Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal
01 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
02 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
03 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
22 SP_OUTUBRO 2017

 

O deputado federal Moisés Diniz (PCdoB) acaba de relançar seu livro “O Santo de Deus”, escrito há mais de uma década baseado na crônica policial sobre o caso do pastor Totó. O líder religioso foi acusado, culpado e condenado pela morte de fiéis de sua macabra igreja erguida nos seringais de Tarauacá, durante rituais. A obra foi um sucesso desde a primeira edição. Moisés, um ex-seminarista, lança um olhar teológico sobre o evento, que virou manchete nacional na época.

Dessa vez a edição recém-reeditada terá objetivos filantrópicos. O resultado da venda será revertido na aquisição de uma cadeira de rodas para ser entregue a jovem Tailine Marques, 22 anos, paraplégica depois de ser baleada durante tentativa de assalto no centro de Rio Branco há cerca de três meses.        

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
22 SP_OUTUBRO 2017

O deputado federal Moisés Diniz (PCdoB) conseguiu, com a ajuda do secretário de Saude do Estado, Gemil Junior, apoio para levar a pequena Débora, de Rodrigues Alves, de 4 anos, a um hospital em Pernambuco, onde ela vai ganhar o transplante de medula óssea para colocar um basta na leucemia, doença que enfrenta desde um ano de idade. O hospital deverá ser o Real Português, em Recife. Perguntei se o parlamentar queria noticiar isso no Blog e ele disse não. “Fui só um canal de benção na vida dela. Não precisamos divulgar essas coisas”, afirmou.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
22 SP_OUTUBRO 2017

 

O deputado estadual Antônio Pedro (DEM), liderança emergente da oposição no Alto Acre, disse que o PT pode fazer "rolo compressor, compressor de rolo", mas vai perder as eleições de 2018. "É que o povo acreano não vai fazer vergonha ao Brasil votando nesse partido atolado em corrupção. As pessoas querem fazer a mudança, assegurando a alternância de poder", disse o parlamentar ao Blog do Evandro Cordeiro.

Antônio Pedro disse que, para tentar alavancar a imagem do prefeito de Xapuri, Bira Vasconcelos (PT), que até agora mal tem conseguido pagar a folha dos servidores, o Governo do Acre colocou o Deracre para asfaltar a avenida principal. "Nas gestões anteriores, que eram da oposição, o governo não fez nenhuma graça aqui, agora como o prefeito é do PT, eles mandaram esse asfalto", fala o deputado.

 

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
22 SP_OUTUBRO 2017

 

Essa semana o deputado federal Moisés Diniz (PCdoB) conseguiu aprovar, na Comissão de Minas e Energia, a Lei 7.996/17, de sua autoria, que "reduz a zero as alíquotas do PIS/PASEP e da COFINS, incidentes sobre o consumo de energia elétrica, utilizado até o limite de 100 kWh".

"A União precisa ajudar a reduzir o preço da energia elétrica para os mais pobres. O Acre já isenta o seu ICMS (12%) para essa faixa de consumidores", afirmou o parlamentar.

Vale ressaltar: esse projeto só beneficiará quem usa até 100kWh.

 

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
22 SP_OUTUBRO 2017

 

A operação Lava Jato não mudará o comportamento dos candidatos em 2018, na opinião do deputado federal Moisés Diniz (PCdoB), aconteça, ou não, a reforma política em curso no Congresso Nacional. Pior ainda: a partir de agora os candidatos poderão, inclusive, receber dinheiro do crime organizado. “O caixa dois será mais silencioso, mas letal e seguirá violentando as eleições”, disse o deputado ao Blog.

Essa falta de vergonha dos políticos será, nas próximas eleições, ainda maior, mesmo que passe a “reforma”, que na verdade mudaria apenas para o voto “distritão”, beneficiando os candidatos ricos. E isso preocupa o deputado Moisés Diniz e outros pretensos candidatos lisos. Na eleição passada ele mesmo já foi engolido por um esquema que se parece com o distritão, quando um grupo é antecipadamente eleito para ser tratado como prioridade.

 

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard