Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal
01 / 03

Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal

O presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, reafirmou agora há pouco, em Brasília, o compromisso do partido com a pré-candidatura da procuradora de
02 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
03 / 03
O presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, reafirmou agora há pouco, em Brasília, o compromisso do partido com a pré-candidatura da procuradora de
11 SP_DEZEMBRO 2018

O senador Gladson Cameli, pré-candidato a governador do Acre, acompanhado de aliados políticos e assessores, esteve reunido com o advogado Valdir Perazzo, um dos idealizadores, juntamente com o Senador Fernando Lage (suplente/DEM), da criação do Instituto Liberal do Estado do Acre – ILAC.

A reunião transcorreu em clima de cordialidade e simpatia. Valdir Perazzo lembrou ao senador que, quando era Defensor Público na cidade de Cruzeiro do Sul, no ano 2000, tomou conhecimento de que um jovem da família Cameli preparava-se para ingressar na vida pública. O jovem era o hoje senador Gladson Cameli. Perazzo lembrou que aguardou com interesse o encontro para afirmar sua confiança na política (com P maiúsculo) que promove o bem comum. Motivar o iniciante da família ilustre!

O Senador Gladson Cameli deu início à conversa renovando sua determinação de ser candidato ao governo do Estado do Acre, por seu partido (PP), liderando uma ampla frente de partidos de espectro liberal conservador, visando encerrar um ciclo de Poder da esquerda que se iniciou no fim dos anos 90, com a eleição do agora senador do PT. 

Renovou suas manifestações anteriores de confiança nas ideias liberais, de livre mercado, livre concorrência e empreendedorismo  para fazer o Acre ressurgir do estado de estagnação econômica em que se encontra. Afirmou que não existe outro caminho para o progresso e elevação da qualidade de vida, que não o aumento da produtividade, atraindo para o Estado do Acre investidores do resto do país, no escopo de criar emprego e renda.  (ASSESSORIA)

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
11 SP_DEZEMBRO 2018

A condução coercitiva do prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre (PT), feita pela Polícia Federal, por meio da qual ele depôs sobre as obras suspeitas da BR-364, onde há indícios de corrupção, fez com que o PT colocasse seu exército das redes sociais para achar um culpado. E eles acharam: a oposição. Choveu pancadaria contra líderes como o senador Gladson Cameli (PP), por exemplo, acusado de “estar por trás” das operações da PF.

O presidente do PP, ex-deputado José Bestene, reagiu aos ataques, afirmando que a oposição não exerce nenhuma influência sobre a Polícia Federal, muito menos sobre a Justiça. “Essa operação pegou até mesmo a oposição de surpresa”, afirmou o líder. O problema do PT e da ex-direção do Deracre é com a polícia e não com a oposição. “Com a oposição eles vão se enfrentar em 2018”, diz o experiente presidente pepista Bestene.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
11 SP_DEZEMBRO 2018

O senador Gladson Cameli (PP) acaba de publicar nas redes sociais um vídeo por meio do qual comemora a liberação de mais R$ 33 milhões para as obras de recuperação da BR-364, entre Rio Branco e Cruzeiro do Sul. Ele lembrou da torcida de seus adversários contra a estrada, mas disse que o importante é tocar a obra. “Eu prometi, eu cumpro!”, disse, em tom de comemoração. Gladson lembrou que o DNIT só trabalhou um verão para recuperar a via. Ou seja: quando chegar o próximo verão o trabalho será de recuperação total. “Importante é que a estrada não vai fechar”, afirmou.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
11 SP_DEZEMBRO 2018

O oftalmologista Eduardo Veloso é mais um nome dentro da oposição sendo trabalhado para uma possível composição de chapa. O grupo ligado a ele assegura estarem preenchidos todos os requisitos para que ele forme, com o senador Gladson Cameli (PP), a chapa mais completa para a disputa do governo. “Veloso é jovem, tem vasto relacionamento no Acre e milita na oposição faz tempo”, defende um de seus aliados nas redes sociais.

Do outro lado, o senador Gladson Cameli decidiu não entrar mais nesse assunto. Já mandou um recado para que os partidos se juntem e decidam sobre quem será seu vice. Mas fica satisfeito em saber que várias correntes tem interesse, porque é sinal de prestígio da sua candidatura.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
11 SP_DEZEMBRO 2018

O senador Gladson Cameli (PP) disse que seu colega Jorge Viana (PT) foi, no mínimo infeliz, ao questionar companhias nas eleições de 2018, em entrevista a um site local. “Nesse caso, ele é que terá problema sério junto com o candidato dele ao Governo para explicar para o eleitor as figuras que eles representam aqui: é que da turma deles só tem o ex-presidente Lula solto e ninguém se na eleição ainda estará solto”, afirmou Cameli ao Blog do Evandro Cordeiro.

Segundo o senador Gladson, Jorge Viana foi infeliz, também, ao citar o senador Aécio Neves como seu aliado. “O senador Jorge está perdidinho. Acho que sente cheiro de derrota, porque em Brasília ele defende o Aécio, aqui ataca o Aécio”, afirmou Cameli, por telefone, no meio das ruas de Feijó, onde estava na manhã deste sábado, 30.

Viana disse a um site local que Gladson terá problemas para se eleger governador do Acre em 2018 por representar aqui o presidente Michel Temer (PMDB) e o senador Aécio Neves (PSDB). A declaração gera natural polêmica por um razão óbvia, segundo Gladson. É que Jorge Viana é uma voz importante do PT. Para se ter uma ideia, ele ficou ainda mais famoso no Brasil ao sugerir ao ex-presidente Lula que atacasse o juiz Sérgio Moro, para citar apenas uma manifestação dele em favor da “quadrilha do PT”, segundo o Ministério Público, quase toda presa e num efeito dominó fazendo delação premiada.

Além do mais, o senador Jorge e o candidato dele a governador representam bem uma juventude que no Acre está entrando para as facções por falta de oportunidade, no entender de Cameli. “Foi o que ele e o PT fizeram com o Acre, foi criar um exército de garotos que não tem o que fazer ao se aproximar a idade adulta. Ao invés de nosso Estado ser um polo de riqueza, de oportunidades, eles nos aprisionaram e relegaram nossa economia a uma balela chamada florestania. Deu no que deu”, afirmou Cameli.      

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard

Socialize