Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal
01 / 02

Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal

O presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, reafirmou agora há pouco, em Brasília, o compromisso do partido com a pré-candidatura da procuradora de
02 / 02

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
Blog do Evandro Cordeiro
Sábado, 16 Novembro 2019 14:18

"Família azul" agradece Mara Rocha por emenda

F3BFB2B6 6250 4F9D A833 966DC49FBAB4

A deputada federal Mara Rocha (PSDB) recebeu agradecimentos da Associação Família Azul do Acre (AFAC), durante a palestra "Autismo e Inclusão Social", promovida pela Associação, na manhã deste sábado, 16, no Colégio Dom Bosco.
Com a presença do vice-governador, Major Rocha (PSDB), que já apoiava a Associação ainda como parlamentar, Mara foi recebida para um ato de agradecimento por destinar uma emenda no valor de R$ 3 milhões, valor destinado para a construção do Centro Multidisciplinar para Autistas.
Mara Rocha tem se destacado pelo mandato atuante e, sobretudo, por demonstrar interesse em causas sociais. Conhecida como "amiga da saúde", a deputada já consegiu emendas para o centro de nefrologia da Fundação Hospitalar, como também para o tratamento de dependentes químicos, entre outros.
O presidente da entidade, Abrahão Púpio, revelou ao Blog do Evandro Cordeiro a importância da emenda para a AFAC: "Nós precisamos de terapia com profissionais especializados em Transtorno do Espectro Autista. Não de abordagens genéricas, como se todas as deficiências demandassem as mesmas técnicas. Autistas precisam de diagnóstico, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, equoterapia, psicólogas especializadas, médicos neuropediatras, neurologistas ou psiquiatras infantis. Cada caso demandará uma ou várias intervenções com múltiplos profissionais. O Centro pode otimizar isso tudo em um mesmo espaço. Famílias pobres também têm limitações de locomoção", disse Pupio.
Emocionada, Mara reagiu aos elogios afirmando ser um sonho a aquisição do recursos. "Através da Família Azul, em 2018 pude conhecer os desafios e necessidades que envolvem essas pessoas. Se meu mandato terminasse hoje, eu já estaria bem feliz", disse.
O Centro Multidisciplinar Especializado será construído com a emenda, que garantirá aquisição de equipamentos e mão de obra especializada. A associação conta somente com dois neuropediatras morando no Acre.
Os recursos serão encaminhados para a Sessacre já em 2020, para o início imediato das obras.

