Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal
01 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
02 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
03 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
22 SP_OUTUBRO 2017

O senador Jorge Viana (PT) acaba de dizer ao meu colega jornalista Washington Aquino, na TV5, que o povo do Acre não pode entregar op governo para a oposição. E insinuou que o pré-candidato da oposição, senador Gladson Cameli (PP), não é confiável nem entre os parceiros. Depois elogiou o governador Tião Viana (PT), por “salvar” o Estado da crise, e elogiou mesmo o prefeito Marcus Alexandre (PT), por, segundo ele, acordar de madrugada.

Jorge Viana também falou sobre a crise moral da política. Elogiou o senador Renan Calheiros (PMDB), por este ter dito ontem no Senado que “votos foram comprados” para manter Aécio Neves (PSDB) no cargo de senador. Para Viana, o Acre vive um momento extraordinário, de muita felicidade de seus moradores, de uma economia pungente, com muito emprego e renda. Pelo menos foi a impressão que passou diante de tantos elogios.   

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
22 SP_OUTUBRO 2017

O senador Gladson Cameli (PP) disse que seu colega Jorge Viana (PT) foi, no mínimo infeliz, ao questionar companhias nas eleições de 2018, em entrevista a um site local. “Nesse caso, ele é que terá problema sério junto com o candidato dele ao Governo para explicar para o eleitor as figuras que eles representam aqui: é que da turma deles só tem o ex-presidente Lula solto e ninguém se na eleição ainda estará solto”, afirmou Cameli ao Blog do Evandro Cordeiro.

Segundo o senador Gladson, Jorge Viana foi infeliz, também, ao citar o senador Aécio Neves como seu aliado. “O senador Jorge está perdidinho. Acho que sente cheiro de derrota, porque em Brasília ele defende o Aécio, aqui ataca o Aécio”, afirmou Cameli, por telefone, no meio das ruas de Feijó, onde estava na manhã deste sábado, 30.

Viana disse a um site local que Gladson terá problemas para se eleger governador do Acre em 2018 por representar aqui o presidente Michel Temer (PMDB) e o senador Aécio Neves (PSDB). A declaração gera natural polêmica por um razão óbvia, segundo Gladson. É que Jorge Viana é uma voz importante do PT. Para se ter uma ideia, ele ficou ainda mais famoso no Brasil ao sugerir ao ex-presidente Lula que atacasse o juiz Sérgio Moro, para citar apenas uma manifestação dele em favor da “quadrilha do PT”, segundo o Ministério Público, quase toda presa e num efeito dominó fazendo delação premiada.

Além do mais, o senador Jorge e o candidato dele a governador representam bem uma juventude que no Acre está entrando para as facções por falta de oportunidade, no entender de Cameli. “Foi o que ele e o PT fizeram com o Acre, foi criar um exército de garotos que não tem o que fazer ao se aproximar a idade adulta. Ao invés de nosso Estado ser um polo de riqueza, de oportunidades, eles nos aprisionaram e relegaram nossa economia a uma balela chamada florestania. Deu no que deu”, afirmou Cameli.      

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
22 SP_OUTUBRO 2017

O deputado estadual Nei Amorim (PT) não está brincando de disputar o Senado da República em 2018. Ele e seus assessores deixaram de dormir há meses. Há braços do grupo da Vila Restauração, último reduto de humanos no Vale do Juruá, e até no Icuriã, ramal que liga a cidade de Assis Brasil a civilizações pré-colombianas. Esses dias Amorim flertou até com a missionária e ex-deputada federal Antônia Lúcia, líder do PR no Acre.

Nei participou de intensa agenda da missionária com líderes nacionais e locais da Igreja Mundial. E garante que foi tratado a pão-de-ló na congregação de Waldemiro Santiago. Antônia, por seu lado, disse que está aberta a conversas com todas as correntes políticas, até as vésperas da eleição. Sobre ele, uma certeza: começa a ter bagagem par derrubar até Jorge Viana (PT).

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
22 SP_OUTUBRO 2017

 

O prefeito Marcus Alexandre (PT) largou Rio Branco com sua buraqueira, nesta sexta-feira, 25, e se mandou para o interior fazer campanha para o Governo do Acre. Foi apresentado em Manuel Urbano e, parece, em Feijó, como o “super-administrador”. Ele estava acompanhado do senador Jorge Viana e do outro pré-candidato a senador pelo PT, deputado estadual Nei Amorim. Alexandre só não foi apresentado em nenhuma das reuniões como sendo o engenheiro responsável pelas obras da BR-364, que “derreteu” antes mesmo de ser inaugurada, segundo a oposição no Acre.

 

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
22 SP_OUTUBRO 2017

Pelos números levantados para o Senado, no que pese o descrédito do instituto, fica provado que, unida, a oposição ganha até as duas vagas do Senado. O senador Jorge Viana (PT) não está morto, mas está longe de ser aquele da década passada, que dava autógrafos. Pode ser batido. Sérgio Petecão (PSD), Major Rocha (PSDB), Marcio Bittar (PMDB) e Tião Bocalom (DEM) transformados em duas candidaturas dão de lenço nos dois do PT.

Petecão apareceu em segundo na oposição, mas é quem mais pode crescer, porque fez partido nesses últimos anos. Se ele chegar, hoje, na Foz do Breu, tem uma turma a sua espera.

Na pesquisa estimulada, quando o pesquisador mostra os nomes, Márcio Bittar aparece com 18%, Sérgio Petecão 13%, empatado com Jorge Viana.

 

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard