Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal
01 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
02 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
03 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
16 SP_DEZEMBRO 2017

O PDT só vai emplacar o secretário de Segurança, Emylson Farias, como vice na chapa do PT, na cabeça da qual estará Marcus Alexandre, se o presidente do partido, Luiz Tchê, levar a sigla para o chapão de federal. A aposta é de um dirigente da Frente Popular. “A chapa dele é forte, de fato, para deputado federal, mas ele precisa levar ela para o chapão. Se não fizer isso, dissolverá a ideia de Emylson vice”, afirmou o dirigente ao Blog. É que somente um chapão salvaria candidaturas carimbadas, principalmente do PT, e essa será a fatia dos aliados que se beneficiam há 20 anos dos benefícios do poder, todos distribuídos em suculentos cargos.

    

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
16 SP_DEZEMBRO 2017

O deputado federal Moisés Diniz (PCdoB) poderá ser o candidato a vice-governador na chapa da Frente Popular. Fonte do Blog do Evandro Cordeiro assegura que, nos bastidores, estaria tudo acertado com os comunistas. Nas redes sociais, tanto o governador Tião Viana (PT) quanto o irmão dele, senador Jorge Viana (PT), insinuaram essa possibilidade. Eles consideram o PCdoB aquele aliado da primeira hora da FPA. “Na verdade a Frente nasceu de uma junção entre PT e PCdoB. Agora, em um momento decisivo para o grupo, descartar um partido da magnitude do PCdoB seria temoroso”, disse uma fonte do Palácio.

Hoje cedo o Blog ouviu o deputado Moisés Diniz e insistiu nessa pergunta, mas ele saiu pela tangente. Apenas afirmou que provavelmente estará na chapa majoritária. No entanto, desde o início desta segunda-feira os dirigentes dos chamados partidos nanicos já estariam sendo chamados para aquela conversa inicial. A ideia é não provocar esses parceiros, por mais insignificantes que sejam. E isso o Palácio Rio Branco faz a há 20 anos, sempre com muito sucesso.

No próximo sábado, portanto, a chapa majoritária da Frente Popular já deverá ser apresentada com essa novidade. Moisés Diniz, do PCdoB, como vice de Marcus Alexandre, Jorge Viana e Nei Amorim como candidatos ao Senado. O secretário de Segurança, Emylson Farias (PDT), por enquanto o vice, teria sua candidatura azeitada pelo projeto, mas para deputado federal.           

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
16 SP_DEZEMBRO 2017

O ex-deputado federal Henrique Afonso esteve na manhã de hoje, 25, com o governador Tião Viana (PT), acompanhado pelo presidente do PSL, Pedro Longo e anunciou - oficialmente - seu retorno à Frente Popular.

O porta-voz do Governo do Estado, Léo Rosas, publicou em seu perfil do Instagram, com os dizeres: "Enquanto a oposição vai se espatifando, a FPA vai fortalecendo a unidade e atraindo reforços". 

Henrique Afonso já foi anunciado como pré-candidato a deputado federal em 2018, pelo PSL.

Henrique foi candidato a vice-governador com Tião Bocalom (DEM), em 2014, e dois anos depois foi candidato a prefeito de Cruzeiro do Sul, sob as bênçãos do deputado federal Major Rocha (PSDB), ficando em terceiro lugar.

 

 

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
16 SP_DEZEMBRO 2017

Por e-mail, dirigente da Frente Popular explica que mesmo se fossem de verdade, algumas pré-candidaturas a governador não chegariam a lugar nenhum: “A bibelô (se referindo à vice-governadora, Nazaré Araújo) não tem grupo. É solitária dentro do PT. É pouco política. O Zen (se referindo ao deputado Daniel Zen) tem um pequeno grupo, mas é fraco, não tem história. E o Emylson Farias é um bom quadro, mas afunda com a segurança. Ou seja: Marcus Alexandre nada de braçadas. O Tião e o Jorge vão ter que engolir o prefeitão. Ok, Evandro. Não cite meu nome, por favor!”.

No que pese a conjectura ser uma realidade, não citarei a fonte, claro.   

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
16 SP_DEZEMBRO 2017

Mesmo com o convite estendido a todas as lideranças políticas do Acre para um evento às 16h desta segunda-feira, 26, na Amac, com a presença do ministro da Saúde, Ricardo Barros, há informações segundo as quais a Frente Popular deverá boicotar. O acordo seria para que todos faltassem ao ato, inclusive o prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre (PT). Motivo do boicote: o acontecimento foi todo orquestrado pelo senador Gladson Cameli (PP), pré-candidato ao governo com chances de derrotar o PT.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard

BANNER PP P

Socialize