Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal
01 / 03

Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal

O presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, reafirmou agora há pouco, em Brasília, o compromisso do partido com a pré-candidatura da procuradora de
02 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
03 / 03
O presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, reafirmou agora há pouco, em Brasília, o compromisso do partido com a pré-candidatura da procuradora de
Blog do Evandro Cordeiro

O vereador Carlos Juruna recebeu essa semana do presidente do PSL, Pedro Valério, a carta de liberação para deixar o partido sem o prejuízo da perda do mandato, como vigi a lei eleitoral. Valério, coronel Ulisses Araújo, Frank Lima e Tião Bocalom, os homens fortes do PSL, entenderam que quem mudou de ideologia foi o partido e não o parlamentar, razão pela qual é justo liberar Juruna. Ele recebeu a carta e saiu rapidinho. Está sendo convidado por um outro partido da Frente Popular. “Por enquanto não posso falar ainda porque estou ouvindo algumas pessoas, meus amigos camelôs e o presidente desta sigla”, disse ao Blog do Evandro Cordeiro.  

Publicado em Blog

O pré-candidato a governador pelo Avante, professor universitário David Hall, disse ao Blog do Evandro Cordeiro que em seu governo a tolerância será zero para a corrupção. Ele disse, também, que tem esperança de romper, nas eleições desse ano, uma barreira instransponível até hoje no Acre, a da polarização entre PT e oposição. “Um dia os esquemas financeiros, a televisão, vão deixar de ser o fiel da balança de uma eleição ai vão prevalecer as ideias”, diz ele. A seguir, ele discorre sobre plataforma de Governo e o que tem para oferecer aos que precisam da saúde pública. Veja:  

 

Blog - No que a sua pré-candidatura se difere das demais?

 

David Hall - Para começo de conversa eu sempre utilizo o termo “nós” porque se trata de um projeto coletivo, então a primeira barreira que a gente rompe é com esse personalismo. É um erro achar que se vai governar um estado sozinho, é preciso reconhecer o trabalho da equipe que está ali no dia a dia, que faz as coisas acontecerem.

Eu acredito que há uma urgente necessidade de renovação na política e renovar nada mais é do que mudar, mas a mudança não significa somente a oxigenação de novos quadros. A mudança que precisa ser alcançada é com relação a maneira como concebemos e atuamos na política, eis o nosso grande nosso grande desafio: mais do que ganhar essas eleições trata-se de fazer com que a sociedade reveja determinadas práticas que nos trouxe até aqui. Nós não somos só vítimas do caos que vem ocorrendo na política, somos também responsáveis, mas somos também a solução.

Enquanto todos os outros partidos estão organizando seus candidatos proporcionais com base no pragmatismo eleitoreiro onde se privilegia o aporte econômico, o tempo de tv e a quantidade de candidatos. Nós estamos promovendo um curso de qualificação para que os nossos candidatos possam apresentar propostas factíveis de serem implementadas e que respondam efetivamente aos anseios da população.

Os partidos que fazem parte da base de sustentação do governo ocupam as secretarias independentemente de qualificação técnica numa lógica perversa do famoso “toma lá dá cá” que os “especialistas” chamam de “coalizão”. Nós pretendemos romper com essa lógica convidando os profissionais mais competentes e capacitados, de caráter ilibado e que queiram contribuir para o desenvolvimento do estado independentemente de filiação partidária ou orientação ideológica.

Enquanto algumas candidaturas que estão postas falam sobre segurança pública numa perspectiva limitada do enfrentamento e da repressão, nós entendemos que a ausência de iluminação pública e o abandono do poder público na manutenção de parques contribui para a incidência de ações criminosas, ou seja, para além da estrutura mínima que um policial militar, por exemplo, deve ter como viaturas abastecidas e em boas condições, uniformes, coletes, armamento, balas, etc., que é dever do Estado, nós precisamos ir na raiz do problema ocupando o tempo ocioso dos jovens com políticas públicas emancipatórias para não serem cooptadas para o mundo do crime. Isso sim é uma visão holística que percebe que a segurança pública dialoga com outras áreas.

Se outras candidaturas apresentam propostas de maneira vaga, superficial e rasa procurando resolver problemas complexos com soluções simplórias, nós do Avante oferecemos um projeto de Estado com base em análises profundas e densas dos principais problemas que afetam a sociedade acriana e que são de responsabilidade do poder público dizendo de maneira clara e coerente o que nós vamos fazer, como nós vamos fazer e de onde vem os recursos para poder fazer.

A verdade é que a nova política nada mais é que a boa política!

 

Blog - O Avante anunciou sua pré-candidatura em conjunto com o Sanderson Moura e agora de forma repentina o Sanderson aparece como candidato ao senado pelo PRTB. O que aconteceu para haver essa movimentação inesperada e o quanto isso impacta na chapa majoritária do Avante?

 

David Hall - Olha o Sanderson é sem sombra de dúvidas um candidato que eleva o nível do debate e que certamente tem muito a contribuir nessas eleições, agora as pessoas são livres para entrarem e saírem do partido de acordo com suas convicções sem nenhum prejuízo. Nosso carinho e admiração pelo Sanderson continua inabalável, até porque ele representa esse movimento da nova política.

 

Blog – O País passa por uma turbulência política muito perigosa com relação a corrupção, caso seja eleito qual será a sua postura com relação a essa prática?

 

David Hall - Tolerância zero! A corrupção é inadmissível! É inconcebível que um gestor não tome conhecimento do que acontece nas secretarias, isso ocorre quando o governo é fatiado e distribuído para os partidos. A corrupção deve ser combatida não só pelo discurso, mas pela ação e não há ação melhor que o exemplo, o representante do povo tem que abrir mão de regalias e a conduta ilibada é um requisito mínimo. Se for adotada uma postura ríspida no sentido de buscar punir os envolvidos e reparar os danos causados ao erário público, isso irá inibir futuras ações ilícitas. Só para exemplificar na prática uma medida a ser feita é organizar os dados que são disponibilizados no portal de transparência pública. A maneira como esses dados são lançados hoje impossibilita a compreensão de qualquer um de nós. O problema não é a falta de informação, mas é que a informação chega intencionalmente de uma maneira completamente inacessível ao cidadão comum, daí a necessidade de nós organizamos esses dados de maneira clara e objetiva. A todo momento nós constatamos a interferência do governo nos órgãos de controle e fiscalização, como o Ministério Público, o Tribunal de Contas e a própria Assembleia Legislativa. No nosso governo esses órgãos e instituições terão total autonomia e independência.

 

Blog - Com relação a saúde do nosso estado, o senhor já tem alguma proposta?

David Hall - Conversando com os cidadãos que fazem uso dos serviços públicos de saúde, no qual eu me incluo, podemos constatar reclamações recorrentes em relação ao mal atendimento, a demora para realização de exames e filas enormes. O que precisa ser feito? Melhorar o processo de seleção de pessoas. Quem trabalha na área da saúde precisa ter empatia, alteridade, um olhar de cuidado com o outro. Veja quem procura os serviços de saúde é quem está doente, daí você é mal atendido, às vezes o médico não é atencioso, servidores ficam nos celulares, enfim, esses são os relatos que chegam até nós. A prioridade não é só construir prédios! Temos que dá resolutividade, quem está doente não pode esperar meses para receber um exame, meses para fazer uma cirurgia!

 

Blog - Professor, para finalizar como você acha que irá romper com essa polarização das outras candidaturas que possuem recursos financeiros, tempo de televisão, etc.?

 

David Hall - Eu tenho escutado de pessoas que nem conheço que voltaram a sonhar com a nossa pré-candidatura e é justamente essa capacidade de sonhar que nós não podemos perder. Eu sonho que um dia não serão as pesquisas, os recursos financeiros, a quantidade de partidos ou o tempo de TV que irão ditar em quem devemos ou não escolher como representante. Nós do Avante temos esse sonho e tenho certeza que outras pessoas sonham com isso e nós iremos nos conectar em torno desse sonho para que torne realidade. Só depende de nós!

Publicado em Blog

Com texto de Assem Neto, do acjornal

O governador Tião Viana (PT) e o secretário afastado de Saúde, Gemil Júnior, comemoram mais uma vitória contra os milhares de servidores da Saúde. E, para isso, precisou contar com a “preciosa e suspeitíssima” contribuição do Ministério Público. Ou seja, está declarada a inconstitucionalidade da lei que transforma o Pró Saúde numa autarquia estadual. A decisão foi do Pleno do Tribunal de Justiça do Acre, nesta quarta-feira, e repercute como um ato de vingança extremada, insana, do governo contra a mobilização dos trabalhadores que enterrou a terceirização do Huerb e das UPA´s. A lei foi aprovada em placar apertado, na Assembléia Legislativa, em dezembro, no que foi considerada a primeira grande derrota de Tião naquela Casa.

A presidente do Spate, Rosa Nogueira, se disse “enojada diante da manobra ardilosa e vergonhosa do governo, que não se preocupou, em nenhum momento, com o futuro de profissionais em saúde que, agora, estão prestes a ser demitidos”. A sindicalista fez a defesa dos enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem. Para os sindicalistas, o governador incitou o MP a mover a ação contra os servidores. Cerca de 1.800 pais de família do Pró-Saúde perderão seus empregos com a queda da lei.

Numa nota pública emitida no início da noite de quarta-feira, o Sintesac critica MP, que teria agido em flagrante advocacia temerária para garantir a vitória do governo no tribunal. “O representante do Ministério Público Estadual não economizou esforços para impedir que a Corte nos ouvisse. A pergunta que fica é: o que levou o Procurador Geral de Justiça adjunto a calar a voz da última trincheira dos servidores do Pró-Saúde?”, questiona a nota.

O sindicato diz que o Governo Estadual não teve coragem de entrar diretamente com esta ação, mas agora vibra às custas da angústia e do peso que irá recair sobre os ombros dos servidores que poderão voltar a serem dispensados”.

“Fiquem certos de que a luta ainda não chegou ao fim. Nós ainda temos muita lenha para queimar, e, no final, veremos quem será consagrado com a vitória”, alerta o sindicato. O Poder Judiciário foi vítima de uma quimera, razão pela qual estamos certos de que este jogo terá uma reviravolta, pois na próxima segunda-feira estaremos ingressando com uma AÇÃO DECLARATÓRIA acerca da verdadeira natureza jurídica do Pró-Saúde, bem assim daremos continuidade na ação de reintegração dos concursados que foram ou vierem a ser dispensados sem justa causa”.

“PT nunca mais”, gritam servidores

Depois do julgamento nesta quarta-feira os servidores do Pró-Saúde, revoltados, saíram do pleno do TJ aos gritos de “PT nunca mais” e “Fora Marcus Alexandre, candidato do Tião Viana”. Segundo advogados que presenciaram a cena, a revolta das mais de 1,4 mil famílias é que tudo teria acontecido por meio de um conluio, envolvendo poderes.    

Publicado em Blog

Olá amigos!

Escrevo aqui estas linhas apenas para esclarecer matéria veiculado neste conceituado Site de Notícias de nosso Estado sobre internação hospitalar a que fui submetido esta semana no Instituto do Coração - INCOR-HCFMUSP.

Estava em São Paulo em agenda da Câmara de Vereadores de Rio Branco quando senti umas palpitações no peito que me fizeram ligar para amigos médicos do Incor os quais me pediram para ir até o hospital e passar em consulta.

Tenho inúmeros amigos lá visto que trabalhei naquele hospital por 03 anos seguidos em 2003, 2004 e 2005.

No ato da consulta foi evidenciado uma taquicardia de 130 bpm em repouso fruto de uma Fibrilação Atrial que eu já estava controlando com medicações específicas à algum tempo, porém me impediam de praticar atividades aeróbicas pois a minha frequência cardíaca se elevava rapidamente o que me levava à fadiga em poucos minutos.

O Amigo e colega de Profissão Dr Fábio Fernandes resolveu me internar e solicitar uma intervenção mais agressiva e resolutiva para o meu problema.

Indicou uma Ablação Cardíaca que é um procedimento de alta tecnologia e dependente de ser realizado por mãos treinadas no mesmo.

É realizado via cateterismo pela virilha ou braço onde um cateter é conduzido até o coração e a partir daí vai queimando os nervos que causam as descargas elétricas irregulares que causam os batimentos irregulares.

Quando relatei isso em minha página pessoal do face book foi apenas no intuito de compartilhar com meus amigos o susto que tive e que tudo já estava bem.

Quando falei das pessoas que não conseguiam o acesso fácil a alguns tratamentos e mesmo acesso ao diagnóstico de suas doenças ou mesmo os remédios para tratá-las é porque estando no Sexto andar do Incor, nas madrugadas que estava sem sono ficava sentado na janela q dá acesso pra rua Dr Enéas bem em frente ao Prédio dos Ambulatórios e Farmacia do Hospital das Clinicas- HC do qual o Incor faz parte. E o que via era uma enorme quantidade de pessoas se aglomerando a partir das 3:00 da manhã em busca de agendar uma consulta ou buscar seus remédios para tratar de sua saúde.

O que mais me deixava angustiado era ver várias pessoas idosas com mais de 70 anos ali de madrugada, em pé, no frio, muitos sozinhos sem se quer os filhos cuidando deles e todos muito tristes e com semblante de sofrimento e resignação pois sabem que enfrentar esse sofrimento é a única forma de se manterem vivos mais um pouco.

Muito, muito triste.

Em nenhum momento me referi ao nosso amado Acre.

Sei que ainda temos muito a construir, mas as ações diretas do Governador Tião Viana, desde que assumiu o seu primeiro mandato político já trouxeram ao Acre serviços médicos até então inexistentes.

# hemodiálise a partir de 1999, hoje com 77 equipamentos salvando quase 300 acreanos q precisam dessa assistência.

# Unacon desde 2007 já se vão mais de 7.000 acreanos atendidos com cirurgia, quimioterapia e radioterapia sem precisar deixar seus entes queridos e aventurar tratamento em outros Estados.

# UTI; 50 leitos para atender e salvar a vida de nossos pais, avós, filhos e familiares. Antes morríamos nos corredores.

# cirurgias e procedimentos cardiológicos como cateterismo; já se vão mais de 7.500 desde 2011 dos quais mais de 1100 foram cirurgias de peito aberto ou instalação de marca-passo.

# transplantes de fígado, córnea e rins. Em transplante de fígado somos o único Estado da Região Norte com este serviço ativo e somos o 4* lugar nacional / milhão de habitantes em realização deste tipo de transplante.

# Hospital do idoso.

# UTI neonatal.

# Faculdade de medicina.

# Programa Residência Médica.

# 30.000 cirurgias de catarata.

# 95% de cobertura do PSF em todo Estado.

Sei que precisamos melhorar muito, mas não podemos jamais deixar de reconhecer os avanços que o Acre conquistou na saúde e isso por uma ação direta do médico e atual Governador, Tião Viana.

Isso é constatação de fatos e por isso devemos ser gratos as ações políticas dele na saúde do nosso Estado.

Eu, do meu jeito e com as minhas condições vou tentando fazer a minha parte.

Publicado em Blog

Um professor da rede estadual ligou para informar ao Blog do Evandro Cordeiro agora de manhã que os professores tiveram uma daquelas desagradáveis surpresas no pagamento de abril: a ausência do pagamento das aulas complementares no contracheque. Ai perguntei que aula complementar é essa e ele explicou: os professores tem um contrato de 20 horas aula por semana, mas assumem turmas a mais afim de ter um extra. No pagamento desse mês, no qual viria os extras inclusive de março, não veio nem um, nem outro. “Pior, meu amigo, o Governo não teve nem a dignidade de avisar, de tão perdido que está o Tião Viana (PT) e sua equipe”, disse o professor, que terá que se virar com os mil reais a menos.   

Publicado em Blog

O presidente do PSDC, ex-vereador de Rio Branco José Afonso, saiu entusiasmado de um encontro com o pré-candidato a senador Minoru Kimpara, do Rede Sustentabilidade. Tanto que poderá levar seu partido para perto do ex-reitor da Ufac, que ainda costura um palanque alternativo, provavelmente com uma candidatura a governador puxada pelo Avante, com o sociólogo David Hall na cabeça.

O PSDC não irá para a oposição, nem deverá ficar na Frente Popular, é o que deduzi depois de bater um papo com o Afonso e outros dirigentes. Eles alegam uma canseira dos dois lados. Mas nada está decidido ainda. Eles se confiam no tempo disponível até as convenções para tomarem a decisão considerada mais correta.

Publicado em Blog

O vereador Jakson Ramos, do PT, fez em sua página no Facebook críticas contundentes ao sistema do saúde do Acre, mesmo nas entrelinhas. Aliado, ele acerta em cheio uma das maiores deficiências do Governo de seu líder político e colega médico, Tião Viana (PT). Jakson acaba de deixar o Instituto do Coração (Incor), em São Paulo, para onde foi às pressas, depois de passar mal em Rio Branco, no Acre. Em uma postagem para agradecer a Deus e aos amigos pela nova chance na vida, o vereador critica o sistema de saúde do Estado, citando o “rosto triste” de quem não tem acesso ao tratamento “ético, sério, eficiente e comprometido”. Ele lembra, também, de “alguém que sofre algum problema de saúde e não consegue sequer ter o direito de fazer o diagnóstico certo”, muito menos “ter acesso aos remédios para a cura ou controle adequado do seu problema”. Ao final ele pede a ajuda das pessoas para encontrar o melhor caminho para fazer a diferença e “proporcionar o melhor a tantos irmãos nossos”.    

Publicado em Blog

OS DA CASA DE CÉSAR Uma breve reflexão sobre os cristãos da casa de César do século 21

Por Eldo Gama

Filipenses 4.22: “Todos os santos vos saúdam, mas principalmente os que são da casa de César”.

FILIPOS ERA A PRINCIPAL cidade do distrito da Macedônia, mesmo sem ser a capital. O nome fora dado em homenagem a Filipe II, pai de Alexandre, o Grande.

