Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal
01 / 03

Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal

O presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, reafirmou agora há pouco, em Brasília, o compromisso do partido com a pré-candidatura da procuradora de
02 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
03 / 03
O presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, reafirmou agora há pouco, em Brasília, o compromisso do partido com a pré-candidatura da procuradora de
Blog do Evandro Cordeiro

O curso de Direito da Faculdade da Amazônia Ocidental (FAAO) estaria sendo patrulhado por “vigias” escalados pelos donos. A reclamação foi feita agora há pouco por alunos e professores ao Blog do Evandro Cordeiro. Uma espécie de “sensor humano”, contam eles, fica, discretamente, verificando o horário que alunos e professores chegam para estudar e trabalhar, respectivamente. Caso de atraso, os “infratores” rem seus nomes levados à reitoria. Incomodados, eles denunciaram o constrangimento. Como não consegui contato com a direção da faculdade, fica aqui o espaço aberto para a defesa.

Publicado em Blog

A “degola” promovida pelo governador Tião Viana (PT) nos cargos de confiança do Estado tem servido, sobretudo, para trazer à baila o nome apaniguados. Alguns destes verdadeiras surpresas. Na mais recente, por exemplo, pintou o nome de um clérigo, um padre hig tech, fitness, que usava subterfúgios para defender o PT nas redes sociais e até em reuniões sobre o evangelho. Luiz Ceppi, o nome do bendito. Dizia que o PT é o partido dos pobres, que defende a inclusão, coisa e tal, vira e mexe. No fim era a inclusão do nome dele na lista dos beneficiários do Estado. Nada contra a batina do franciscano, mas reflexivo quanto ao caráter do sujeito. Luiz “mamava” uma CEC 5, conforme o Diáro Oficial de número 12.421, desta quarta-feira, 31. Fora ele, outros 226 foram exonerados. Vale a seguinte nota ainda: ser nomeado por governos não é nenhum crime, usá-lo para ludibriar incautos é que é imoral.  

Publicado em Blog

 

O anúncio do nome da minha colega jornalista Silvânia Pinheiro para dirigir a comunicação do Estado nos próximos quatro anos pode ser o prenúncio de um governo que vai dar certo. Gladson Cameli (PP), o novo governador, é desmanchado em sorrisos e gentilezas, mas foi criado pela família para dar certo, como empresário e como político. Sabe ser sisudo e falar grosso na hora certa e, pelo visto, sabe escolher quem pode lhe ajudar a encarar os desafios. Também, pudera, só teve exemplo de sucesso dentro de casa, de como tratar os negócios para que eles deem lucro e de como tratar os colaboradores para que eles produzam o lucro, por isso vai montar um governo de excelência, eu aposto.

Gladson começou bem, ao que parece, pelos dois primeiros nomes anunciados: a Silvânia, uma dileta amiga com a qual convivi na mesma redação a maior parte de nossas carreiras de repórteres – sempre lembramos das farofas que levávamos para a redação em períodos nebulosos, de vacas magras, de oposição dura ao PT -, e o Ribamar, advogado que vai cuidar da Casa Civil, um sujeito que venceu na vida, como a Silvânia, pelos estudos, pela dedicação e pela seriedade com a qual trata as coisas ao seu entorno.

Sobre as primeira escolhas do governador eleito, fico com Schopenhauer, que eternizou a seguinte reflexão: “Posso enxergar uma coisa, e você outra. Uma terceira pessoa pode achar que estamos ambos errados, pois vê algo diferente. Estamos todos equivocados, e no entanto certos.”   

Publicado em Blog

A Pronto Clínica de Rio Branco voltou a ser a mais moderna do Acre, como já foi nos anos 1980 e 1990. Localizada no mesmo endereço, avenida Getúlio Vargas, região do bairro Bosque, a clínica volta a ser referência depois de passar por uma reformulação absoluta, a começar pela direção. O renomado médico Carlos Beirute voltou a ter o controle da direção e o administrador Eduardo Kawada foi chamado para gerenciar o empreendimento, com metas estabelecidas para alcançar, entre as quais voltar a ser referência em tecnologia e atendimento e garantir ao público o cumprimento dos compromissos éticos vigentes na medicina. O primeiro passo foi cuidar das instalações. O prédio ganhou reforma e novos equipamentos, ultramodernos, estão sendo adquiridos. O conceito de atendimento, esse foi que mudou mesmo.

3A Pronto Clínica existe no Acre há 40 anos, foi hegemônica num dado momento, mas nunca alcançou a excelência desse novo momento. O hospital acaba de findar um ciclo e iniciar outro, com notícias alvissareiras. Essa nova fase vem com novidades curiosas, a começar pela disposição em atender com variadas especialidades e para isso contar com profissionais gabaritados. A nova estrutura física do hospital deverá receber até o final deste ano cerca de 10 leitos de Terapia Intensiva (UTI), mais uma sala de cirurgia e novos apartamentos para internação, todos em fase de reforma, com motivações em hospitais avançados pelo País.

