Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal
01 / 03

Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal

O presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, reafirmou agora há pouco, em Brasília, o compromisso do partido com a pré-candidatura da procuradora de
02 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
03 / 03
O presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, reafirmou agora há pouco, em Brasília, o compromisso do partido com a pré-candidatura da procuradora de
12 SP_DEZEMBRO 2018

Como não podia deixar de ser, o senador Sérgio Petecão (PSD) viveu momentos de absoluta alegria em caminhadas políticas com o ex-vereador Daniel Nogueira, de Porto Acre, morto ontem de câncer no estômago. A última, segundo Petecão, foi eles ficarem só fazendo campanha para prefeito. “Andamos o dia inteiro só nós dois e, no final da tarde, estávamos exaustos, mas paramos pra comer e rimos muito. Ele gostava do meu jeito, era meu fã. E eu dele também. Eu chamava ele de cowboy”, diz Petecão.

Daniel Nogueira era do gabinete do senador Petecão e sua saída para se filiar em outro partido que o PSD do senador aconteceu após um acordo entre eles. “Ele me disse que precisava de uma chapa boa, onde pudesse se eleger e foi para o Solidariedade”, conta Petecão. Quanto a doença, Daniel voltou a Porto Velho às pressas depois de ir à Cobija e um médico boliviano atestar que o câncer havia voltado. “Ele contou isso pra mim”, afirma Petecão, choroso.   

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
12 SP_DEZEMBRO 2018

 

O Chef Natalino dos Santos, um dos melhores cozinheiros do Acre, reconhecido internacionalmente pelos prêmios que recebeu fora do Brasil, desistiu de disputar as eleições para deputado estadual. E deu uma demonstração de humildade ao justificar a desistência: “Ainda não estou pronto”. Natalino disse ao Blog do Evandro Cordeiro que quando for disputar uma eleição será para valer, portanto para ganhar de primeira, e, no mandato, será para ser diferente. “Mas muito diferente, eu quero ser no mandato se Deus me permitir um dia”, diz. O gourmet, criador de pratos originais premiados, só tem um compromisso político que expõe com prazer, o apoio à reeleição do senador Sérgio Petecão (PSD).

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
12 SP_DEZEMBRO 2018

O coveiro José Marcos de Souza Mesquita, o Marcos Coveiro, com seis anos de serviços prestados ao cemitério São João Batista, o mais antigo campo santo de Rio Branco, ainda está sendo convencido pelo senador Sérgio Petecão (PSD) a disputar as eleições deste ano pelo PSD. Mas ele está resistindo. “Prefiro esperar para 2020. Ai sim, vereador Marcos Coveiro, para enterrar a corrupção”, disse ao Blog do Evandro Cordeiro. Marcos é licenciado em Educação Física pela Universidade Federal do Acre e, pelo menos por enquanto, não pensa em deixar de enterrar pessoas. “Me sinto bem com o que faço”, diz. Amigo pessoal do senador Petecão, Marcos afirma preferir cair em campo pela reeleição do amigo do que disputar o pleito. “Não abro mão do Petecão, o político mais popular da história do Acre. Esse ano quero só ajudar ele a se reeleger. Quero disputar para vereador”, afirma.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
12 SP_DEZEMBRO 2018

O senador Sérgio Petecao (PSD) disse hoje que o professor Carlos Coelho não fala pelo seu grupo político quando aparece nas redes sociais declarando seu voto ao pré-candidato a senador pelo PT, Nei Amorim. Coelho, segundo Petecao, não é sequer coordenador de sua campanha. Apenas presta assessoria por meio de sua empresa, a Coelho & Farias. "Não no voto dele. Mando no meu, que para o Senado é Petecao e Márcio Bittar", afirma.
“O Coelho não fala pelo Petecão. Ele presta pra mim uma consultoria política. Ele sequer é filiado ao nosso partido. Eu não posso exigir dele exclusividade. O que eu acho é que eu só posso convencê-lo a votar em mim. Eu sei que o meu voto (para Senado) é Petecão e Márcio Bittar. E ele não é coordenador da minha campanha. Meus coordenadores são o Solino, o Lael, o Montana, a Marfisa e eu pessoalmente”, responde o senador.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
12 SP_DEZEMBRO 2018

O senador Sérgio Petecão (PSD) terá um processo seu julgado pelo Supremo Tribunal Federal nesta terça-feira, 8, pelo qual é acusado de comprar passagens aéreas em demasia ainda quando era deputado estadual, em 1995. O caso é o mesmo que pegou deputados estaduais de todo o Brasil nesse período. A maioria, inclusive, foi absolvida. A exceção são alguns que viraram deputados federais ou senadores e seus processos tiveram que subir, por causa do foro. No caso do Acre ficaram Petecão e Ronald Polanco. Esse último por ser conselheiro do Tribunal de Contas.

O processo pela compra exagerada de passagens, um modelo até substituído por novas leis de aquisição de passagens, prescreveu, ao menos nos estados, e o resultado hoje, de fato, segundo Petecão, depende do Juiz. “Quem é que conhece cabeça de Juiz?”, pergunta ele ao Blog do Evandro Cordeiro, mas não há nenhum assombro, nenhum medo, “porque todo mundo foi absolvido”, diz o senador. A questão é que, no Acre, Petecão é adversário do PT, partido patrocinador de um exército de internautas dispostos a achincalhar os adversários e com o surgimento da informação do julgamento o processo virou “hit” nas redes.

Bem humorado, sempre, Petecão rebateu os ataques nas redes sociais dando uma hilária sugestão para o caso de uma cassação sua. “Eu coloco o Montana no meu lugar”, diz ele. “E vamos de Montana!”, finaliza. Não é o primeiro processo que Petecão e não é o primeiro, também, que ele se safa. Petecão nunca foi condenado. “Nunca fui porque não sou comprador de votos, não sou ladrão do erário público”, diz ele.      

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard

Socialize