ESTA FOI A PRIMEIRA CIDADE da Europa a ouvir Paulo pregar o evangelho em sua segunda viagem missionária (em volta do ano 50 d.C.).

HAVIA MUITOS CONVERTIDOS ao cristianismo nessa época. Ao escrever sua carta a esta igreja na cidade grega de Filipos, Paulo faz menção de que todos os santos que estimavam este precioso rebanho mandavam-lhes rogos e saudações fraternas, mas principalmente, os irmãos da casa de César. O evangelho rompeu fronteiras!

QUEM SÃO OS CRISTÃOS DA CASA DE CÉSAR do século 21? São todos aqueles que comungam com a nossa fé, estão inseridos em nossas denominações e igrejas locais, no entanto, também têm ocupado funções sociais relevantes no contexto do governo secular, sobretudo, naqueles que são até contrários aos valores e princípios da sacrossanta Palavra de Deus.

OS DA CASA DE CÉSAR HOJE estão efetivados no executivo, legislativo e judiciário, nas forças armadas, no congresso nacional. Muitos são estadistas e profissionais liberais de destaque.  Alguns são chefes de gabinete; outros, assessores imediatos. É inegável que são pessoas de influência, por isso que são denominados de os cristãos da casa de César. E lá, conseguem ser pessoas influentes, também.

QUE BOM SERIA SE ELES SE POSICIONASSEM nos momentos em que a igreja mais precisasse de seu apoio. Que bom seria se eles entendessem que o que acontece em favor do Reino de Deus é mais importante do que acontece no palácio de César. Como é importante saber sobre o posicionamento dos que são da casa de César hoje. O que falam, pensam, apoiam ou desaprovam. Não é tempo de se esconder!

SE DE FATO OS DA CASA DE CÉSAR entendem o Reino de Deus e amam o Deus do Reino é importante sabermos qual a ideologia eles abraçam. Será que estão verdadeiramente conosco e com a causa do Eterno, ou coxeiam entre dois pensamentos? Se de fato estão alinhados corretamente para definir quem é o seu verdadeiro Senhor – se César; ou Cristo? Se na hora de se posicionarem eles ficarão de que lado? Do governo e do salário que os sustenta? Ou do Deus que os apascenta?

*  Eldo Gama é conferencista e pastor presidente da Igreja Batista Filadélfia

Publicado em Blog

O deputado federal Flaviano Melo (MDB) acaba de ser informado sobre a extinção do processo que infernizava sua vida há 16 anos, aberto pelo PT, para tentar incriminá-lo na história de uma conta fantasma que teria existido nos anos 1980, no Acre. “O PT infernizou minha vida durante 16 anos com esse processo. De vez em quando eles puxavam essa história, principalmente em época de campanha. Graças a Deus foi tudo reparado agora e processo não existe mais”, disse o parlamentar ao Blog do Evandro Cordeiro.   

A sentença extinguindo o processo contra Flaviano foi dada pelo Supremo Tribunal Federal, a partir de relatoria do ministro decano, Celso de Mello. Por falta de provas, escreveu o ministro, “esta Suprema Corte, ainda que em bases excepcionais, tem igualmente reconhecido mostrar-se viável a própria extinção de procedimentos penais instaurados pelo Estado”.

Após receber o resultado Flaviano Melo disse agora há pouco ao Blog que o “PT nunca foi tão desmoralizado quanto agora”. É que a sentença chega na hora em que acontece uma caça às bruxas no Judiciário brasileiro. Em tom de desabafo, Flaviano manda um recado ao PT: “Que meus adversários leiam essa sentença para sentir que a mentira tem pernas curtas”. Pior ainda, segundo o ex-governador, é que o PT apontava o dedo para todos, mas caiu pior que seus inimigos. Hoje não tem moral mais para entrar em qualquer assunto dessa natureza.     

Publicado em Blog

Um torneio de vôlei de praia realizado no campo da Ufac reuniu atletas da seleção acreana de vôlei das décadas de 1980 e 1990. A ideia, segundo o professor Carlos Leopoldo, organizador do evento, era mais confraternização, mas a competição acabou se tornando numa disputa de alto nível técnico. O torneio acontece num momento em que o vôlei acreano capenga. Pouco se ouve falar em competições dessa modalidade, enquanto nos anos 80 e 90 o Acre chegou a ter jogador cotado parta a seleção. O atacante Carlão, que foi campeão olímpico, pouco jogou aqui. A formação dele como atleta de vôlei foi em Fortaleza, por isso não conta o nome dele.         

As três duplas melhores colocadas

1º Ruy-Agley

2º Marcio Albion-Douglas

3º Jeff-Frank

Publicado em Blog

Socialize