Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal
01 / 03

Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal

O presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, reafirmou agora há pouco, em Brasília, o compromisso do partido com a pré-candidatura da procuradora de
02 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
03 / 03
O presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, reafirmou agora há pouco, em Brasília, o compromisso do partido com a pré-candidatura da procuradora de
18 SP_JULHO 2018

Dirigentes do PMDB não quiseram desmentir esta manhã boatos que circulam desde ontem segundo os quais estaria acontecendo uma conversa com o PT, para uma possível composição. É que o partido estaria descontente com os rumos que tem tomado a oposição, com decisões isoladas. Estaria em jogo, além da discussão sobre o vice, a composição das chapas para federal. Num primeiro momento o PMDB tem preferência pelo chapão, mas não seria totalmente contra a formação de duas chapas, desde que bem divididas.

Desde a terça-feira que o PMDB tem mantido intermináveis reuniões na sede do partido, na Antônio da Rocha Viana. As principais figuras do partido, entre elas o ex-prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales, além do pré-candidato a senador Marcio Bittar, estão tomando cafezinho levado por funcionários do partido, para que as conversas não sejam interrompidas. O teor dessa longa conversa é que pouca gente sabe. E quem sabe não revela tudo. O certo é que o PMDB precisa achar um lugar para Jéssica Sales e Flaviano Melo, os dois federais do partido, numa chapa interessante.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
18 SP_JULHO 2018

Partidos da Frente Popular, mas especialmente o PT, não vão deixar passar em branco a visita do presidente Michel Temer (PMDB) no Acre, depois de amanhã, dia 27. Vai ter protesto. Fontes do Blog asseguram que ele vai levar “ovada”, se for possível. Mas para evitar um constrangimento por parte do governador Tião Viana (PT), que precisa do presidente, de qualquer forma, estão sendo escolhidos os radicais menos conhecidos. Não poderia ser um Cesário Campelo Braga a puxar um protesto, por ser por demais conhecido. Os “garotos” que vaiarão o presidente vão ser tratados como intrusos, pessoas não ligadas a nenhum partido da Frente Popular. Não é à toa que algumas figuronas da Frente Popular já estão aparecendo na imprensa pedindo que ninguém faça protesto, ao menos desrespeitoso ao presidente.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
18 SP_JULHO 2018

 

A empresa que estava trabalhando no programa Luz Para Todos em Porto Walter desapareceu do município, localizado às margens do rio Juruá a um dia de viagem de Cruzeiro do Sul, irritando o prefeito Zezinho Barbary (PMDB), conhecido exatamente por não ser lá tão bem humorado. Ele anda esbravejando esses dias os empreiteiros e vai à Brasília semana que vem reclamar do mau comportamento, digno até de punição, segundo ele.  

Por enquanto, Barbary diz que tem se limitado a ligar para a Eletrobrás, afim de resolver a situação numa boa, mas não tem obtido resposta. “Eu, junto com os moradores, temos ajudado essas empresas. Eu faço adjunto para abrir ramal, limpar margem de igarapé, para que a energia chegue, mas a empresa está abusando. Nós, os moradores de Porto Walter, nada temos a ver com questões burocráticas, com briga entre empresas”, diz o prefeito.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
18 SP_JULHO 2018

O prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro (PMDB), estaria orgulhando muito seu pai, o ex-deputado federal Ildefonço Cordeiro, se este fosse vivo. A opinião é do tio de Ilderlei, Rudilei Estrela, um dos prováveis nomes do PP para a disputa de deputado federal em 2018.

Estrela acompanhou por toda essa semana a caravana do senador Gladson Cameli ao Vale do Juruá e disse que não apenas Ilderlei, mas todos os prefeitos de oposição estão bem com a opinião pública. “Mas se o Ildefonço fosse vivo ele estaria muito orgulhoso do filho dele, que administra muito bem Cruzeiro do Sul”, afirmou.

Ildefonço, pai de Ilderlei, era deputado federal quando morreu em um acidente de avião em Rio Branco, em 2002. Um Brasília da focker caiu cinco km antes da cabeceira do aeroporto, matando 23 pessoas, entre elas o então deputado e sua mulher, Arlete Soares, mãe de Ilderlei. Só oito pessoas sobreviveram.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
18 SP_JULHO 2018

O senador Gladson Cameli (PP) disse que seu colega Jorge Viana (PT) foi, no mínimo infeliz, ao questionar companhias nas eleições de 2018, em entrevista a um site local. “Nesse caso, ele é que terá problema sério junto com o candidato dele ao Governo para explicar para o eleitor as figuras que eles representam aqui: é que da turma deles só tem o ex-presidente Lula solto e ninguém se na eleição ainda estará solto”, afirmou Cameli ao Blog do Evandro Cordeiro.

Segundo o senador Gladson, Jorge Viana foi infeliz, também, ao citar o senador Aécio Neves como seu aliado. “O senador Jorge está perdidinho. Acho que sente cheiro de derrota, porque em Brasília ele defende o Aécio, aqui ataca o Aécio”, afirmou Cameli, por telefone, no meio das ruas de Feijó, onde estava na manhã deste sábado, 30.

Viana disse a um site local que Gladson terá problemas para se eleger governador do Acre em 2018 por representar aqui o presidente Michel Temer (PMDB) e o senador Aécio Neves (PSDB). A declaração gera natural polêmica por um razão óbvia, segundo Gladson. É que Jorge Viana é uma voz importante do PT. Para se ter uma ideia, ele ficou ainda mais famoso no Brasil ao sugerir ao ex-presidente Lula que atacasse o juiz Sérgio Moro, para citar apenas uma manifestação dele em favor da “quadrilha do PT”, segundo o Ministério Público, quase toda presa e num efeito dominó fazendo delação premiada.

Além do mais, o senador Jorge e o candidato dele a governador representam bem uma juventude que no Acre está entrando para as facções por falta de oportunidade, no entender de Cameli. “Foi o que ele e o PT fizeram com o Acre, foi criar um exército de garotos que não tem o que fazer ao se aproximar a idade adulta. Ao invés de nosso Estado ser um polo de riqueza, de oportunidades, eles nos aprisionaram e relegaram nossa economia a uma balela chamada florestania. Deu no que deu”, afirmou Cameli.      

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard

BANNER PP P

Socialize