinas da prefeitura, uma frota de aproximadamente dez equipamentos, Barbary tem que custear o combustível das embarcações que transportam alunos, as da saúde e da educação. Mais ainda tem mais: os ônibus escolares.  

Zezinho Barbary dá outra informação importante: além de recuperar, a prefeitura está abrindo pequenos trechos de ramais para que a energia do Luz Para Todos chegue no lugar mais longínquo. Porto Walter é um dos municípios mais isolados do Acre e é situado na região do Juruá.   

 

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard

BANNER PP P

Socialize