Publicado em Blog
Sábado, 16 Novembro 2019 10:08

ARTIGO - UM JESUÍTA ENTRE NÓS

94E0F914 2FAE 44FF B396 81DBD301C13A

ARTIGO

UM JESUÍTA ENTRE NÓS

Enilson Amorim

Iniciamos a reflexão, com uma breve contextualização da origem do Ratio Studiorum, que remonta as Constituições da Companhia de Jesus, elaborado por Inácio de Loyola e colocada em vigor em 1552. A sua IV parte, dedicada à educação, traz as linhas mestras da organização didática e o espírito da atividade pedagógica da Ordem.
Assim, quando Inácio de Loyola, em 1552, grafou, junto aos jesuítas, o Rátio Studiorum (método pedagógico dos jesuítas), considerado não só como uma das primeiras leis orgânicas que nortearia os métodos educacionais, já trazia, incluso, um vasto currículo, métodos de ensino e uma didática que deveria ser aplicada aos novos convertidos. Loyola estava procurando, naqueles tempos, sobre o comando do Papa, trazer o cristianismo ao Brasil bem antes da chegada do luteranismo. E mais, ele repensou em aprimorar a catequese, no intuito de proliferar a fé católica em toda a Europa, de forma brilhante. Tal currículo, contido no Rátio, não se resumia, apenas, aos objetivos referidos, mas, ainda, ensinar as ciências e formar bons alunos e futuros professores, como excelentes oradores, ricos em dialética e retórica, algo que ninguém ousaria apontar defeitos.
No que pese ao projeto luso, praticamente não existe nada recôndito, todos já sabemos que a dominação tinha que reinar de ambos os lados. A igreja e metrópole deveriam identificar qual era o modelo de cidadão propício ao espaço colonial e, assim, criar um projeto político pedagógico, visando garantir a formação de indivíduos dóceis e de fácil manipulação. Mas sobre este assunto, discutiremos em outro momento. 
Retomando a questão primeira deste texto, por mais que José de Anchieta e o Manoel da Nóbrega tivessem métodos didáticos produzidos, num determinado tempo histórico, as estratégias de ensino foram retiradas do Rátio Studiorum, que traduziam grandes obras literárias clássicas, dentre as quais alguns fragmentos da bíblia para a língua tupi, no intuito de tornar o aprendizado cristão inclusivo, pela utilização da língua indígena, o que tornaria o processo de ensino/aprendizagem mais participativo, do ponto de vista cultural. Anchieta e Nóbrega, como bons missionários, demonstram, nesse método, algo muito revolucionário para a época. Assim, por essas e outras, os jesuítas foram perseguidos e chegaram a ser expulsos, dada a aproximação aos povos nativos e pelas denúncias ao descaso da metrópole aos verdadeiros donos da terra. 
Não se pode olvidar que com a 1º e a 2º Revolução Industrial, alterou-se o ambiente de trabalho e, com ele, tudo deveria se transformar, inclusive o ensino e seus métodos. Hoje, os tempos são outros, instrumentos tecnológicos imbuídos de conhecimento cibernético e robótico tomaram conta das indústrias, criando marcas, no nosso dia a dia, no seio familiar e, principalmente, no espaço escolar. Por isso é urgente estudar outros modelos de currículos, ao longo dos séculos, embora cada um deles atendesse a realidades distintas.
 Hoje, o mundo mudou, a informática modernizou a vida e criou novos hábitos, porquanto ampliou os aplicativos de comunicação na web. Ainda, deu impulso no processo comunicacional, numa velocidade que os humanos não esperavam, ou pelo menos não estavam preparados. Isso tudo deixou os professores e outros profissionais perdidos no tempo e no espaço.
Ao longo da história da educação mundial, professores e outros estudiosos, preocupados com o destino da juventude, para evitar alienação decorrente de fatores tecnológicos e robóticos, buscaram uma política educacional voltada à mudança de currículos, conteúdos e didática. Assim, por meio de inovação, buscaram novos modelos curriculares adaptados à realidade, mas, sobretudo, com um olhar mais focado para a educação especial. Desse modo, propunham um leque de atuação mais socializado na construção dos saberes, com setores da sociedade, tornando o currículo mais humanista e participativo. 
Assim, viajando nesse tempo histórico, chegando à atualidade, com o objetivo de conhecer as estratégias de incluir os excluídos, dentro do universo educacional, chegamos na adequação do novo currículo, a BASE, ou melhor BNCC (Base Nacional Comum Curricular), que é, sem dúvida, de suma importância, pois estabelece conteúdos igualitários para estudantes de todo país, podendo o mesmo ser flexionado de acordo com as dificuldades individuais do aluno. E, pelo visto, um desses professores, que planeja um excelente trabalho, aqui no Acre é, sem dúvida, Mauro Sérgio Cruz e sua valiosa equipe. Esse olhar dele é compreensível, considerando, que antes de ser Secretário de Estado, foi professor, logo sabe exatamente as dificuldades que encontram os educadores nesse caminhar sofrido. Fazer um sistema educacional funcionar bem não é tarefa fácil. 
Sob essa ótica, o Secretário tem demonstrado preocupação de levar aos excluídos uma educação de qualidade. Mas, para isso, ele sabe o quanto é importante suas andanças, buscando ouvir as crianças, os adolescentes, os pais dos alunos adentrando nos lugares mais distantes do nosso Acre, tentando uma escuta, olho a olho, corpo a corpo. Na busca de compreender o processo educacional como instrumento que aproxima os esquecidos dos lembrados e, a partir de então, adotar políticas de inclusão educacional, democratizando a educação. 
Trabalhando, desse modo, Cruz nos remete ao passado, trazendo um olhar positivo e cheio de esperanças, ao tempo em que mostra a formação jesuíta moderna, que tanto nos orgulha. Ele enxerga, de forma afetiva, os excluídos e, com isso, sente, na pele, as dificuldades dessa população sofrida. Para minimizar essa chaga social ele propõe ao Estado um tratamento mais humanista aos alunos e, como um bom professor, não se cansa de escrever em seu quadro que a maior arma para combater as desigualdades sociais é a educação. Neste sentido, o nobre Mestre, mesmo sentindo os ventos contrários pombalinos, numa tentativa ferrenha de derrubá-lo e deixá-lo fracassar, permanece de pé, firme igualmente um soldado do Senhor, iluminado, cativante, hospedeiro do conhecimento, enérgico e sempre apoiado pela fé de que um dia a educação será igual para todos. E é por estas e outras que este professor precisa da ajuda de cada cidadão acreano. É educação o motor que move o mundo. Avante, professor Mauro Cruz, um jesuíta entre nós.