O novo diretor geral da Pronto Clínica, Carlos Beirute, um dos médicos detentores de um currículo invejável na região Norte, com muita experiência em gestão hospitalar, destaca o comprometimento do novo grupo que conduz a Pronto Clínica. “Estamos todos, primeiro, pensando no social, na vida das pessoas, depois na comodidade dos pacientes e a garantia de sucesso no combate aos problemas de saúde”, diz ele ao Blog do Evandro Cordeiro. Pouco tempo depois da reformulação a Pronto Clínica já realiza alguma coisa em torno de 24 cirurgias diárias. Além do atendimento básico, o hospital tem em seus quadros todos os cirurgiões plásticos de Rio Branco, realizando com baixo custo de mercado intervenções estéticas, com segurança e as garantias previstas nos códigos de ética da medicina. “Os nossos conveniados e clientes conhecem os nossos trabalhos. Sabem da ética, da segurança e do zelo pelo que ofertamos”, afirmou Beirute. Sobre as novas possibilidades, a clínica dispõe de atendimento pediátrico por toda manhã, todos os dias da semana, com especialistas de plantão durante 24 horas e equipe técnica preparada para urgências e emergências. O médico e diretor Beirute anuncia ainda a chegada de novos equipamentos para os centros cirúrgicos, agora habilitados para todos os tipos de cirurgias, inclusive de alta complexidade, além das de ortopedia com tecnologia de Raio-X altamente sofisticada. “Os novos projetos arquitetônicos do espaço, que devem ser iniciados no próximo mês, mostram beleza e conforto. Os quartos receberam camas elétricas e televisores com canais livres para os hóspedes”, explicou Beirute.

ONDE FICA A PRONTO CLÍNICA A nova Pronto Clínica está localizada na Avenida Getúlio Vargas, 1940 – Bosque. O telefone para contatos é o (68) 3224-1364.

Publicado em Blog

O ativista político Abrahim Farhat, um dos fundadores do PT no Acre e reverenciado em todo o Brasil pelos petistas, lamentou a derrota acachapante do último domingo para Jair Bolsonaro (PSL), representante da ultra direita. Pelas redes sociais ele questiona seus correligionários. “O que aconteceu? Temos que fazer uma autocrítica antes que o PT afunde de vez e vá para a balsa”, escreve. “Lhé” Brachula, como é carinhosamente chamado pelos amigos mais antigos é o primeiro a se manifestar de forma humilde desde a derrota no Acre, no primeiro turno. Os demais petistas antigos ao invés disso foram para as redes sociais diminuir a vitória da oposição. Abrahim questiona, principalmente, a derrota em Xapuri. “Gente lá o capitão (Bolsonaro) tirou quase 60% dos votos (59 x 40). Na terra de Chico Mendes? Gente!”, questiona o Brachula. Para o velho militante a esquerda tem que recomeçar do zero outra vez.      

Publicado em Blog

O prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro (PP), apresentou nesta segunda-feira, 29, o Plano de Resíduos Sólidos e de Saneamento Básico do Município aos promotores e vereadores, em evento ocorrido na sede do Ministério Público Estadual. Segundo o prefeito, que tem revolucionado a gestão, o plano agora segue para votação na Câmara. “Tenho certeza que os nossos parlamentares vão olhar com bons olhos todo esforço que nossa equipe teve para fazer esse diagnostico em conformidade com o que o Ministério das Cidades impõe. Com a aprovação poderemos buscar recursos federais para solucionar as problemáticas aprontadas nesta área, e melhorar a vida da nossa população”, disse, animado.

Publicado em Blog

* Valdir Perazzo

 

O candidato ao governo do Acre pelo PSL, Coronel Ulysses, defendeu um projeto diametralmente oposto ao do PT para o desenvolvimento do Acre. Para o aludido candidato, que acredita na livre iniciativa, o Agronegócio é a saída econômica para recuperação da economia do Estado. Nesse aspecto, está em perfeita sintonia com o deputado federal Jair Bolsonaro, líder nas pesquisas para o segundo turno, nesse domingo.

De igual forma, o senador Gladson Cameli, eleito governador do Acre por uma Frente Liberal de Oposição, o Acre só se recupera da crise em que está mergulhado, com inúmeras empresas fechadas e mais de 120 mil desempregados, resultado de 20 anos de políticas assistencialistas, se adotar o Agronegócio como estratégia para desenvolvimento do Estado.

Nós, do Movimento “Liberais do Acre”, comungamos das ideias dos dois próceres que derrotaram o petismo, e seu programa socialista, aqui chamado de “Florestania”, nas últimas eleições majoritárias e proporcionais. O povo apontou o rumo a ser seguido para o desenvolvimento do Estado do Acre.  Ou seja, o projeto do Agronegócio. Da livre iniciativa. Da concorrência e do mérito.

Ocorre, entretanto, que não bastou vencer as eleições do dia 07 de outubro findo. Existem adversários a serem enfrentados, para se implementar – agora sob o pálio do Governo Gladson Cameli – uma política de agronegócio, no escopo de retirar o Estado do descalabro econômico em que se encontra.

E aqui repetimos o título desse artigo. Quem manipula os povos indígenas contra o desenvolvimento do Estado do Acre? São exatamente esses que manipulam os povos indígenas, os que atrasaram o Acre nesses últimos 20 anos, e o fizeram com respaldo nas politicas socialistas do Partido dos Trabalhadores – PT. É preciso vencer os manipuladores dos povos indígenas para se adotar a política do agronegócio.

Sobre essa questão, o Dr.  Plínio Correia de Oliveira teve visão profética. Há mais de 30 anos atrás escreveu um livro, cujo conteúdo está atualíssimo. Refiro-me ao livro “Tribalismo Indígena – Ideal Comuno-missionário para o Brasil no Século XXI”. Nesse livro, Dr. Plínio denuncia a ofensiva radical (esquerdista dos católicos progressistas) para levar à fragmentação social e política da nação brasileira.

O livro é uma campanha. Campanha contra os que querem dividir a nação. Os que manipulam os povos indígenas, querendo isolá-los em reservas florestais, como bichos de zoológicos, mesmo contra a vontade do índio, que quer se integrar à nação brasileira. Joaquim Nabuco dizia que todo livro deve ser uma campanha. É o que fez o saudoso e fervoroso Católico.

Do livro de Dr. Plínio Correia de Oliveira, atualizado por Nelson Ramos Barreto e Paulo Henrique Chaves, extraio depoimento de um índio que confirma o que acabamos de dizer. Ou seja, quem quer isolar os índios são os manipuladores. O índio quer integrar-se à nação brasileira.

Getúlio Barbosa, tuxaua do Flexal, em Roraima, deu esse e eloquente depoimento: “Somos brasileiros, queremos viver em paz com todos os brasileiros, os que vivem no município de Uiramutã. Os que não são índios são brasileiros também, nasceram aqui. Nós temos todos os documentos como os brasileiros, não queremos viver isolados. Os nossos companheiros que estão ligados ao CIR correm o mundo todo como nossos representantes, é mentira. Nós queremos continuar trabalhando, não queremos viver isolados, como bichos, a FUNAI proíbe muitas coisas”.

Chegou às minhas mãos também, o livro do qual fiz a paráfrase do título: “Quem Manipula os Povos Indígenas contra o Desenvolvimento do Brasil”, da autoria de Lorenzo Carrasco e Sílvia Palácios, que gentilmente me emprestou o presidente da Federação da Agricultura do Estado do Acre, Assuero Veronez. Já o li. O livro denuncia como o Conselho Mundial de Igrejas, que, numa visão socialista, manipula os indígenas, contra o desenvolvimento do Brasil.

Do livro extraio esse pequeno excerto, do qual se conclui quem são os manipuladores dos índios: “Órfã da derrocada do chamado socialismo real, grande parte da militância ambientalista-indigenista é constituída por antigos defensores do coletivismo marxista, que o trocaram por um novo milenarismo messiânico, agora, para salvar não mais o proletariado internacional, mas Gaia, a Mãe-Terra, do ímpeto destruidor de uma raça humana que se obstina progresso e, em especial, pela industrialização e modernização das economias de todas as nações”. Esses milenaristas (indigenistas-ambientalistas), contrários ao progresso, estão, de fato, a serviço da proposta do governo mundial (socialista).

Um terceiro livro que chegou às minhas sobre esse tema do ambientalismo, cujo objetivo é travar o desenvolvimento do Brasil, especialmente da Amazônia, é o de Dom Bertrand de Orleans e Bragança, intitulado “Psicose Ambientalista”, com o seguinte sub título: “Os Bastidores do Ecoterrorismo para Implantar Uma Religião Ecológica, Igualitária e Anticristã”, no qual o autor adverte para que os brasileiros não se deixem enganar por este “Cavalo de Troia”.

Pois bem. O Acre viveu esses últimos 20 anos sob o pálio dessa mentalidade indigenista-ambientalista, liderado por Chico Mendes e seus herdeiros políticos, especialmente os líderes do Partidos dos Trabalhadores, que aqui denominaram tal política (indigenista-ambientalista) de “Florestania”. O resultado dessa política foi o atraso do Acre, em relação ao vizinho Estado de Rondônia, em uma vintena de anos. Levaremos mais 20 anos para chegarmos, em termos de desenvolvimento, ao que Rondônia é hoje.

