Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal
01 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
02 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
03 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
22 SP_OUTUBRO 2017

A torcida do PT para ver a BR-364 fechada nesse inverno próximo deverá virar pesadelo, segundo pessoas que fizeram o trajeto nesta quarta-feira, 18, entre Tarauacá e Rio Branco. Um grupo de empresários disse ao Blog do Evandro Cordeiro que o pior trecho da estrada, entre o rio Jurupari e o município de Feijó está ficando um “tapete” e que os demais trechos já estão garantidos para tráfego até o próximo verão.

O blog ouviu agora há pouco o superintendente do Dnit, Thiago Caetano, e ele confirmou: no máximo em 20 ou 30 dias estará feita a recuperação dessa parte mais ruim da BR. “Não sei se tem alguém torcendo contra, mas se tem vai se decepcionar, porque se Deus quiser vai ter tráfego pela BR por todo inverno”, afirmou Caetano.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
22 SP_OUTUBRO 2017

 

Por determinação do Ministro Bruno Dantas, do Tribunal de Contas da União (TCU), a Tomada de Contas Especial (TCE) do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), que condenou os ex-diretores do Deracre, Marcus Alexandre Viana e Sergio Nakamura, deverá ser revista. O relator questionou o fato dos gestores não terem tido suas defesas analisadas pelo controle interno do DNIT. Eles haviam sido multados pelo Órgão Federal a devolver R$ 155 milhões por irregularidades em dois convênios envolvendo as obras da BR-364.

A decisão do ministro prova que o PT ainda é muito forte e que não vai entregar o governo de mão beijada.

 

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
22 SP_OUTUBRO 2017

 

O superintendente do Dnit, Thiago Caetano, disse ao Blog do Evandro Cordeiro que na caravana de empresários que percorreu essa semana a BR-364, entre Rio Branco e Cruzeiro do Sul, tinha gente ligada ao PT com muita vontade de anunciar o fechamento da estrada. “Esses mal intencionados caíram do cavalo. Não podem dizer isso, porque viram todos os trechos e eu expliquei a dinâmica da recuperação. Não vai fechar”, afirmou.

A maioria dos empresários da caravana, segundo Thiago, viajaram de boa fé, torcendo pela obra, mas alguns poucos são, notadamente, ligados ao PT. Eram esses que queriam anunciar o caos, mas se frustraram. “A BR-364 vai dar trafegabilidade o ano todo, porque nós estamos trabalhando de forma organizada”, conclui o engenheiro civil Thiago Caetano.   

 

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
22 SP_OUTUBRO 2017

 

O ex-deputado federal Marcio Bittar está andando pelo Acre todo puxando uma caravana de seu partido, o PMDB, fazendo sua filiação diretório a diretório. O Blog do Evandro Cordeiro achou ele em um ramal recém-aberto nas proximidades da cidade do município de Porto Walter pelo prefeito Zezinho Barbary para dar acesso a uma das comunidades mais isoladas do Estado, a Restauração. “O prefeito Zezinho foi quase preso por abrir esse ramal, denunciado por ambientalistas”, disse Bittar. Mas as falas mais contundentes dele foram referentes ao prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre (PT), que acaba de figurar no epicentro de um grave BO, o caso Emurb, e o governador Tião Viana (PT), que não teve cerimônia de defender o ex-presidente Lula (PT), mesmo diante da delação bombástica de um companheiro deles de 30 anos, o ex-ministro Palocci. Viana declarou ser “Lula o homem mais digno desse País”. Em curta entrevista ao Blog Bittar qualifica os algozes, fala de sua pré-candidatura ao Senado e elogia o senador Gladson Cameli (PP) por estar fora da sujeira descoberta pela Lava Jato. Veja:

Blog – Por onde anda o senhor esta semana?

