Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal
01 / 03

Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal

O presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, reafirmou agora há pouco, em Brasília, o compromisso do partido com a pré-candidatura da procuradora de
02 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
03 / 03
O presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, reafirmou agora há pouco, em Brasília, o compromisso do partido com a pré-candidatura da procuradora de
Blog do Evandro Cordeiro

Fagner Calegario, porta-voz das empresas terceirizadas no Acre, tem trabalhado 24hs para mediar o conflito entre as empresas e o Governo do Estado, por causa de repassases atrasados e que tem prejudicado centenas de trabalhadores. Agora como lidar com um empresário de gênio forte e que não se curva em troca de favores pessoais?

Fala-se nos corredores da Casa Civil que o jovem empresário é “osso duro de roer”.

A verdade é que esse Governo do PT não está acostumado a lidar com pessoas honestas e que se preocupam de verdade com o próximo.

Os terceirizados não poderiam estar melhor representados.

Publicado em Blog

A melhor forma encontrada pelo empresário Ailson Mendonça para agradecer a Deus pelo bom desempenho que teve nas urnas em Xapuri, quando ficou em segundo lugar na disputa pela prefeitura em 2016, é ajudando as pessoas do município. E foi isso que ele fez nesse Natal. Distribuiu presentes para as crianças carentes do município.

Os presentes foram distribuídos debaixo de chuva em vários bairros. “A alegria contagiante das crianças ao receber o presente não tem preço. É uma forma de minha família retribuir o que o povo xapuriense nos deu, através do trabalho do meu pai, o deputado Antônio Pedro (DEM) que iniciou com uma pequena loja de vender discos de música e pode nos dar educação e uma vida digna. Queremos desejar um Feliz Natal e que o ano de 2018 seja de realizações para todos”, destacou.

Publicado em Blog

Alan Rick Miranda, um dos jornalistas e apresentadores de televisão mais queridos do Acre, conquistou outro título importante, depois de se eleger deputado federal, em 2014, o de “deputado da família”. E ele se orgulha muito disso. “Eu brigo em favor de algo que Deus tem por precioso”, afirma. Mas essa não é a única bandeira dele. Alan expõe uma lista de feitos em Brasília para convencer seus eleitores de que é um incansável na luta por outras coisas boas para o seu Estado, entre as quais está a faculdade de medicina para Cruzeiro do Sul. Em entrevista ao Blog do Evandro Cordeiro, ele fala sobre este e outros assuntos. Veja:

  

Blog – Deputado, 2017 foi um ano movimentado para o senhor: mudou de partido (deixou o PRB e se filiou no DEM), foi cotado para ser vice do pré-candidato a governador senador Gladson Cameli (PP), depois foi para uma frente alternativa com outro candidato a governador. Por fim, toda essa movimentação foi positiva ou o senhor termina o ano desgastado?

  

Alan Rick - 2017 foi um ano muito positivo. Primeiro pelo nosso trabalho parlamentar.

Conseguimos alterar uma lei federal, numa conquista histórica para o povo do Acre: a Lei do Programa Mais Médicos.

Hoje, os acreanos e demais brasileiros que se formam em medicina no exterior são prioridade no programa, graças a nossa luta vitoriosa.

Também conseguimos a autorização do curso de medicina para Cruzeiro do Sul.

Milhares de municípios disputam o sonho de levar um curso de medicina para sua comunidade. Isso traz uma série de benefícios. Desde médicos residentes que vão trabalhar nas unidades de saúde atendendo gratuitamente a população até investimentos gerais em toda a cidade. É uma vitória maiúscula.

Também conseguimos liberar junto ao FNDE dezenas de escolas, quadras e creches para nossos municípios. É estou falando apenas de investimentos extra emendas. Se for falar das minhas emendas individuais não teria espaço aqui.

 

Blog – Falei com o deputado e pastor Marco Feliciano (PSD-SP) e ele disse que o senhor é uma revelação em Brasília, como deputado da bancada da família. Isso lhe ajuda na eleição de 2018?

 

Alan Rick - Este ano conseguimos barrar a ideologia de gênero na BNCC, a Base Nacional Comum Curricular que é o arcabouço geral do que será ministrado nas salas de aula para nossas crianças e adolescentes.

O povo brasileiro e acreano é cristão em sua imensa maioria e não aceita doutrinação de gênero em sala de aula.

Também conseguimos aprovar o texto da PEC 181/16 que estabelece a defesa da vida desde sua concepção.

Essa PEC, além de garantir maior apoio às mães de bebês prematuros também breca a tentativa de PSOL, PT e PCdoB de aprovar no STF a ADPF 442 que almeja a liberação generalizada do aborto no Brasil.

Uma afronta aos princípios basilares da vida previstos na Constituição Federal e na Convenção Americana de Direitos Humanos.

 

Blog – O senhor continua votando contra o Governo Temer (PMDB). Que proveito isso terá na sua tentativa de se reeleger em 2018? Pelo que se sabe o senhor fez foi perder os cargos federais que tinha...

 

Alan Rick - Quando fui eleito fiz um compromisso com meus eleitores de defender e lutar até o fim por uma política séria. Combater a corrupção, buscar soluções para os graves problemas do Brasil e do Acre.

Jamais vou desapontar meus eleitores e todos que sonham com uma política diferente do que está aí.

Um sistema apodrecido onde quem vota contra o povo se beneficia.

Votarei sempre a favor de todas as denúncias. Doa a quem doer.

Embora o governo Temer esteja sendo infinitamente melhor do que os governos do PT, ele deve ser investigado do mesmo modo que Dilma foi.

Não podemos ter dois pesos e duas medidas.

Não me conduzo por favores ou cargos. Sempre buscarei o melhor para o Acre e o Brasil.

 

Blog – Tem uma mensagem específica do Alan Rick para esse final de ano?

 

Alan Rick - Minha mensagem é a que Cristo deixou para o povo quando lhe questionavam sobre os falsos profetas:

"Cuidado com os falsos profetas. Eles vêm a vocês vestidos de peles de ovelhas, mas por dentro são lobos devoradores.

Vocês os reconhecerão por seus frutos. Pode alguém colher uvas de um espinheiro ou figos de ervas daninhas?

Semelhantemente, toda árvore boa dá frutos bons, mas a árvore ruim dá frutos ruins."

Mateus 7:15-17

Os cidadãos de bem e o povo cristão precisam olhar o todo. Analisar os frutos de cada um.

As árvores boas sempre produzirão bons frutos.

Publicado em Blog

Pouca gente conhece a Lei Eleitoral como o Maurício Hohenberger, esse paulista que já tem perto de 30 anos morando no Acre. Também, pudera, além de um dos bons advogados daqui, ele já foi Juiz Eleitoral. Pois é ele, um ativo participante das redes sociais, que vive protestando contra a situação política do País e do Acre, que quer ter a chance de ser deputado estadual. Ainda não tem partido, nem gastará dinheiro na campanha, segundo adianta, mas usará e abusará da popularidade que tem para alcançar o objetivo. Veja o que ele disse mais ao Blog do Evandro Cordeiro:

Blog - Além de juiz eleitoral o senhor é um advogado militante e um ativo participante das redes sociais. Isso seria por causa de suas pretensões políticas ou se trata simplesmente de indignação com a situação política do País?

Maurício Hohenberger - O fato de ter um currículo voltado à área jurídica e ser um combatente ferrenho das atrocidades e desmandos me faz tomar atitude no sentido de me apresentar como pré-candidato a deputado estadual em 2018. Nunca foi minha intenção ser político, mas a falta de responsabilidade de pessoas que lá se encontram não me deixam outra alternativa senão a de colocar meu nome. 

 

Blog – O Acre e o Brasil têm jeito?

Mauricio Hohenberger – O Acre sempre teve jeito. Só não teve interesse daqueles que lá estão. É necessário que o próximo Governo chame as instituições e discuta o caminho a ser seguido, inclusive os jovens que serão as vítimas de amanhã.

 

Blog – Que cargo o senhor disputará ano que vem e para onde o senhor for pode se esperar o que?

Mauricio Hohenberger – Disputo para estadual. Caso eu seja eleito estarei sempre ao lado da sociedade, não admitindo interferência de ninguém no meu mandato. É preciso que se entenda que o legislador tem a obrigação de respeitar o seu mandato, votando em favor da sociedade.

 

Blog - O senhor tem boa aceitação pública. Isso se deve a que?

Mauricio Hohenberger – Eu vivo no Acre há quase 25 anos e neste período sempre procurei ser útil. Já exerci vários cargos e sempre com honra, por isso recebo essa aceitação com muito orgulho e sabendo da grande responsabilidade que terei se eleito for.

 

Blog – Esse estilo polêmico seu nas redes sociais o senhor vai levar para a Aleac?

Mauricio Hohenberger – Nunca consegui calar-me a qualquer desmando e estando lá tenho o dever de chamar à responsabilidade tudo o que foi feito com o dinheiro público, para que aqueles que agiram dolorosamente respondam pelos seus atos, independente de quem seja.

 

Publicado em Blog

O sonho do prefeito de Porto Walter, Zezinho Barbary (PMDB), e de cem por cento dos moradores do município, é sair do isolamento. É que para chegar lá, só de avião ou de barco, saindo de Cruzeiro do Sul. Como está no segundo mandato, Barbary, cansado de ser enganado pelo Governo, tomou uma atitude que quase lhe manda para a cadeia: fez uma ligação terrestre com a zona rural de Cruzeiro do Sul. “Fui parar na Justiça por causa disso, mas vou continuar sendo um soldado na luta pela nossa interligação”, diz ele, que falou mais o seguinte ao Blog do Evandro Cordeiro:

 

 

Blog - Prefeito o senhor continua como o campeão em organização financeira. Outra vez pagou décimo e salários antecipadamente. Não tem crise em Porto Walter?

Zezinho Barbary - A crise abala o País inteiro e em Porto Walter não seria diferente. Um município de difícil acesso que sobrevive dos repasses obrigatórios e reduzidos pelo Governo Federal, o nosso povo vem sofrendo menos o impacto que os demais municípios, pelo resultado de muito planejamento constante.

Blog - O senhor não será candidato a deputado estadual em 2018 para ajudar o PMDB?

Zezinho Barbary - Tenho gratidão a família do PMDB, mas sempre coloquei em primeiro lugar o interesse do povo que eu represento e os meus três anos futuros se Deus me der saúde, serão dedicados ao exercício executivo de Porto Walter, justo pelo compromisso que assumi nas eleições municipais de 2016.

Blog - O senhor continua sonhando em ligar seu município a Cruzeiro do Sul?

Zezinho Barbary - Sonhava antes junto da população, quando era comerciantes e ouvia e via os políticos enganar o povo prometendo e há mais de 20 anos não cumpriram para que o sonho da nossa gente se tornar realidade. Mas sem prometer, liguei a nossa área de município a zona rural de Cruzeiro do Sul, um resultado que me levou a responder na justiça, mas me alegro quando vejo o resultado conquistado. Sozinho, não posso realizar esse sonho do nosso povo, mas serei um pequeno soldado na luta por essa interligação municipal.

Blog - Que mensagem de final de ano o senhor deixa pra sua comunidade?

Zezinho Barbary - Uma mensagem de paz, amor, união e muito planejamento. Assim podemos sonhar com um município melhor onde as indiferenças raciais, políticas e religiosos serão esquecidas e nossas crianças que são os nossos filhos e netos, no futuro, terão um cantinho melhor para viver. Feliz Natal!

Publicado em Blog

O coronel de Infantaria Wellington Valone Barbosa, comandante do 4º Bis, disse ao Blog do Evandro Cordeiro que o Exército cumpriu bem seu papel constitucional em 2017, o de guarnecer a fronteira do Brasil com Peru e Bolívia. São quase 1.300 km para vigiar, excepcionalmente por se tratar de dois países que produzem cocaína em larga escala. “Agindo em cooperação, alcançamos expressivos resultados”, diz ele, que falou mais o seguinte ao Blog:

 

Blog - Coronel o 4º Bis fecha o ano com se sensação do dever cumprido, o de garantir a segurança nas fronteiras do País?

Coronel Valone - Para o Comando de Fronteira Acre/4º BIS, 2017 foi um ano de muitos desafios na área operacional e administrativa. A missão de vigiar e guardar quase 1.300 km de fronteira com a Bolívia e o Perú é um trabalho árduo, mas com muita determinação e comprometimento fizemos o nosso trabalho. As fronteiras do País permanecem íntegras e livres de ameaças externas. Prosseguimos com a difícil tarefa de combater os delitos transnacionais, cujas características nos impõem a necessidade de dissimular as ações, a fim de surpreender aqueles que se utilizam das fronteiras terrestres para traficar drogas, armas, pessoas etc, cometer crimes ambientais e burlar regras alfandegárias. No entanto, agindo em cooperação com os órgãos de Segurança Pública, de forma cada vez mais coordenada, atingiremos expressivos resultados em 2018.

Blog – Comandante o senhor tem interesse em deixar uma mensagem de Natal ao povo acreano?

Coronel Valone - Em nome dos integrantes do 4º BIS, Batalhão Plácido de Castro, desejo a todos os acreanos um Natal de paz e harmonia e um novo ano de sucesso pessoal e profissional, de crescimento espiritual, de progresso sustentável, de saúde e equilíbrio, mas, acima de tudo, de muita segurança e liberdade, para desfrutarmos das belezas do nosso Estado e da convívio sempre amável de nossa gente.

Publicado em Blog

O senador Jorge Viana (PT) e o vice-presidente da Anatel, ex-senador Aníbal Diniz (PT), amanheceram nesta sexta-feira, 22, fazendo cooper pelas ruas da cidade de Brasileia. A corrida foi leve, um trote, para relaxar a musculatura. Apesar da boa ideia em relação a saúde, os dois não foram poupados pelos internautas. Grupos das redes sociais estão “torando o couro” de ambos. Insinuam ser a cena um aproveitamento político barato. Sinceramente, as redes sociais tornaram as pessoas muito rigorosas. De fato tem outras formas de se apresentar e pedir votos, mas não há mal nenhum fazer um cooper, afinal, derrotar Jorge Viana vai precisar mais do que uma caminhada. Talvez um pique a la Bolt.    

Publicado em Blog

A prefeita Marilete Vitorino é do PSD, partido de oposição, mas governa o município que vem dando seguidas vitórias para o PT em eleições para governador. Ela admite que precisará de desdobrar para mudar esse quadro, mas confia no desejo de mudança do povo. “O povo quer mudar”, disse ao Blog do Evandro Cordeiro. Ela, que é também presidente da Associação dos Municípios do Acre (Amac), falou mais o seguinte em entrevista rápida:

 

Blog - Prefeita Marilete o ano se encerra com o tarauacaense mais feliz?

Marilete Vitorino - Sim. Sem dúvidas e isso podemos sentir na fisionomia de cada tarauacaense, que voltou a ter orgulho de morar nesta cidade. Ruas limpas, melhorias nas vias públicas e governo sem corrupção faz as pessoas mais confiantes em um futuro promissor.

Blog – É possível a senhora enumerar algumas realizações de 2017?

Marilete Vitorino - Melhoramos a trafegabilidade com tratamento em várias ruas, operação tapa buracos, melhoria nas praças municipais, abertura de muitos ramais, melhorias na saúde e uma grande festa no Festival do Abacaxi, entre outras.

Blog - 2018 vem aí com uma eleição importante, uma parada decisiva para a oposição. De que forma o candidato a governador da oposição poderá contar com a senhora e com o povo de sua terra, que sempre decidiu em favor do PT?

Marilete Vitorino - Acreditamos e confiamos na mudança. Nosso candidato ao governo (Gladson Cameli – PP) poderá contar com o nosso total apoio. E de forma limpa e responsável conseguiremos a vitória.

Publicado em Blog

O deputado federal Flaviano Melo (PMDB) indicou o nome do servidor de carreira Sebastião Silva para o comando do Incra no Acre. A escolha teve como critério a valorização da “prata da casa”, segundo disse agora há pouco ao Blog do Evandro Cordeiro o próprio Flaviano. Tião, como é conhecido pelos colegas de trabalho, conhece todas as carteiras do Incra, além de ser querido. A superintendência do órgão estava vaga desde a saída de Eduardo Ribeiro, há um mês e meio. Na verdade o novo superintendente ainda passou por uma escolha interna, numa votação em que ganhou da barbada. Flaviano Melo aproveitou para referendar, segundo o secretário geral do PMDB, Pádua Bruzugu.  

Publicado em Blog

O diretor do Detran, Pedro Longo, é um juiz de Direito aposentado que topou comandar o trânsito do Acre, aceitando convite do governador Tião Viana (PT). Pelo números, resolveu a parada, indigesta, por sinal. Mas em 2018 ele quer outra aventura, a das urnas. Vai disputar as eleições para deputado estadual pelo PV. O próprio Pedro monta a chapa e articula uma aliança com o PRP sem ninguém com mandato. Ao Blog ele disse o seguinte:   

Blog - O senhor teve um ano muito movimentado tanto no departamento que dirige, o de trânsito, quanto na construção de seu novo partido, o PV. Que avaliação o senhor faz de 2017?

 

Pedro Longo - 2018 foi um ano bastante positivo para o Detran. Conseguimos reduzir o número de vítimas fatais e demos seguimento a diversos projetos importantes, como a implantação das Faixas Elevadas para pedestres, a modernização do nosso atendimento e a desapropriação de um imóvel no 2º Distrito para a futura construção do Complexo do Detran que irá reunir todos os nossos serviços em um mesmo local, propiciando maior comodidade aos usuários e desafogando o trânsito. Também avançamos na reforma das nossas sedes no interior (Ciretrans) que serão entregues em breve nos Municípios de Sena Madureira, Mâncio Lima, Xapuri e Plácido de Castro, além do reforço nas atividades da Educação de Trânsito que atingiu recordes de abordagens em suas campanhas. Já no início de 2018 será implantada a CNH digital e o parcelamento de multas com o uso de cartão de crédito, o que coloca o Acre dentre os Estados mais avançados na modernização de seus serviços.

Blog - As leis de trânsito tem endurecido. Isso não é ruim para quem tem pretensões políticas?

 

Pedro Longo - O endurecimento das leis de trânsito é uma opção política do Congresso Nacional, cabendo aos Detrans e demais órgãos de trânsito apenas cumpri-las. Assim, penso que não haja relação entre estes temas. Além do que, certamente toda a sociedade apoia que quem, por exemplo, provocar uma morte por dirigir sobre o efeito do consumo de bebidas alcoólicas receba uma punição apropriada. Afinal, proteger a vida humana deve ser nosso principal objetivo.

Blog - O senhor não é apenas um provável candidato, mas é um dos “articuladores” de uma aliança na qual não entrará ninguém com mandato. O senhor tem mais habilidade em administrar o Detran ou administrar partidos?

 

Pedro Longo - (Risos) Obrigado pelo elogio. Na verdade, estou apenas colaborando com a nossa Presidente Shirley Torres, aproveitando a experiência adquirida no período em que presidi o PSL quando conseguimos bons resultados eleitoriais. O mais importante é que construímos uma coligação muito forte entre o PV, o PRP do Julinho, que é um ótimo articulador e muito experiente na montagens das chapas e mais o PSOL que é presidido pelo Jamyr Rosas. Pelos nomes que farão parte desta chapa há grande chance desta coligação eleger três deputados, sendo dois de forma direta e o terceiro no aproveitamento das sobras eleitorais. Na última atualização feita pelo Julinho, a expectativa é que esta chapa alcance em torno de 45.000 votos  

Publicado em Blog

Socialize