Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal
01 / 03

Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal

O presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, reafirmou agora há pouco, em Brasília, o compromisso do partido com a pré-candidatura da procuradora de
02 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
03 / 03
O presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, reafirmou agora há pouco, em Brasília, o compromisso do partido com a pré-candidatura da procuradora de
15 SP_JULHO 2018

O ex-deputado estadual Luisinho Assem, que é também ex-prefeito do município de Epitaciolândia, declarou ao Blog do Evandro Cordeiro que o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Valmir Ribeiro, seria o vice ideal para a chapa da oposição em cuja cabeça deverá estar o senador Gladson Cameli (PP). Luisinho afirma que, inclusive, deu a ideia a Gladson. “Eu disse para ele que o vice é uma escolha pessoal dele, mas que o nome do Valmir agrega mais do que qualquer um outro. Pelo menos na nossa região, o Alto Acre, o Valmir é unanimidade”, diz Assem. Valmir, ainda segundo o ex-parlamentar, passa muita coisa boa para a chapa, inclusive muita experiência administrativa. “E mais: o Gladson precisa anunciar isso logo”, apressa Luisinho.    

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
15 SP_JULHO 2018

O senador Gladson Cameli (PP), agredido esses dias do pós enchente em Rio Branco por grupos supostamente ligados ao Governo, deslocados para atuar, principalmente, nas  redes sociais, lamentou a perda de tempo de uma equipe de Estado com a pessoa dele. “Deixem para se preocupar comigo depois que eu for governador, minha gente. Por enquanto minhas obrigações são como senador da República e eu as tenho cumprido como manda o figurino, graças a Deus”, afirmou ao Blog esta manhã.

Gladson Cameli diz ainda que já esperava esse desespero de tentar ligar ele aos problemas de Rio Branco, que na verdade são da alçada do prefeito Marcus Alexandre (PT). “Estou sabendo que eles colocaram um desses jornais ligados a eles para fazer uma varredura na minha vida. Estão investigando até meus bisavós, mas eu estou tranquilo, porque o Ministério Público também me investigou e ao invés de me denunciar, me deu uma das maiores condecorações que um cidadão de bem recebe dessa instituição. Então deixa eles perderem tempo comigo. Só assim esquecem de fazer campanha para o candidato deles, que não tem mais nem o que prometer para o povo acreano, depois de desgastados 20 anos ocupando o poder”, assegurou

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
15 SP_JULHO 2018

Nem mesmo os diretamente interessados no assunto, o senador Gladson Cameli (PP) e o ex-deputado federal Marcio Bittar (PMDB), quiseram comentar o que chamaram “asneira” e “aluagem” do deputado Daniel Zeen (PT), líder do Governo, que denunciou os dois no Ministério Público Estadual com base nas gravações em que bittar tece comentários sobre o senador. “Esse rapaz tem coisa séria para fazer, que é defender esse Governo deles ai, todo enrolado, ai vem com uma bobagem dessa. Nem quero saber desse assunto”, respondeu um deles. O parlamentar quer que o MPE investigue as gravações por “vê crime eleitoral nas falas de Bittar”.  

Zeen é aquele deputado que ficou conhecido por defender a descriminalização da maconha, mesmo em tempos de execuções no Acre todos os dias, exatamente por causa da erva daninha, a marihuana, a canabis.  

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
15 SP_JULHO 2018

A tropa de choque do Governo partiu para o ataque ao senador Gladson Cameli (PP) na imprensa e nas redes sociais nesta terça-feira, 6, depois de ele dar entrevista reclamando das agressões que tem sido vítima por ser favorito na disputa pelo Palácio Rio Branco. A reação foi decorrência de entrevista que ele concedeu a esse blog (http://evandrocordeiro.com/item/1237-quero-estar-longe-e-de-confusao-meu-objetivo-e-ser-governador-do-acre-diz-gladson-sobre-fofocas-do-jurua), depois do retorno aos trabalhos no Senado, para falar sobre o parlamento e sobre as eleições desse ano. Foi suficiente para a reação vir a galope. “Pior é que distorceram tudo o que eu disse no teu Blog só para me agredir, gratuitamente”, diz o senador, que mesmo assim não se importa. “Quando decidi ser candidato ao Governo já sabia que o PT tem esse costume contra os adversários”, afirma.

O pré-candidato a governador das oposições assegura saber as razões de tanto desespero, principalmente nos últimos dez dias. “São os últimos números de pesquisas internas. Eles se desesperaram quando tomaram conhecimento”, diz. De fato, nos últimos dias o ninho petista virou um serpentário. Além do encontro para discutir as estratégias para as eleições, no último final de semana, a Frente Popular tratou de intensificar os ataques pelas redes sociais e pela imprensa. “Repare que eles nunca mais publicaram uma pesquisa”, diz o senador.

Nas reportagens desta terça-feira, com objetivo de atingir o senador da oposição, chegaram a escrever que ele “falando Miami, nos Estados Unidos”, mesmo Gladson estando em Brasília. Gladson reagiu com certo humor, ao afirmar que isso não o preocupa, embora considere rasteira a atitude. “Se eu estivesse em Miami qual é o problema¿ Minha família tem apartamento lá. E quando vou pago minhas despesas. Diferente de quem foi passear na Europa às custas do dinheiro do povo do Acre. Não preciso nem falar mais nada”, finaliza.            

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
15 SP_JULHO 2018

O senador Gladson Cameli (PP) está em Brasília participando da liturgia que reabre os trabalhos do legislativo nesse início de ano. Mesmo distante e concentrado nos afazeres do mandato de senador, ele é vítima de uma das mais difamatórias campanhas já orquestrada contra um político do Vale do Juruá. O motivo é claro, segundo o próprio: ele é pré-candidato a governador do Estado. Os adversários já tentaram arranjar defeitos além dos que admite ter, o colocaram em lugares onde não esteve, mas o mais recente superou geral. Pelas redes sociais pessoas supostamente ligadas ao atual Governo insistiram nos últimos dias ligá-lo a questões internas da administração Ilderlei Cordeiro (PMDB), o atual prefeito de Cruzeiro do Sul, que teria demitido secretários ligados ao ex-prefeito Vagner Sales (PMDB).

Gladson Cameli disse ao Blog que preferia não polemizar com os governistas, desgastados naturalmente pelos 20 anos de poder, mas há casos em que silenciar pode ser perigoso. “Essa de me ligar a demissões e outras decisões na administração do Ilderlei é um crime. É uma mentira, uma invenção deles que dói a gente observar os comentários nas redes sociais. Eu preferia que esse partido mantivesse um espião aqui no Congresso para me avaliar e criticar a vontade a minha atuação como parlamentar do que ficar fazendo essas fofocadas pelas costas da gente. Isso é de uma brutalidade, de uma covardia...”, afirma, emocionado.

O pré-candidato a governador pelas oposições admite entender ser o alvo do atual Governo, por causa de sua aceitação em pesquisas e pelo carinho demonstrado pelas pessoas por onde ele passa, mas pede cautela. “Não precisa me agredir assim, com mentiras deslavadas, que até nem colam”, afirma. O próprio Gladson sugere que o desespero de seus adversários em relação ao Juruá é por causa da relação boa dele com a população daquela região, onde nasceu, mas acredita ter nisso tudo uma pitada de ciúmes pela recuperação da BR-364. “Essa rápida recuperação da estrada deixou nossos adversários assim, nervosos, porque eles fizeram um trabalho ruim e nós consertamos”, diz o senador.

Na noite desta terça-feira, 6, Gladson Cameli já estará em solo acreano, segundo ele fazendo o que mais gosta: conversando com as pessoas. Gladson coordena pessoalmente o trabalho de construção de um programa de Governo, documento que ele considera estar sendo feito “com muita responsabilidade”, além de tentar apagar focos de incêndios naturais durante a construção de uma candidatura ao Governo com chances de vitória. E enfatiza ao Blog do Evandro Cordeiro: “No final vai dar tudo certo e a população do Acre é que vai ganhar uma nova história. Por isso não quero me ater a essas fofocas de redes sociais. Meu objetivo é ser governador do Acre e quem quer ser governador não pode estar preocupado com desocupados que passam o dia nas redes sociais inventando coisas”.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard

BANNER PP P

Socialize