Publicado em Blog

O ex-presidente da Juventude do MDB, jornalista Wiliandro Derze, disse que os trabalhadores do Estado tem todo o direito de reivindicar melhoras do atual governo, protestar contra essa ou aquela medida, amparados pela Constituição. Mas desqualificou a presença de dois "sindicalistas" à frente desses movimentos, Cláudio Ezequiel e Manoel Lima. "Colocar Cláudio Ezequiel e Manoel Lima à frente de um movimento como esse é esquecer deles quando junto com o Carioca estavam no governo e batiam na mesa, defendiam o que era conveniente para eles, Governo e ignoravam sindicalistas e categorias.
Agora fora do governo estão lutando para garantir o que sempre tiraram dos trabalhadores. Qual motivo, heim? O Governo atual, diferente do anterior, junto com sua base tem ouvido as categorias", afirma.

Publicado em Blog

A vereadora Darcila Maria Rodrigues Lima, do Progressistas de Porto Walter, um dos municípios mais isolados e mais distantes de Rio Branco, localizado a um dia de viagem por embarcação saindo de Cruzeiro do Sul, está na capital do Acre essa semana. Veio fazer uma visita institucional a Assembleia Legislativa. Não sem razão. Ela é do mesmo partido do presidente da casa, deputado Nicolau Júnior. Darcila também viu de perto a correria do governador Gladson Cameli, também de seu partido, que passou parte da semana envolvido em agendas do setor de segurança. Abraçada por seus correligionários da capital, a vereadora diz que volta para a sua terra cheia de sonhos, um deles o de ver a ligação por terra de seu município com Cruzeiro do Sul.
Ainda na capital ela visitou ainda o secretário de Educação, Mauro Sérgio Cruz, e o presidente do Depasa, Zenil Chaves. "Ao final de nossa conversa ficou acertado sobre sua ida a Porto Walter com equipe técnica, para tratar de assuntos pontuais principalmente o preço exorbitante da tarifa de água No Tribunal de Contas do Estado, também tive uma audiência com presidente em exercício, Dr. Valmir Ribeiro e a assessora técnica Kelly, onde busquei informações sobre a administração publica nos dois poderes da municipalidade (Legislativo e Executivo), visando adquirir mais conhecimentos para fortalecer minha situação como legisladora e fiscal dos recursos publicos que aqui chegam e também estreitar laços com essas entidades", disse a parlamentar.89865FDD E1B2 4774 90F9 672D53C1AA0A

Publicado em Blog

780ABA7D BA3F 43E0 8754 45E494E8B8C9

O médico Eliatian da Silva Nogueira, conhecido como Dr Nogueira, vai encarar a popularidade do prefeito de Manuel Urbano, Tanizio Sá (MDB), sem medo, na disputa pela prefeitura daquele município, em 2020. Só falta o partido para esse médico nascido em Sena Madureira, mas com serviços prestados à vida inteira ao povo murbanense. Ele mandou dizer o seguinte ao Blog: "A pedidos de A
alguns amigos e convites partidários, depois de algumas especulações, nós decidimos nos apresentar como pré-candidato à prefeitura de Manoel Urbano. Fizemos algumas avaliações e chegamos a uma conclusão positiva. Por esse motivo resolvemos colocar o nosso nome à disposição da população murbanense, democráticamente. Quero contribuir com o processo eleitoral e da nova política. Sou médico, empresário, cristão, casado, pai de família, e embarco nesse novo projeto levantando a bandeira das novas políticas de descentralização".

