Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal
01 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
02 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
03 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
16 SP_DEZEMBRO 2017

O PV poderá eleger, pela primeira vez, dois deputados no Acre: um estadual e um federal. Os nomes postos são fortes, o do Juiz de Direito Pedro Longo, que atualmente dirige o Detran, e o do ex-deputado federal Henrique Afonso. Além de ter seus nomes fortes, eles farão parte de uma coligação com chances de eleger até mais gente além deles. Nessa aliança não terá ninguém com mandato. E já é prego batido e ponta virada. “Eu, a família, e meus amigos já decidimos que vamos tentar voltar à Brasília para continuar o trabalho em favor da família, que iniciei lá nos mandatos que tive”, afirmou Henrique ao Blog do Evandro Cordeiro.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
16 SP_DEZEMBRO 2017

O ex-deputado federal Henrique Afonso, que está de volta a um partido da Frente Popular depois de vagar pela oposição filiado ao PSDB, evita ao máximo expor essa situação pela imprensa. Ontem se negou a dar entrevista ao Blog do Evandro Cordeiro. Dono de uma retórica invejável, a aventura de Afonso na oposição se constituiu em disputar as eleições de 2016 pelos tucanos, mas ele preferiu o silêncio, pelo menos até uma próxima oportunidade. Com os tucanos ele lutou pela prefeitura de Cruzeiro do Sul, onde é sua base eleitoral, em 2016.

Antes de deixar o PT, a "convite", Henrique chegou a ser deputado federal duas vezes, Saiu porque, evangélico, dizia não ser congruente o que ele pensava com o que a esquerda pensa, principalmente sobre o aborto e outros temas notadamente ligados à defesa da vida. Então foi para o PV, mas saiu para entrar no PSDB. Agora, inexplicavelmente, volta à esquerda, justo no PV. E vai disputar as elieções outra vez para deputado federal. 

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
16 SP_DEZEMBRO 2017

O diretor do Detran, Pedro Longo, está participando pessoalmente das campanhas de educação no trânsito, nas ruas de Rio Branco. No feriadão ele foi para a rua, principalmente, para ver o comportamento do trânsito com os novos bolsões implantados para motos no semáforos. “É um dever do Estado fazer a coisa bem feita. Por isso estou acompanhando de perto”, afirmou Longo, que politicamente puxa, com seu partido, o PV, uma das melhores coligações da Frente Popular para 2018, junto com PRP, na proporcional.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
16 SP_DEZEMBRO 2017

No ato que confirmou a candidatura de Marcus Alexandre ao Governo no último sábado, 28, começaram também a ser reveladas as coligações que irão definir a nova composição da ALEAC no campo da FPA.

O presidente do PRP, Julinho Santos, disse ao usar a palavra durante o evento o que este Blog antecipou: que PRP, PV e PSOL entraram em acordo para uma coligação e atraíram também o PTC e o PSDC, que devem ser oficializados na aliança nos próximos dias.

Esta composição é o "sonho de consumo" dos pré-candidatos novatos da FPA, pois não haverá ninguém com mandato e deverá fazer entre quatro a cinco deputados segundo seus dirigentes.

Dentre os nomes mais expressivos dessa coligação são citados: Tamir de Sá e Telma Chaves no PRP; Cláudio Ezequiel e Antônio Klemer no PSOL; Pedro Longo e Alonso no PV; Fagner Calegário no PTC e José Afonso no PSDC.

Nos próximos dias será definida uma coordenação com representantes das cinco legendas que irá avaliar outros nomes que poderão (ou não) serem aceitos no projeto, já que o que não falta são pretendentes.

Outra chapa boa, com perfil semelhante, deve ser formada por PHS, PMB,

PPL, PTdoB (Avante) e PROS.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
16 SP_DEZEMBRO 2017

 

O presidente do PRP, Julinho Santos, disse ao Blog do Evandro Cordeiro disse que jamais pretendeu filiar na sigla o secretário de Saúde do Estado, Gemil Júnior, além do ex-deputado estadual Chico Viga.

Segundo o dirigente, apesar de respeitar os dois nomes citados, a estratégia do PRP é de participar de uma coligação com uma chapa mais equilibrada, onde todos tenham chances reais de eleição. A filiação deles daria efeito contrário, começando por afastar pretensos candidatos.

Julinho não confirmou, mas é provável que o PRP se coligue com o PV e o PSOL para as eleições 2018. E a aposta é que essa aliança eleja pelo menos dois deputados estaduais.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard

BANNER PP P

Socialize