Márcio Bittar – Ando numa caravana do PMDB, me filiando de diretório em diretório. Aliás, o partido acertou em cheio ao bolar essa caravana com Flaviano Melo e Vagner Sales. Estamos indo a cada município e em todos eles estou sendo recebido pelas municipais, onde estou me filiando. Eles se sentem prestigiados e eu muito mais. Nessas andanças tenho conhecido histórias interessantes, como de uma pista na comunidade Restauração, onde tiveram que tirar uma sumaúma para poder posar avião, mas que foi difícil convencer as pessoas a derrubar essa árvore. Em porto Walter o prefeito Zezinho Barbary (PMDB) foi quase preso por fazer uma ramal para libertar pessoas. Enfim, mais uma vez faço o que sempre fiz na minha vida, que foi percorrer nosso Estado para falar com as pessoas.

Blog – Mesmo andando por ai pelo interior o senhor se informado dos acontecidos aqui na capital, como as prisões de diretores da Emurb, onde segundo a polícia teria acontecido um dos desvios mais volumosos de recursos, sob os olhos do prefeito Marcus Alexandre (PT)?

Marcio Bittar – Claro que sim. Isso já era algo assim esperado, porque está no DNA da esquerda se instrumentalizar com recursos para tentar se manter no poder. Não é novidade. Assim como não é novidade para ninguém que o prefeito foi condenado pelas obras malfeitas da BR-364, uma vergonha já conhecida no Brasil todo como um escândalo sem precedente na história. Aliás, no Acre todo, o prefeito de Rio Branco é conhecido já, está bem famoso, mas como o homem que gastou uma montanha de dinheiro e não conseguiu fazer a estrada.

Blog – O senhor sabe que essas declarações em relação ao prefeito da capital, que será o candidato do PT ao governo do Acre, podem lhe custar caras? Aliás, ao senhor e ao senador Gladson Cameli (PP), pré-candidato ao governo pela oposição.

Marcio Bittar – Amigo, eu não tenho rabo preso. Faz anos que o PT tenta arranjar qualquer coisa para me incriminar, mas nunca conseguiu porque tenho o nome limpo. Quanto ao Gladson, a mesma coisa. O máximo que eles conseguiram na eleição passada foi chamar ele de “riquinho”. E para piorar ainda mais para o PT, o Gladson é inocentado pela Ministério Público Federal.

Blog – A rigor, sobre Lava Jato, o governador Tião Viana (PT) se irritou com a delação do ex-ministro Antônio Palocci que atingiu de morte política o ex-presidente Lula e foi para as redes sociais fazer uma defesa apaixonada do ex-presidente. Disse, inclusive, que “Lula é um dos homens mais digno desse País”. A oposição vai usar isso em campanha?

Marcio Bittar – Não precisa usar isso em campanha, porque o povo agora é bem informado, pelas redes sociais. Mas quanto a delação do Palocci, mais uma vez fica demonstrado que assumiu o comando do País uma quadrilha que achava que o mais importante é o governo e o partido. Eles não respeitam as leis. As figuras mais altas da República criaram uma quadrilha para se locupletar e comprar apoio no Congresso e comprar as eleições. Não é à toa que as eleições ficaram insuportáveis. Ninguém conseguia ganhar deles. Mas estão todos enrolados na Justiça e quem deve tem que pagar. Quanto as declarações do governador, coitado, ele já está conhecido como alguém que não está com os pés no chão. Uma declaração dessa não dignifica ninguém. Se ele não quer concordar com a Justiça deveria se calar. Ele defender o indefensável diminuiu o Estado. O cargo fica miúdo. Ele vira um militante que cultua seu líder e mostra uma coisa doentia.

 

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
22 SP_OUTUBRO 2017

 

O prefeito Marcus Alexandre (PT) largou Rio Branco com sua buraqueira, nesta sexta-feira, 25, e se mandou para o interior fazer campanha para o Governo do Acre. Foi apresentado em Manuel Urbano e, parece, em Feijó, como o “super-administrador”. Ele estava acompanhado do senador Jorge Viana e do outro pré-candidato a senador pelo PT, deputado estadual Nei Amorim. Alexandre só não foi apresentado em nenhuma das reuniões como sendo o engenheiro responsável pelas obras da BR-364, que “derreteu” antes mesmo de ser inaugurada, segundo a oposição no Acre.

 

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard