Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal
01 / 02

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
02 / 02

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
Blog do Evandro Cordeiro

O senador Sérgio Petecão (PSD) criou o “Camarote 100% Popular” para abrigar amigos durante a abertura da feira, neste sábado, 22, pela manhã. Ele foi o primeiro a chegar, mas agora há pouco o ambiente já estava totalmente lotado. “Gosto de festa, de alegria, por isso não poderia deixar de vir para esse lugar. Até porque a festa da Expoacre não é do PT, é dos acreanos”, disse ao Blog.   

Publicado em Blog

 

Um estudante de medicina identificado como André Lucas Oliveira Almeida estaria em coma na Bolívia, segundo circula pelas redes sociais. Outras informações dão conta de que a família do garoto moraria em Rio Branco.

Publicado em Blog
Sexta, 21 Julho 2017 11:09

Marcha contra o crack

O cantor Fernandinho participa logo mais da 17ª Marcha contra o crack e outras drogas, realizada pela Comunidade Terapêutica Lucimar Lucena Ramos, com patrocínio da ex-deputada federal Antônia Lúcia Câmara.

Ela é autora do projeto de lei que instituiu o dia 16 de abril como o Dia Nacional de Consciência contra o Crack e outras Drogas.

A Marcha será hoje, 21, em frente ao Palácio do Governo, às 17 horas.

 

 

 

Publicado em Blog

O Blog do Evandro Cordeiro recebeu agora há pouco o convite para o evento onde será anunciado, oficialmente, o nome do secretário de Segurança Pública, Emylson Farias, para pré-candidato a governador, nas eleições de 2018.

PSB e PC do B assinam o convite e garantem que vão reunir cerca de duas mil pessoas no ato político a ser realizado na SSEMUX, em Xapuri.

Por que Xapuri? Emylson é de lá e seus correligionários afirmam "a cidade de Xapuri, terra de Chico Mendes, que já ofereceu tantos  nomes importantes para a vida pública acreana e do Brasil (Adib Jatene, Jorge Kalume, Armando Nogueira, Tião Natureza e outros...) hoje deslumbra a possibilidade de empoderar mais um de seus filhos para governar o Estado do Acre".

 

Publicado em Blog

Perguntado pelo Blog do Evandro Cordeiro a razão de não ter ainda começado a apenhar dos guaipecas do governo Tião Viana (PT), conhecidos por não perdoar adversários, depois de deixar a Frente Popular e ir para a oposição, o deputado federal Alan Rick (sem partido) respondeu na lata: “Eles vão falar o que de mim se só fiz o bem pra eles!”. Nos trechos a seguir da entrevista o parlamentar fala de seu mandato e sobre o futuro do pastor Agostinho Gonçalves, líder da Igreja Batista do Bosque e seu guru espiritual, além de sua saída do PRB. Veja:   

 

Blog – Como foram esses primeiros seis meses do ano em Brasília, deputado Alan¿

 

Alan Rick - Sob o aspecto político esse primeiro semestre foi muito conturbado. No plano nacional a denúncia contra o presidente Temer, o processo contra o senador Aécio Neves e a condenação do ex-presidente Lula a 9 anos e 6 meses de prisão marcaram o noticiário político do país.

No Congresso, votações importantes como a Reforma Trabalhista.

No plano local tivemos nossa saída do PRB e da Frente Popular, e a composição da aliança DEM-PSDB que colocou os nomes de Tião Bocalom, Alan Rick e Major Rocha à disposição do povo do Acre para o debate político, mas principalmente de um novo modelo econômico pro nosso estado. 

Os problemas de gestão do governo do PT estão a cada dia mais evidentes como provou o ministro da Saúde Ricardo Barros ao revelar as falhas do governo do PT em executar os convênios com recursos do Governo Federal. O Acre perde dinheiro por pura incompetência.

A violência crescente e cada vez mais fora de controle só provam que minha atuação, como então coordenador da bancada, na defesa de alocarmos uma emenda de 70 milhões de reais para aparelhar e reforçar nossas polícias, estava certa. Graças a Deus os parlamentares acreanos abraçaram a causa. E graças a esses recursos, as forças de segurança do Acre terão mais condições de combater o crime.

Também tivemos vitórias importantes na abertura do Programa Mais Médicos para os brasileiros formados no exterior. Luta minha abraçada pelo Ministro da Saúde e transformada em Lei.

 

Blog – Estranho, deputado Alan, o senhor ainda não ter sido atacado, nas redes sociais, que seja, por gente ligada ao governo, uma vez que eles não perdoam adversários...

 

Alan Rick - O que o governo Tião Viana vai falar de mim? Que indiquei, trabalhei, empenhei e liberei R$ 6,5 milhões pra reformar, modernizar e ampliar os hospitais de Sena Madureira e Acrelândia? Que consegui a habilitação do serviço de Nefrologia (hemodiálise) do Hospital do Juruá?

Que empenhei para aquisição de equipamentos:

R$ 300 mil para o Hospital da Criança em Rio Branco; R$ 300 mil para o Hospital de Tarauacá; R$ 350 mil para o Hospital de Plácido de Castro; R$ 150 mil para o Hospital de Feijó; R$ 500 mil para a Reforma da Unidade Mista do Santa Luzia, em Cruzeiro do Sul; R$ 500 mil pra reforma da Unidade Mista de Saúde de Assis Brasil?

Que defendi, na Câmara, a repatriação do dinheiro do exterior para que tanto governo quanto municípios pudessem ter recursos para pagar seus fornecedores e funcionários públicos?

Que destinei em emenda individual minha e com recursos já na conta R$ 5,5 milhões para a Segurança Pública?

Acho que eles não tem o que falar de mim. Só se for pra falar bem.

 

Blog – E o pastor Agostinho Gonçalves, líder da Igreja Batista do Bosque e espécie de guru espiritual seu, pela forma carinhosa como o senhor se dirige a ele, vai lhe seguir na oposição¿

 

Blog - Pastor Agostinho é meu pastor e amigo e sempre me apoiou. A IBB é uma igreja que faz um trabalho, junto com outras igrejas, de resgatar vidas, restaurar casamentos, livrar pessoas do vício das drogas e de doenças emocionais... além do trabalho social que as igrejas evangélicas e católicas fazem.

Pastor Agostinho está cuidando da igreja e isso é o mais importante.

 

Blog – O senhor disputa a reeleição ou vai “encarar” uma disputa majoritária¿

 

Alan Rick - Sou um servidor do povo do Acre e um soldado do Democratas. Seguirei o caminho a ser construído com o povo e com nosso partido.

Publicado em Blog

Passei por perto do ato em favor de Lula no final da tarde desta quinta-feira, 20, em frente ao Palácio Rio Branco. Não há espaço para outra conclusão, senão a de que foi um fracasso. Os irmãos Viana, Tião e Jorge, armaram o teatro para defender o “pai dos pobres e injustiçado” Lula, mas o velho e cansado discurso parece que já cansou. Resultado: pouca gente foi. O total de presentes nem de perto chega a metade dos cargos comissionados de Estado e Prefeitura da capital. Dei uma rodada no palácio e por outro flanco tirei outra conclusão: o PT está ficando... só com o PT. Aqueles aliados que davam o sangue desapareceram. Não parecem dispostos a passar vergonha para defender criminosos. Deputado estadual que é bom, também praticamente não tinha. Contei nos dedos os que estavam lá. Aliás, só vi memso o Daniel Zen. Também, aqui entre nós, era improvável ele não estar lá. Além de ser o líder do Governo na Assembleia Legislativa, Zen participa de uma encenação cujo enredo é de filme antigo: mostrar vários pré-candidatos a governador para, no final, tirar um, quando todo mundo já sabe que o candidato será o prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre (PT), aquele que recebeu a prefeitura dele mesmo, em janeiro desse ano, com a cidade esburacada e sem nenhum grande feito. Dos últimos é o prefeito sem nenhuma grande obra. Sobre o prefeitão madrugador, a rigor, uma nota: ele esbravejou em favor de Lula. Disse que “pessoas esquecem o que Lula fez de bom por esse pais”, como se isso fosse salvo-conduto para criminosos.

O ato pareceu o último ato do monólogo de 20 anos de um partido que virou decepção. Até para gente do próprio partido.

Publicado em Blog

O comandante do 4º Bis, coronel Wellington Valone, vai manter tropas na fronteiras do Acre com a Bolívia e o Peru, mesmo com recursos reduzidos. As operações se intensificaram nos municípios de Capixaba, Plácido de Castro, Epitaciolândia, Brasileia e Assis Brasil desde a chegada do novo comandante, com resultados promissores. “Tem dados que comprovam a diminuição do fluxo de drogas por essas regiões quando o Exército está presente”, informa o oficial superior.

Ainda segundo o coronel Valone, a atual estação do ano possibilita os traficantes e outros criminosos a usarem estradas e ramais alternativos, mas o Exército tem se antecipado no sentido de fechar essas vias. “A gente faz a movimentação para se antecipar ao crime”, diz o militar. Os pelotões enviados para essas operações são formados por militares do efetivo profissional, entre praças e oficiais de carreira, treinados para atuar como polícia.  

Publicado em Blog

Os recentes arroubos de deputados estaduais da Frente Popular contra a Reforma Trabalhista, aprovada em Brasília, são “imorais”, segundo o primeiro suplente de deputado estadual, Francineudo Costa, presidente municipal do PSDB. “Esses mesmos deputados que hoje questionam a Reforma são aqueles que votaram para ferrar o trabalhador no Acre, aumentando a contribuição previdenciária de 11% para 14%”, diz Francineudo.

Essa lei foi aprovada no apagar das luzes do ano passado, numa jogada combinada entre o governador Tião Viana (PT) e a sua bancada de sustentação, comandada na Assembleia Legislativa pelo deputado Nei Amorim (PT). “Por isso nenhum deles tem moral para questionar a reforma, que melhora a relação do patrão com o empregado”, afirma o suplente.

 

Publicado em Blog

O deputado federal Moisés Diniz (PCdoB) conseguiu aprovar na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado projeto de lei que inclui um representantes dos onze governadores dos Estados de fronteira no conselho gestor do fundo nacional de segurança. A relatora foi a deputada Laura Carneiro (PMDB/RJ). O projeto já havia sido aprovado na Comissão de Relações Exteriores.

“É fundamental garantir um governador de fronteira no órgão que decide aonde gastar os recursos da segurança pública, se não, o dinheiro fica todo nas grandes cidades do sul e do sudeste”. Explica Moisés.

O deputado do PCdoB diz que é preciso organizar uma ‘consciência de fronteira’, que compreende que toda a violência e morte nas grandes cidades brasileiras nascem nas fronteiras, especialmente nos Estados, como o Acre, que fazem limite com países produtores de droga.

“Com 30% do que a União gasta em segurança pública nas metrópoles do sudeste, os Estados de fronteira estancariam essa sangria vergonhosa que é o tráfico de drogas nesses imensos vazios amazônicos”, argumenta o parlamentar.

Agora, a lei será votada na Comissão de Constituição e Justiça e, se aprovada, seguirá para o Senado. (Assessoria)

Publicado em Blog

Segundo colocado na disputa para prefeito em Porto Acre, ano passado, e segundo suplente de deputado na atual legislatura, Daniel Nogueira poderá se filiar no PPS. Uma das razões é interessante: ele é fá da presidente do Sinteac e da CUT, Rosana Nascimento, que é filiada ao partido e corre risco de disputar as eleições para deputada federal. “Admiro o trabalho dela, sou fã mesmo, além dela ser parenta da minha esposa, por isso tenho muito interesse de estar no partido onde ela está”, diz Nogueira, que era do PP. Rosana foi convidada pela direção nacional para disputar as eleições em 2018, puxando a chapa de federal.

Publicado em Blog

BANNER PP P

Socialize