Somos o Estado, proporcionalmente, com um dos maiores índices de encarceramento do Brasil. São 120 mil pessoas desempregadas, num Estado com 800 mil habitantes. Mais de duas mil empresas com suas atividades encerradas. Um futuro sombrio para os jovens! Duas décadas perdidas!

Para retomarmos o crescimento do Acre, dando-se enfoque ao Agronegócio, impõe-se a necessidade da desconstrução desse discurso ambientalista-indigenista que nos levou ao atraso. Não será fácil! Todos os homens e mulheres desse Estado, com menos de 40 anos, foram formados sob a égide desse discurso falacioso do igualitarismo, propagado pelo Partido dos Trabalhadores e seus aliados, graça a Deus, derrotados nas últimas eleições.

Nesse escopo, eu e o Senador Fernando Lage (suplente), o professor Nilo Barreto, já fizemos gestões junto ao Presidente da Federação da Agricultura do Estado do Acre, Assuero Veronez, para realizarmos, no início do próximo ano, um seminário com os autores dos livros citados, dando-se início a esse importante debate de um novo projeto para o Acre, agora sob as bênçãos de um governo (Gladson Cameli), em que se respire liberdade, mormente tendo como presidente da República, Jair Bolsonaro, com ideias favoráveis às que se advoga nesse artigo.

 

* Valdir Perazzo Leite é  líder do Movimento Liberais do Acre

 

Publicado em Blog

A campanha de Jair Bolsonaro no Acre foi a mais vitoriosa do Brasil. Aqui o novo presidente levou 77% dos votos, a maior das votações no País todo. Muita gente tem seus méritos, a começar pelo seu principal homem no Acre, o coronel Ulisses Araújo (PSD), que disputou o governo ficando em terceiro lugar com mais de 40 mil votos, o senador eleito Márcio Bittar (MDB), que aderiu cedo a campanha de Bolsonaro, e o deputado federal Alan Rick (DEM), que também puxou o nome do “mito”, além de empresários, entre os quais os criadores do Instituto do Liberalismo, Fernando Lage e Valdir Perazzo.

Agora tem dois rapazes que precisam ser reconhecidos pelo bravo trabalho gratuito que fizeram: o Bebê Publicidade e o Diego Lins. O primeiro não resistiu aos 20 anos de PT. A empresa dele quebrou cedo porque era ligado ao PMDB. Esse último, o Diego, é vigilante noturno e militante político muito ativo nas redes sociais, famoso também por ter encarnado um personagem engraçado na imprensa acreana, o beijoqueiro do Blog do Evandro Cordeiro.

Diego e Bebê se juntaram para estampar camisas com o rosto de Bolsonaro. Foi uma febre. Foram quase 20 mil peças pintadas, segundo eles. A tinta e as telas foram custeadas por empresários e pelo próprio coronel Ulisses. A mão-de-obra deles, de graça. Assim, de mão em mão Bolsonaro levou do Estado a maior votação. Humilde, Diego cobra sua parte no latifúndio: “Quero que ele ajude o Gladson a fazer um grande governo, liberando verbas. Já terá me pago bem pelo serviço de campanha”.      

Publicado em Blog

Amigos e correligionários do radialista Reginaldo Cordeiro, famoso no Acre todo como o “Rei do Brega”, iniciaram desde ontem uma campanha nas redes sociais para que ele seja o diretor da Rádio Difusora Acreana no governo Gladson Cameli (PP). As alegações favoráveis sobram. “Brega” é um dos mais antigos radialistas em atividade, trabalha na emissora há cerca de quatro décadas e sempre foi leal à oposição. Ele tem ainda a vantagem de ser antigo filiado no partido do senador Sérgio Petecão, o PSD, por onde foi candidato ao menos duas vezes, sempre com boas votações.

Publicado em Blog

Adversários políticos de Lyra Xapuri, o presidente do PRTB no Acre, revelados dentro de seu próprio partido, alguns dos quais ex-candidatos, não o querem com cargo federal no Acre, mesmo ele sendo da agremiação do vice-presidente eleito, general Mourão. Algumas das alegações são as seguintes: primeiro ele foi contra no primeiro turno, apoiando o candidato a governador do PT, Marcus Alexandre, e o candidato a presidente, Fernando Hadad; segundo, tirou 252 votos para federal e sua chapa de estaduais não passou de 1.400 votos. Ou seja: é melhor ele ligar logo para o Mourão, senão não vai nem para a Sucam.   

Publicado em Blog
Página 1 de 12

Socialize