Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal
01 / 03

Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal

O presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, reafirmou agora há pouco, em Brasília, o compromisso do partido com a pré-candidatura da procuradora de
02 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
03 / 03
O presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, reafirmou agora há pouco, em Brasília, o compromisso do partido com a pré-candidatura da procuradora de
Blog do Evandro Cordeiro

A Executiva Regional do PSDB divulgou nota na noite desta terça-feira para, publicamente, demonstrar seu “total e irrestrito” apoio ao nome do deputado federal Major Rocha diante do que chama de “convite” para disputar o cargo de vice na chapa que disputará o Governo pelas oposições, encabeçada pelo senador Gladson Cameli (PP). Veja a nota a seguir:    

 

Nota de apoio ao Deputado Federal Major Rocha

 

A executiva Regional do PSDB Acre, vem a público prestar seu total e irrestrito apoio ao deputado federal Major Rocha diante do convite para disputar o cargo de vice-governador na chapa majoritária pela oposição encabeçada pelo senador e pré-candidato a governador do estado Gladson Cameli (Progressista). A candidatura deste, representa a firmeza de um propósito ao combate do autoritarismo implantado pelo Partido dos Trabalhadores, a violência, a falta de rumos em nossa economia e pelo atraso em que se encontramos há mais de 20 anos do governo petista.

Ressaltamos que o honroso convite feito ao nosso aguerrido deputado Major Rocha, é reflexo de sua determinação na defesa de nossa gente, pela sua coragem e atuação reconhecida pela população diante do atual cenário regional, também nacional. Caberá exclusivamente ao guerreiro Rocha dar a palavra final sobre o honroso convite. Nós, membros da executiva regional do PSDB não temos a menor dúvida da capacidade de Rocha para tal cargo ao qual foi convidado, sabemos que este também é o sentimento das pessoas de bem que sonham com um Acre bom para todos, onde nossa gente seja valorizada. É de nosso entendimento que diante de seu trabalho no parlamento nestes quase oito anos de vida política que a sociedade acreana irá reconduzi-lo à Câmara Federal para continuar seu excelente mandato em favor do Acre, assim se Rocha desejar.

Comissão Executiva regional PSDB Acre

Rio Branco, Acre – 14 de março de 2018

Publicado em Blog

Depois de se manifestar numa audiência pública na última segunda-feira, 12, sobre um projeto de lei que poderá criminalizar a saída in natura da castanha do Acre, afirmando publicamente que isso se trata de retrocesso, o empresário Fernando Lage acabou atraindo a imprensa. Hoje, logo após o Gazeta Alerta, ele estará no Gazeta Entrevista, apresentado pelo colega jornalista Rogério Wenceslau na TV Gazeta, afiliada Rede Record, onde debaterá outros assuntos também. Ele estará dissecando sobre o assunto na companhia do presidente da Federação da Indústria, José Adriano Ribeiro. Lage é pré-candidato a senador pelo Acre e crítica ferrenho do estilo da esquerda de tratar o mercado. Ele é, inclusive, líder de um dos movimentos mais organizados de todos os tempos nesse sentido, chamado Instituto Liberal, por meio do qual se opõem à Florestania, que travou o desenvolvimento do Estado nos últimos 20 anos.    

Publicado em Blog

O porta-voz das empresas terceirizadas no Acre, Fagner Calegário, é o mais novo filiado do PV, partido pelo qual disputará a eleição para deputado estadual esse ano. O ato para receber o empresário aconteceu dia 8 de março. O evento foi prestigiado por gente importante da Frente Popular, inclusive pelo prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre (PT), que não economizou elogios a Calegário, que devolveu a gentileza prometendo ir às últimas consequências nas eleições desse ano para elegê-lo governador. A presidente do Partido, Shirley Torres, foi quem abonou a ficha.

Calegario disse que seus ideais e sua bandeira como deputado será a valorização do trabalhador terceirizado, além de promover a livre iniciativa e o empreendedorismo. Em seu discurso, ficou claro que o jovem empresário ainda é pouco habilidoso como político, mas de um futuro promissor. O evento foi tão concorrido que estiveram presentes, inclusive, futuros concorrentes do novo filiado. Não será surpresa uma eleição do Calegario. O que falta em habilidade política sobre em garra, segundo ele mesmo.

Publicado em Blog

A Faculdade da Amazônia Ocidental (FAAO) promove, dia 22, a partir das 18hs, no auditório da OAB, uma palestra sobre um dos assuntos mais pertinentes do momento, a intervenção federal. As inscrições já estão abertas. Veja o banner:  

Publicado em Blog

Um servidor público da saúde acaba de ligar para o Blog com a triste informação segundo a qual no setor B do Hospital das Clínicas, criado para atender a ortopedia, não tem esta manhã o básico do básico. Para se te ruma ideia, não há maqueiros. Ou só teria um trabalhando. Falta material para sutura, além de anestesia, o principal. “Amigo publique ai no seu blog que se alguém chegar quebrado hoje aqui na ortopedia não vai ser possível atender, porque não tem nada para salvar uma pessoa traumatizada”, disse a servidora, que pediu sigilo, por obviedade.  O governador Tião Viana (PT) nem inaugurou oficialmente o centro de imagens do Instituto de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into/AC), que fica localizado ao lado do Hospital das Clínicas (HC), na BR-364, mas já falta o básico. No ato de pré-inauguração Tião chegou a levar o prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre (PT), para mostra-lo como seu pré-candidato a governador.

Publicado em Blog

O médico Israel Milani, que vinha sonhando em disputar a eleição para deputado estadual, recuou da ideia. Depois de uma reunião em família ele tomou a decisão para facilitar ainda mais a vida da mãe dele, a Procuradora de Justiça Vanda Milani, que disputará as eleições para deputada federal, pelo Solidariedade. Com o recuo de Israel, a possibilidade de agregar mais gente em torno do propósito da genitora dele é real. “Vou ajudar na campanha da minha mãe e ser mais orgânico dentro do partido, o Solidariedade”, diz ele, que tomou a decisão inteligente. Se ele mantém a candidatura muitos concorrentes deixariam de apoiar Vanda Milani por uma razão óbvia e que já tirou mandato de muita gente que visou mais de um candidato dentro de uma mesma família.  

Publicado em Blog

O senador Sérgio Petecão (PSD) não está muito afim de entrar na “briga” sobre a escolha do vice da oposição, aquele que comporá a chapa encabeçada pelo senador Gladson Cameli (PP). Mas ele disse ao Blog que acha o nome do deputado federal Major Rocha (PSDB) muito forte. “É um nome a ser considerado”, diz. Petecão elogiou muito a ideia do deputado federal Flaviano Melo (MDB), de lutar até o limite para que a oposição tenha uma única chapa, mas sentenciou nossa rápida conversa pelo celular: “Na verdade quem tem que escolher o nome, dá a palavra final nessa história de vice é o senador Gladson”. Petecão é daqueles que pensa que o nome de Gladson é o que pesa. “O povo quer o Gladson para o Governo. O vice é importante mais não é exatamente decisivo”, finalizou.

Publicado em Blog

O advogado Felizmar Mesquita, cujos dentes nasceram dentro do PCdoB, deixou o partido com um grupo numeroso de outros antigos comunistas daqueles que foram “ficando para trás nesses anos de gestão” do PT, segundo ele mesmo, para seguir uma nova tendência do pós-esquerda no poder. Esse grupo ficou fora da militância partidária por algum tempo, até estudar algumas possibilidades e partidos e decidir pelo PPL, o Partido Pátria Livre, fundado em 21 de abril de 2009 e registrado na Justiça Eleitoral em 3 de outubro de 2011, sob o número eleitoral é 54 e na bandeira do qual prevalecem as cores são verde, amarelo e vermelho. Eles decidiram, também: vão continuar na Frente Popular. Felizmar, que foi homem forte dos governos Jorge Viana, volta à cena como presidente da sigla. “Iremos construir um partido forte, com alicerce democrático, dando autonomia para as suas lideranças”, disse ele. Perguntei ainda sobre quem vai apagar luz no PCdoB, se Edvaldo Magalhães, atual diretor do Depasa, Eduardo Farias, vereador de Rio Branco, ou Moises Diniz, deputado federal. O Felizmar não respondeu mais. Sumiu.

Publicado em Blog

O superintendente da Funasa, Ronaldo Craveiro, foi convidado pelo prefeito de Rodrigues Alves, Sebastião Correia (PMDB), para a inauguração de 11 unidades sanitárias recém-construídas pela prefeitura, na semana passada. As comunidades Manoel Gomes e Rodrigues Leite foram as contempladas nessa fase. Craveiro elogiou o trabalho do prefeito pelo resultado final. “O trabalho ficou de primeira e a comunidade ganhou muito”, disse. O dinheiro é fruto do empenho do senador Sérgio Petecão (PSD) em Brasília.

Publicado em Blog

O senador Gladson Cameli (PP) ainda não sabe nada sobre a escolha do deputado federal Major Rocha (PSDB) para ser seu vice. É que a separação do nome do parlamentar foi feita pelo partido dele nesse final de semana, mas é uma decisão tucana de apontar o vice, retirando a candidatura da minha colega jornalista Mara Rocha da disputa pelo Senado. Mas já oficializaram para o senhor, senador, alguma coisa¿ Perguntei, mas ele respondeu que não. Que nada é oficial ainda e que o nome do vice vai ser decidido pelos partidos que compõem a oposição, mas o anúncio só acontecerá depois de um consenso após exaustivas reuniões essa semana. Gladson disse que está feliz por tão frenética movimentação em torno da escolha do vice, porque isso sinaliza o quanto sua candidatura é competitiva. “Ruim é quem vai ser candidato e ainda está implorando por alguém para ser seu vice, ou então para quem teve um vice enfiado goela abaixo”, diz ele ao Blog. Gladson repete o mantra: quer um vice que seja consenso entre os partidos, mas está longe de saber este nome é, de fato, o do Major Rocha. Ainda não é oficial o nome dele, é isso¿ Questionei outra vez. Gladson foi peremptório: “Não!”.  

Publicado em Blog

Socialize