Publicado em Blog

Na próxima terça-feira, 19, acontece em Rio Branco a eleição Conselho Regional de Contabilidade. A disputa pelo CRC virou disputa de gente grande, desde que as faculdade particulares começaram a formar turmas de contadores no Acre. E essa não será diferente. O atual comando do Conselho vai encarar uma chapa 2 cheia de novidades e com ideias avançadas para a categoria. Na cabeça desta chapa está o professor universitário Wellington Chaves, empresário contábil e com largo histórico na luta pela categoria. Ele atuou, por exemplo, nas negociações que resultaram em gratificações para os contadores do Estado, além de lutar pela educação continuada no interior. Chaves montou uma chapa jovem, segundo ele, com muita disposição para avançar em favor da categoria. Terça à tardinha vamos saber o resultado da disputa, evidentemente saudável, pelo nível das pessoas envolvidas.

Publicado em Blog

 

O senador Sérgio Petecão (PSD), coordenador da bancada federal do Acre, disse agora há pouco ao Blog do Evandro Cordeiro que precisa agradecer ao ministro Sérgio Moro, a atual bancada federal, além de ex-deputados, pelo esforço de todos em prol das emendas que garantiram a vinda de tantas viaturas para o Acre, apresentadas num desfile nesta quinta-feira, 14. Petecão também diz que reconhece o esforço do governador Gladson Cameli (Progressistas) para equipar sua polícia. "Em nome da bancada acreana, quero agradecer ao ministro da Justiça Sérgio Moro, a sensibilidade com o nosso Acre, foi uma pessoa fundamental para que conseguíssemos liberar os recursos necessários para a aquisição dos veiculos que chegaram no Acre. Agradecer também, aos ex-parlamentares e os atuais integrantes da Bancada Acreana, que em concesso alocaram os 47 Milhões, que foram investidos na aquisição desses veículos e de outros veiculos que já estão em circulação nas nossas cidades, bem como, fardamentos armas e munições.
Reconheço também, o esforço do Governador Gladson Cameli e Equipe, em agilizar os procedimentos burocráticos, para a aquisição dessas novas caminhonetes que já chegaram no Acre, que são ferramentas importantes, para a segurança da população acreana", disse o senador.

Publicado em Blog

A nova Pronto Clínica, dirigida pelo médico Carlos Beirute, acaba de inaugurar uma novidade no mundo da medicina privada no Acre, o serviço de ambulância. O veículo, dos mais modernos do Brasil, já tem itinerário resolvido: casa/hospital; hospital/casa; hospital/hospital. Para fazer o carrego a ambulância obedece todas as normas vigentes. Cada caso é verificado pela equipe médica do hospital e dependendo do problema do paciente o médico acompanha. Ou, no mínimo, um enfermeiro. "Ou seja: tudo foi pensado minuciosamente para que o paciente receba o tratamento que merece, num alto padrão", diz o experiente Beirute, um dos médicos mais respeitados do Norte do Brasil.

Publicado em Blog

O pastor Osman Sales, um dos maiores conhecedores de Bíblia da região Norte, será o palestrante de um seminário sobre a volta de Jesus à terra, a grande tribulação, entre outros temas escatológicos, marcado para acontecer dias 15, 16 e 17 na igreja Batista Ágape, na rua principal do Conjunto Universitário. Os que acreditam e os descrentes estão convidados para matar a curiosidade sobre esse complexo assunto. A entrada é franca e o horário será sempre as 19hs, com exceção do domingo, que acontecerá pela manhã.

Publicado em Blog

8E0AF6F6 7CFE 426F AAD6 D25B9BC2069C

A vereadora Janaína Furtado será a candidata a prefeita de Tarauacá pelo Progressistas, partido do governador Gladson Cameli. Ela foi apresentada como tal na noite desta quarta-feira, 13, numa festa realizada no Sinteac. A presidente do partido, senadora Mailza Gomes, conduziu todo o evento, como vem fazendo por todo o interior do Estado. Janaína, que disputou o governo em 2018 pelo Rede, partido da ex-senadora Marina Silva, obtendo boa votação principalmente em Tarauacá, está entusiasmada com a ideia de disputar a prefeitura. "Nunca subestime a capacidade e o poder da mulher. Não subestime o poder da Janaína Furtado", ameaçou em tom absolutamente do bem a parlamentar, já no terceiro mandato naquela cidade.

Publicado em Blog
Página 1 de 8