Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal
01 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
02 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
03 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
25 SP_NOVEMBRO 2017

O pastor Moisés Xavier, presidente da igreja Assembleia de Deus Anápolis, aqui no Acre, e dirigente do PPS, continua na UTI do Huerb. Ele foi atingido por uma bala perdida quando passava de carro na avenida Floriano Peixoto, nas imediações da antiga sede da Polícia Federal, semana retrasada. Ele é a segunda vítima do tiroteio que acontecia no “beco do crack”, aquela rua morta que dava acesso ao antigo bairro Papôco.

Moisés Xavier, além de dirigente de partido e presidente de uma igreja, é também cantor gospel, com CDs gravados. Ele embarcaria para Fortaleza no próximo mês para gravar seu nono disco. Um dos hinos mais conhecidos que ele interpreta no Acre há pelos menos cinco anos é o “Fala, paletó”, de autoria do “Forrozeiro de Jesus”, Toinho de Aripibu, mais famosos cantor gospel do Nordeste. Xavier já se apresentou nos principais programas de TV da cidade de Rio Branco.       

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
25 SP_NOVEMBRO 2017

O ex-deputado estadual Jamyl Asfury, que ainda é filiado ao PEN, agora chamado de Patriotas, está decidido a disputar as eleições para deputado federal, embora não conte mais com a benção da Igreja Batista do Bosque. Agora incerto é o partido pelo qual deverá ir ás urnas. Esses dias ele foi formalmente convidado pelo presidente do PTN, Francimar Asfury, o “homem selfie”, seu primo, para se filiar em ser logo apresentado na Frente Popular como o federal da sigla. A reunião aconteceu na sala do secretário de Saúde do Estado, Gemil Júnior, que deve ser candidato a deputado estadual pelo PTN. Mas Jamyl vai acabar mesmo fechando com o grupo do ex-deputado federal Marcio Bittar, onde estão, além do PMDB, Solidariedade, PTB e PPS. Jamyl só não iria para o PMDB.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
25 SP_NOVEMBRO 2017

Segundo colocado na disputa para prefeito em Porto Acre, ano passado, e segundo suplente de deputado na atual legislatura, Daniel Nogueira poderá se filiar no PPS. Uma das razões é interessante: ele é fá da presidente do Sinteac e da CUT, Rosana Nascimento, que é filiada ao partido e corre risco de disputar as eleições para deputada federal. “Admiro o trabalho dela, sou fã mesmo, além dela ser parenta da minha esposa, por isso tenho muito interesse de estar no partido onde ela está”, diz Nogueira, que era do PP. Rosana foi convidada pela direção nacional para disputar as eleições em 2018, puxando a chapa de federal.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
25 SP_NOVEMBRO 2017

A família está decidindo em qual grupo político a procuradora de Justiça Vanda Milani disputará as eleições ano que vem. As maiores possiblidades são de ir para o grupo de Marcio Bittar, em um dos três partidos, Solidariedade, PPS ou PTB, ou de Tião Bocalom, onde estão DEM e PSDB.

Mas, por enquanto, "não há pressa" me disse um dos filhos da procuradora.

O certo mesmo é que o grupo dos Milani Nogueira não quer cometer os erros da eleição passada, quando a procuradora foi bem votada, mas perdeu por detalhes.

Além da doutora Vanda, o filho dela, Israel, médico, também deve disputar para deputado estadual. No mesmo grupo da mãe, claro. 

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
25 SP_NOVEMBRO 2017

Tive um reencontro relâmpago com o ex-deputado Roberto Jeferson ontem à noite – o primeiro foi em Brasília, quando eu era candidato a ser secretário-geral do PTB dele aqui no Acre. É bom falar com ele. É garantia de ouvir coisa boa. Se Neymar é o bom da bola, Jeferson é o campeão da retórica. Riu quando disse que queria ouvir ele cantar “Nervos de aço”, de Lupicínio Rodrigues, e quando perguntei para quem diria no Acre “Sai daí, Zé”, numa alusão à famosa frase que ele disse na CPI do Mensalão, a Zé Dirceu, seu ex-amigo.

Cortejado por todos para fotografar e falar, perdi o Roberto de vista na multidão, mas depois do sorriso disse: “vocês, acreanos, são bons”.

Fui ver o ex-deputado Roberto Jeferson numa cerimônia em que ele deu posse a nova diretoria do partido dele, o PTB, no Acre, na presidência de quem está a publicitária Charlene Lima. O ato foi na Fecomercio. Prestigiaram o evento dirigentes de outros dois partidos, o Solidariedade e o PPS. A rigor, desse grupo de partidos, deve sair um candidato a senador, Marcio Bittar, e ao menos uns três candidatos a deputado federal.

 

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard