Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal
01 / 03

Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal

O presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, reafirmou agora há pouco, em Brasília, o compromisso do partido com a pré-candidatura da procuradora de
02 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
03 / 03
O presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, reafirmou agora há pouco, em Brasília, o compromisso do partido com a pré-candidatura da procuradora de
Blog do Evandro Cordeiro

A Loja Romera, aquela das parcelas suaves na compra de eletrodomésticos, pode estar indo embora do Acre também, como fez o supermercado Gonçalves. O motivo é o mesmo em ambos os casos: a situação econômica do Estado, atolado numa crise resultante da política de florestania estabelecida pelo PT. Um funcionário da loja disse, inclusive, que já começaram as demissões. A direção da empresa está acertando com todo mundo, na boa, segundo linguajar do rapaz que falou com o Blog do Evandro Cordeiro, mas pediu para não ter seu nome citado. Caso se concretize, será mais um grupo grande de pessoas desempregadas.

Publicado em Blog

O defensor público aposentado Valdir Perazzo Leite e o empresário Fernando Lage, líderes do movimento liberal no Acre, estão deixando o PSL, depois de participarem ativamente da campanha do presidente eleito Jair Bolsonaro. Eles estão se aproximando do governador Gladson Cameli (Progressistas) por razões de equivalência naquilo que eles pensam sobre economia. “O governo Gladson quer libertar a economia do Acre e isso bate com o que a gente pensa”, disse Lage. A saída do PSL é de paz e tem apenas uma razão, a distância das lideranças locais do novo governo.

Publicado em Blog

O deputado estadual Fagner Calegario (PV) disse ao Blog do Evandro Cordeiro que o posicionamento agressivo do líder do governo na Assembleia Legislativa (deputado Gehlen Diniz-Progressistas) na defesa dos decretos 536 e 537, que regulamentam a participação de empresas de fora em licitações, não reflete a vontade do governador Gladson Cameli (Progressistas) de acertar. Calegário se envolveu em uma discussão com Gehlen na sessão desta quarta-feira, 20, após se posicionar contra os decretos, que segundo o deputado prejudicam os empresários acreanos. Em um encontro com Roberto Duarte na manhã desta quinta-feira, 21, Calegário disse que é preciso serenar as coisas, se desculpou pelo episódio de ontem, mas assegurou que lutará todo o mandato contra qualquer coisa que prejudicar os acreanos. Especialmente nessa questão das empresas locais.

Publicado em Blog

O médico Carlos Beirute, ex-vereador por Rio Branco, e um dos profissionais de saúde mais articulados politicamente no Acre, já trabalha nos bastidores para lançar outro médico, o primeiro suplente do senador Márcio Bittar (MDB), Eduardo Veloso, prefeito da capital em 2020. A ideia conquistou apoio de parte importante da categoria. Falta um partido. O PTB é a sigla mais simpática a Beirute, mas tudo ainda está sendo tratado nos bastidores. Onde uma candidatura como essa se encaixaria politicamente é outra decisão a ser tomada, segundo o Beirute. Poderá ser pela via alternativa ou ligada ao próprio governador Gladson Cameli (Progressistas). Vai depender das conversações políticas daqui para a frente. Só não tem possibilidade de ser ligada a turma que governou o Acre até o ano passado, conforme o grupo de Beirute.

Publicado em Blog

O ex-vereador Raimundo Vaz, candidato a prefeito em 2016, entrou no circuito para discutir a situação da cidade de Rio Branco, como está fazendo praticamente todos os moradores da cpaital. Experiente na vida pública, com mandatos desde os anos 1990 como vereador, ele diz que na campanha já dizia que para resolver a situação estrutural de Rio Branco não valeria a pena usar de subterfúgios populistas, como fez o ex-prefeito Marcus Alexandre (PT). “Ele foi um irresponsável que queria ser bonzinho”, afirma Vaz. Por meio de um papo rápido com o Blog do Evandro Cordeiro o ex-vereador quebra o silêncio de dois anos e fala também sobre o governo Gladson Cameli (PP). Veja:

 

Blog – Quando o senhor foi candidato a prefeito, em 2016, o senhor dizia que as tais obras estruturantes sobre as quais falava o ex-prefeito Marcus Alexandre era só falácia. Era só falácia mesmo?

 

Raimundo Vaz – Caro Evandro, quando fomos candidato a prefeito você também era candidato a vereador. Sabes do plano de governo que montamos pelo trabalho de profissionais e pelas lideranças para dar as respostas que Rio Branco precisa. Fixos uma proposta exequível e com respostas imediatas. Sabíamos que programa ruas do povo do governo do estado era frágil na sua execução e que os problemas que logo logo apareceriam precisavam ser evitados com intervenções onde poderíamos estourar, visto que são responsabilidades do construtor da as garantias por um certo período. Nós não tínhamos razão apenas por criticar a péssima qualidade das obras, mas também porque conhecemos a cidade e seus problemas. Agora pouco pode ser feito porque a municipalidade não tem recursos para fazer toda manutenção das ruas que foram destruídas, entretanto a prefeitura que sempre esteve na cumplicidade da péssima qualidade das obras executadas precisa exigir que as empresas que operaram os contratos cumpram com as garantias contratuais.

 

Blog – É possível a atual prefeita mudar a situação?

 

Raimundo Vaz - A prefeita não vai cumprir se quer com os compromissos de tapar os buracos porque ela sucedeu a um gestor irresponsável que nunca foi de fato um prefeito, tentou ser um cara bonzinho, populista que deixou a bagunça na cidade, ele não tinha projeto, não tinha planejamento apenas queria ser governador pela força da mídia. Ficou o tempo todo no cargo fazendo campanha para ser governador. A prefeita vai pagar um preço alto porque pra cuidar de uma cidade bem requer preparação de equipe e continuidade das obrigações do ente federativo. O prefeito Marcus Alexandre parecia, por força da mídia, que era um prefeito moderno e preocupado com a cidade, na verdade ele não teve projeto nenhum, se aproveitou de todas as obras de UBSs e Creches do programa Brasil carinhoso que o Angelim conseguiu os recursos. A única obra de relevância que ele se meteu a fazer deu no que deu que é o shop popular. Se aproveitou do programa estadual ruas do povo e vendia como se fosse dele. Enganou uma cidade inteira e um povo de bem que acreditava na força da mídia paga muito cara através do sacrifício de uma população pobre que pagavam seus impostos com muito sacrifício. Por esta razão larguei uma reeleição de vereador para denunciar os desmandos e a situação em que se encontrava Rio Branco, não fomos vitoriosos, mas também não fomos omissos. Por tudo isso fui ser candidato a prefeito enfrentado uma verdadeira estrutura de um castelo de mentiras que só agora começa a ser mostrado a realidade.

Publicado em Blog

O líder comunitário Vagno Rodrigues, ex-dirigente da Umarb, amanheceu nesta quarta-feira, 20, convocando a população de Rio Branco a fazer um mutirão para tapar os buracos das ruas da capital. Vagno disse ao Blog do Evandro Cordeiro que está impossível a situação da Baixada da Sobral. Muita gente aderiu à proposta dele nas redes sociais, algumas alegando que a prefeita Socorro Neri (PSB) ja consegue empatar com o ex-prefeito Marcus Alexandre (PT), que também não deu conta de arrumar as ruas da principal cidade do Acre.

Publicado em Blog

O líder comunitário Vagno Rodrigues, ex-dirigente da Umarb, amanheceu nesta quarta-feira, 20, convocando a população de Rio Branco a fazer um mutirão para tapar os buracos das ruas da capital. Vagno disse ao Blog do Evandro Cordeiro que está impossível a situação da Baixada da Sobral. Muita gente aderiu à proposta dele nas redes sociais, algumas alegando que a prefeita Socorro Neri (PSB) ja consegue empatar com o ex-prefeito Marcus Alexandre (PT), que também não deu conta de arrumar as ruas da principal cidade do Acre.

Publicado em Blog

O secretário de Educação da prefeitura de Rio Branco, ex-deputado Moisés Diniz, ligado ao PCdoB, elogiou a atitude do vice-governador, Major Rocha (PSDB), de ir ao encontro de sindicalistas, na rua, para com eles dialogar sobre a situação do Pró-Saude.


Foto rocha

"Esta foto me chamou a atenção: um vice-governador vai pra rua dialogar com manifestantes.


Quem está ali no sol ou na chuva, são pais e mães de família, que dependem daquela luta para sustentar os seus filhos.
Quando fui líder do governo, eu fazia isso sempre. Às vezes, contra a orientação dos burocratas do poder.
Depois, terceirizaram a política, escolheram assessores para dialogar com o movimento social.
Não canso às vezes que vi sindicalistas revoltados com a grosseria e até desrespeito de alguns desses assessores. Deu no que deu.
Ora, quem tem que dialogar com o povo é quem o povo elegeu", escreveu em sua página no Facebook hoje cedo.

Publicado em Blog

O MEC aprovou o funcionamento de um curso de medicina em Cruzeiro do Sul, graças ao prestígio do prefeito Ilderlei Cordeiro (Progressistas) em Brasília. Nesta segunda-feira, 18, o diretor-executivo dos cursos de Medicina do grupo Nre Educacional, Paulo Marcondes, reuniu-se com a chefe de gabinete do prefeito, Idelcleide Cordeiro, e com a secretária de Saúde, Juliana Pereira, para tratar sobre o assunto e definir parcerias.

Autorizado pelo Ministério da Educação (MEC) a implantar uma filial, o Instituto Tocantinense Presidente Antônio Carlos (ITPAC), centro educacional que ofertará o curso, é uma instituição de ensino superior privada que compõe o grupo Nre.

“Já temos um local alugado, que está em fase final de construção e adaptação. Estamos comprando os livros e material que serão utilizados no curso. Eu vim aqui para conversar com os parceiros: Prefeitura e médicos”, frisou Marcondes.

Ainda segundo Paulo, as atividades acadêmicas devem começar até o segundo semestre do ano. Todo os insumos e serviços utilizados na instituição educacional são contratados no município, o que impacta positivamente na economia local.

“Qualquer faculdade que se instala em um município traz consigo grande desenvolvimento, em especial, na área econômica. Essa faculdade de Medicina em Cruzeiro do Sul é a realização de um sonho, pois muitos alunos que saem em busca do curso, até mesmo em outros países, poderão ficar aqui, gerando emprego e renda na nossa cidade”, salientou Idelcleide Cordeiro.

Para a secretária de Saúde, Juliana Pereira, a faculdade vai refletir também na melhoria dos serviços de saúde ofertados à população. (com assessoria)

Publicado em Blog

O deputado federal Alan Rick (DEM) traz nesta sexta-feira, 22, ao Acre, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina. Ela participa de duas agendas aqui no Estado. A primeira, às 7h30 da manhã, na Federação da Agricultura e Pecuária, onde ela vai falar a um grupo de produtores. Em seguida ela visita a fazenda Mariana, do empresário Raiolando Costa, onde vai acontecer o evento que marcará a primeira colheita de soja no Acre. “Estou convidando pessoas ligadas ao setor produtivo para prestigiarem os dois da ministra, que trará boas novas para o Acre”, diz o deputado Alan ao Blog.

Publicado em Blog
Página 1 de 8

Socialize