Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal
01 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
02 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
03 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
24 SP_OUTUBRO 2017

A Executiva Estadual do PTC decidiu nesta terça-feira, 4, que não vai caminhar com o PRTB, pelo menos se o partido de Levi Fidélix, no Acre, continuar com a ideia de terceira via. Segundo nota dos Trabalhistas Cristãos “não iremos fazer o jogo de alguns partidos que estão buscando apenas barganhar alguma coisa. Nosso grupo está cada dia mais unido em torno de dois nomes: Sanderson Moura, para o Senado, e Júnior Santiago para federal. Além do mais, estamos montando uma chapa competitiva para estadual. Quem quiser se chegar ao grupo terá chances igualitárias de disputar as eleições”, afirmou o porta-voz da sigla, Fagner Calegário.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
24 SP_OUTUBRO 2017

O porta voz do PTC, Fagner Calegário, informou agora há pouco ao Blog do Evandro Cordeiro que, com a regra do jogo mantida para a disputa eleitoral de 2018, o partido recebe a primeira adesão ao bloco que eles pretendem formar. Quem chega é o PRTB, no Acre liderado pelo radialista Lyra Xapuri.

“Estávamos aguardando a definição de como iria ficar a questão da reforma política. Como tudo permanecerá da mesma forma em 2018 já podemos confirmar a chega do PRTB”, oficializou.

Calegário e Jr Santiago acreditam que o grupo atrairá ainda mais partidos em decorrência da forte candidatura ao Senado do PTC, cujo nome é o do advogado Sanderson Moura.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
24 SP_OUTUBRO 2017

 

Os dirigentes do PTC, Fagner Calegário e Junior Santiago, organizam uma caravana para visitar todos os municípios do Acre, em maioria deles a pedido de militantes locais. A caravana será aberta a todos os pré-candidatos e a novidade será a presença do pré-candidato ao Senado pelo partido, Sanderson Moura. Saiba mais sobre a viagem e sobre o que pensam os meninos do PTC:

Blog - O que vocês pretendem com esse giro pelo interior do Acre?

 

Fagner Calegário - Dar visibilidade a todos os nossos candidatos e principalmente fortalecer os nossos pré-candidatos a federal, Júnior Santiago, e ao Senado, Sanderson Moura.

Blog - Vocês não temem retaliação com uma candidatura ao Senado?

 

Fagner Calegário – Evandro, esse risco existe. No entanto, o partido está alinhado e foi uma decisão tomada em uma conversa aberta com todos os membros que compõe nossa estadual. Mas você sabe que o aval de uma candidatura dessa vem da nacional, até o momento estamos muito satisfeito com o posicionamento da nacional e isso eu posso te garantir. Sabemos que são duas vagas, então como eu sempre disse em conjunto com o Junior: acredito que será mais inteligente virem conversar sobre esse segundo voto do que tacarem pedra.

Blog - Como está realmente a situação do PTC no interior?

 

Fagner Calegário - Estamos fazendo um levantamento, essa caravana vai ajudar nessa questão. Sabemos que as pessoas que estavam a frente do partido eram lideranças da Antônia Lúcia, é natural que esse quadro se renove.

Blog – Tem alguma conversa entre vocês e a ex-deputada Antônia Lucia?

 

Fagner Calegário - Na verdade não existe nenhum mal estar, isso que ficam falando é pra causar intriga e não vamos entrar nessa. Todos sabem a liderança e a influencia que ela tem junto as igrejas. Outro dia estive em um jantar ela estava presente, nos cumprimentamos, mas tenho certeza que ela não sabe quem eu sou, isso é normal não sou político e nem vim de família política. De verdade, ela não precisa provar nada pra ninguém!

Blog - Qual o diferencial do PTC para 2018?

 

Fagner Calegário – Estamos à beira de uma reforma política que não sabemos no que vai dá, mas o que nós aqui defendemos é realmente essa renovação. Já falamos em outras conversar, aqui só vem quem não tem mandato (se não mudar o formato das eleições). Mudando, teremos que reavaliar.

Blog - E ai o PTC vai pra FPA ou fica na oposição?

Fagner Calegário – (risos) Estava demorando essa pergunta. Olha eu tenho um posicionamento. Isso não quer dizer que o grupo vai seguir.

Blog - E qual é?

 

Fagner Calegário - Defendo uma categoria e ela estar muito bem assistida pelo “chame chame” (risos).

 

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
24 SP_OUTUBRO 2017

 

O líder do Sindicato das Empresas Terceirizados, Fagner Calegario, criou uma Fan Page para se comunicar com a categoria. Toda semana serão postados vídeos e entrevistas sobre emprego, renda e outros assuntos de interesse da sociedade.

Com esse projeto o Sindicato pretende melhorar a comunicação com os funcionários terceirizados, assim como estreitar o relacionamento com os empresários do segmento.

O criador do projeto, membro da diretoria do sindicato, tem trânsito na maioria das empresas, como também é bem relacionado com os empresários de outros ramos, para quem presta serviços de Assessoria Jurídica e em Licitações.

Tudo indica que Fagner Calegario deverá ser o representante da categoria na luta por uma cadeira na Assembleia Legislativa. Ele acha que, lá, poderá brigar por melhoria dos trabalhadores terceirizados, assim como cobrar os pagamentos das empresas em dias.

O link da Fan Page é esse: https://www.facebook.com/f.calegario/

 

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
24 SP_OUTUBRO 2017

Dirigentes do PTC no Acre negaram ao Blog do Evandro Cordeiro que o ex-deputado Jamyl Asfury, sua mulher, Sandra, suplente de vereadora pela Frente Popular, e um grupo de pessoas ligadas a eles na Igreja Batista do Bosque estejam de “chegada” no partido.

Segundo Júnior Santiago e Fagner Calegário, presidente e secretário geral, respectivamente, os Asfury não se filiarão no PTC por uma razão: ao assumirem a sigla, em Brasília, eles estabeleceram não filiar ninguém com mandato, nem ex-deputados. “Nosso partido dará oportunidade à pessoas com potencial que não têm, nem tiveram mandato”, diz o assessor jurídico Calegário.      

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard