Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal
01 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
02 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
03 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
24 SP_OUTUBRO 2017

 

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac), Rosana Nascimento, anunciou a antecipação da data-base dos trabalhadores em educação, por conta do ano eleitoral em 2018.  Ela destacou que o sindicato elegeu três pontos: a equiparação  salarial dos professores efetivos, com os provisórios; a correção dos pisos defasados das carreiras, (professores e funcionários de escola), inclusive com a inclusão  da nova tabela do técnico pró-funcionário e o concurso público para o preenchimento das vagas deixadas pelos aposentados.

Mais de dois mil servidores da educação  se aposentaram nos últimos anos, depois da reformulação do PCCR que permitiu o reenquadramento da categoria. “Porém, o Estado não se organizou para o preenchimento dessas vagas com a realização de um novo concurso que permita o ingresso destes  professores mais jovens, que podem lidar com o perfil dos  alunos atuais”, sugere a sindicalista.  

Rosana contou que até 2018, mais de 50% do quadro efetivo da educação estará aposentado, mas os gestores não moveram  uma palha para  resolver o problema. As vagas deixadas pelos efetivos estão sendo preenchidas por  provisórios, que sem os mesmos direitos adquiridos, sofrem todo tipo de assedio moral por parte do governo na hora da renovação do contrato.

 

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
24 SP_OUTUBRO 2017

 

 

A presidente do Sinteac (Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre) e da CUT, Rosana Nascimento, disse ao Blog que o prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre (PT), passou a pensar só na eleição para governo, marcada para 2018, quando manda perseguir Uber e Motofretes. “Ele precisa deixar de pensar só na eleição do ano que vem e cuidar de Rio Branco, sobretudo deixando de perseguir essas minorias, que são os motofretes”, disse a sindicalista.

Essa semana um motofretista incendiou a própria moto ao ser perseguido pelo Rbtrans, uma espécie de polícia de trânsito do prefeito. A atitude provocou forte reação da categoria e de políticos. Como representante da CUT, Rosana disse que não poderia deixar de ir para o enfrentamento. “Eu só quero que o prefeito esqueça a política. Deixe para o ano que vem, para tomar decisões justas”, afirmou Rosana.   

 

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
24 SP_OUTUBRO 2017

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac) e da CUT, professa Rosana Nascimento, se levantou contra essa semana a qualquer ideia em favor da legalização de entorpecentes, como a maconha, por exemplo. Ela disse que as categorias que representa rechaçam a ideia, outra vez levantada essa semana pelo pré-candidato a governador pelo PT, deputado estadual Daniel Zen. Essa é uma discussão, segundo ela, ainda impossível de se fazer no Acre pelas razões mais elementares. “Não temos essa cultura e além do mais, seguramente, essa não é a solução para a violência”, opinou a sindicalista.  

 

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
24 SP_OUTUBRO 2017

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação e líder da CUT no Acre, Rosana Nascimento, criticou fortemente a reforma trabalhista, aprovada ontem, 13. Chamou de retrocesso e mandou um recado ao eleitor, para que este pare de votar nos patrões. “Senão vamos continuar vendo leis aprovadas sempre contra nós”, justifica. Veja trechos da entrevista:  

Blog do Evandro Cordeiro – Presidente Rosana Nascimento, que avaliação a senhora faz da reforma trabalhista?

Rosana - Um retrocesso nos direitos trabalhistas, levando ao subemprego e escravidão sem emprego e salários.

Blog do Evandro Cordeiro– Mais especificamente para a educação, o que vai acontecer depois dessa reforma?

Rosana – Para a educação não esperamos coisas boas. Os servidores serão sentados na mesa de negociação e ai corremos os riscos da contratações deixar de ser obrigatoriamente por concursos públicos. Isso gerará a precarização das contratações e dos salários.

Blog do Evandro Cordeiro– Como a senhora avalia a atuação da bancada federal do Acre?

Rosana – É uma bancada representativa do patronato. São deputados que foram eleitos pelo voto do povo, do trabalhador, mas sem compromisso e responsabilidade com o trabalhador e com os direitos trabalhistas e sociais. O trabalhador tem que deixar de votar no patrão e nos candidatos do patrão. Senão o resultado será sempre isso ai, que aconteceu na reforma trabalhistas. E agora vem a da previdência.  

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
24 SP_OUTUBRO 2017

Daniel Zen, deputado estadual do PT e um dos pré-candidatos a governador do partido, mudou da água para o vinho em pouco mais de uma semana, segundo a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinteac), Rosana Nascimento.

O motivo, óbvio, é ser simpático aos movimentos sociais com objetivo de alavancar seu nome. “Semana passada Zen era o líder do governo, era o deputado cujo mandato estava à disposição da defesa do governador, mas, de repente, o homem virou o deputado dos movimentos sociais. Ontem mesmo falou para o pessoal do Sindicato Rural de Xapuri, no plenário da Assembleia Legislativa, como se tivesse uma intimidade medonha com os movimentos sociais. Eu foi quem ficou vergonha”, disse a sindicalista.

Apesar de toda a cena do deputado Daniel Zen, a presidente do Sinteac pode dormir sossegada. O candidato do PT, na verdade, será o prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre (PT), o homem que construiu a BR-364, entre Sena Madureira e Cruzeiro do Sul.      

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard