Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal
01 / 03

Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal

O presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, reafirmou agora há pouco, em Brasília, o compromisso do partido com a pré-candidatura da procuradora de
02 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
03 / 03
O presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, reafirmou agora há pouco, em Brasília, o compromisso do partido com a pré-candidatura da procuradora de
14 SP_NOVEMBRO 2018

A oposição iniciou na última sexta-feira, 6, uma andança pelo interior do Acre, depois de dar a largada em um café da manhã servido na sede do PSDB, em Rio Branco, onde se anunciou unida, com doze partidos a reboque. Foi uma das maiores alianças já construídas desde o MDA, em 2000. Gladson Cameli (PP), pré-candidato a governador, Major Rocha (PSDB) como vice, Sérgio Petecão (PSD) e Marcio Bittar (MDB) pré-candidatos ao Senado, é a junção que o PT não queria, segundo um dos articuladores da chapa, o deputado federal Alan Rick (DEM). “Eles queriam nós espatifados. Quem apostou nisso perdeu”, diz o parlamentar.

Depois do café da manhã em Rio Branco, veio o evento do Quinari, ainda na sexta, e no sábado a festa foi no Bujari, atos todos prestigiados por figuras de partidos e pessoas interessadas por uma chapa forte da oposição. O senador Sérgio Petecão era um dos mais entusiasmados nesse final de semana. Fez discursos bons e ao Blog do Evandro Cordeiro fez a seguinte declaração: “Agora eu quero ver alguém segurar essa chapa. A oposição vai queimando 70 rumo à vitória”. O “queimando setenta” é uma alusão a um velho ditado, corriqueiro depois da conquista da Copa de 1970.

Além de Petecão, o outro pré-candidato ao Senado pelas oposições, Marcio Bittar, também muito empolgado, iniciou a caminhada fazendo um discurso por meio do qual faz analogia ao desprezo que o PT tem pelos dons de Deus. O pré-candidato a governador, Gladson Cameli, tem dado preferência ao discurso que anuncia o fim da perseguição a fazendeiros, a empresários e servidores públicos. Ele também tem citado a chapa alternativa puxada pelo coronel Ulisses Araújo (PSL). “Precisar ser respeitada. Peço, inclusive, que nossos amigos não entrem em rota de colisão com a chapa deles, pelas redes sociais”, afirma.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
14 SP_NOVEMBRO 2018

O deputado federal Major Rocha (PSDB) acaba de desmentir que seu partido esteja fazendo um acordo para caminhar junto com o coronel Ulisses Araújo, pré-candidato a governador ainda sem partido, mas amparado pelo DEM de Tião Bocalom. Ele disse ao Blog do Evandro Cordeiro, para desmentir boatos das redes sociais, que “independente de qualquer coisa” ele, seu partido e seu grupo político vão caminhar com o senador Gladson Cameli, pré-candidato a governador pelo PP numa coalisão de partidos que ficará maior que a Frente Popular. Quando diz “independente de qualquer coisa” Rocha se refere ao seguinte: mesmo que o vice não saia do ninho tucano ainda assim ele vai com Gladson para o Governo. “Tenho palavra”, diz.  

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
14 SP_NOVEMBRO 2018

O ex-deputado estadual Luisinho Assem, que é também ex-prefeito do município de Epitaciolândia, declarou ao Blog do Evandro Cordeiro que o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Valmir Ribeiro, seria o vice ideal para a chapa da oposição em cuja cabeça deverá estar o senador Gladson Cameli (PP). Luisinho afirma que, inclusive, deu a ideia a Gladson. “Eu disse para ele que o vice é uma escolha pessoal dele, mas que o nome do Valmir agrega mais do que qualquer um outro. Pelo menos na nossa região, o Alto Acre, o Valmir é unanimidade”, diz Assem. Valmir, ainda segundo o ex-parlamentar, passa muita coisa boa para a chapa, inclusive muita experiência administrativa. “E mais: o Gladson precisa anunciar isso logo”, apressa Luisinho.    

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
14 SP_NOVEMBRO 2018

O senador Gladson Cameli (PP), agredido esses dias do pós enchente em Rio Branco por grupos supostamente ligados ao Governo, deslocados para atuar, principalmente, nas  redes sociais, lamentou a perda de tempo de uma equipe de Estado com a pessoa dele. “Deixem para se preocupar comigo depois que eu for governador, minha gente. Por enquanto minhas obrigações são como senador da República e eu as tenho cumprido como manda o figurino, graças a Deus”, afirmou ao Blog esta manhã.

Gladson Cameli diz ainda que já esperava esse desespero de tentar ligar ele aos problemas de Rio Branco, que na verdade são da alçada do prefeito Marcus Alexandre (PT). “Estou sabendo que eles colocaram um desses jornais ligados a eles para fazer uma varredura na minha vida. Estão investigando até meus bisavós, mas eu estou tranquilo, porque o Ministério Público também me investigou e ao invés de me denunciar, me deu uma das maiores condecorações que um cidadão de bem recebe dessa instituição. Então deixa eles perderem tempo comigo. Só assim esquecem de fazer campanha para o candidato deles, que não tem mais nem o que prometer para o povo acreano, depois de desgastados 20 anos ocupando o poder”, assegurou

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
14 SP_NOVEMBRO 2018

Nem mesmo os diretamente interessados no assunto, o senador Gladson Cameli (PP) e o ex-deputado federal Marcio Bittar (PMDB), quiseram comentar o que chamaram “asneira” e “aluagem” do deputado Daniel Zeen (PT), líder do Governo, que denunciou os dois no Ministério Público Estadual com base nas gravações em que bittar tece comentários sobre o senador. “Esse rapaz tem coisa séria para fazer, que é defender esse Governo deles ai, todo enrolado, ai vem com uma bobagem dessa. Nem quero saber desse assunto”, respondeu um deles. O parlamentar quer que o MPE investigue as gravações por “vê crime eleitoral nas falas de Bittar”.  

Zeen é aquele deputado que ficou conhecido por defender a descriminalização da maconha, mesmo em tempos de execuções no Acre todos os dias, exatamente por causa da erva daninha, a marihuana, a canabis.  

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard

Socialize