Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal
01 / 02

Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal

O presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, reafirmou agora há pouco, em Brasília, o compromisso do partido com a pré-candidatura da procuradora de
02 / 02

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
02 Out 2017
O apóstolo, advogado, professor de educação física e doutor em psicanálise clínica, Ildson Viana  O apóstolo, advogado, professor de educação física e doutor em psicanálise clínica, Ildson Viana

Apóstolo afirma sobre cura gay: “Deus não criaria uma pessoa com um sexo para ela ter que mudar depois”

O advogado, teólogo, doutor em psicanálise clínica, professor de educação física e especialista em programação neuro linguística José Ildson Viana Barbosa afirmou ao Blog do Evandro Cordeiro, sobre a cura gay, polêmica recente levantada no Brasil, que “Deus não se enganaria ao criar uma pessoa biológica e fisiologicamente de um sexo para que depois ela tenha que mudar para outro”. E mesmo que aconteça a mudança, ele garante, aí como apóstolo, título topo de autoridade eclesiástica: existem muitos casos de pessoas que conheceram a verdade (à luz da Bíblia) e foram libertas. Ao conceder a entrevista ele não fez nenhuma ressalva sobre como entrar numa bola tão dividida quanto a tal cura gay. Aceitou falar como evangélico e como entendido nas ciências humanas. Aos 45 de idade, Ildson Viana não tem apenas o currículo escolar vasto, mas toda uma história de vida iniciada em Cruzeiro do Sul, onde nasceu. Já andou de bicicleta, de pés, e teve que dar duro para criar os quatro filhos, mas atingiu objetivos inimagináveis por meios dos estudos. A seguir a polêmica entrevista com o homem que, além de dar aulas em universidade, ministra a palavra de Deus e ainda dirige a Santa Casa de Misericórdia:   

Blog – Começo a entrevista com o Apóstolo, com a autoridade eclesiástica, a quem pergunto, dura e secamente: existe a cura gay à luz da Bíblia?

Ildson Viana - Do ponto de vista bíblico tudo é possível. Apesar de todos os argumentos infundados e sem amparo científico acerca da mudança de sexo, Deus não se enganaria ao fazer uma pessoa biológica e fisiologicamente de um sexo para que depois ela tenha que mudar para outro. Porém, mesmo mudando, existem muitos casos de pessoas que conheceram a verdade e foram libertas.

Blog – Agora pergunto ao doutor em psicanálise clínica, advogado e professor de educação física: existe a cura gay?

Ildson Viana - Do ponto de vista científico a homossexualidade não é considerada uma doença, isso com base no CID 10 (CÓDIGO INTERNACIONAL DE DOENÇAS), embora a transexualidade ainda conste no referido código como transtorno. Portanto, se não há doença não há cura - isso pelo prisma da psicologia. O que posso afirmar é que, embora a ciência não reconheça a homossexualidade como doença, não se pode deixar de mencionar que alguns transtornos e traumas condicionaram muitos a criar aversão à própria sexualidade, gerando com isso hábitos homossexuais. Nesses casos os traumas, sim, poderiam ter sido curados.

Blog – A discussão em torno da ideologia de gênero vem ganhando algum apoio popular, principalmente porque alguns partidos políticos ou suas “estrelas” têm se posicionado e, assim, influenciado muita gente. Onde isso vai esbarrar, professor?   

Ildson Viana - A ideologia de gênero é uma das mais terríveis estratégias que existe em nossa geração. Os militantes do movimento LGBT, amparados por alguns representantes políticos e partidos que visam a desconstrução da base familiar, base essa estabelecida na Bíblia e na constituição brasileira, inconformados com a frustração de não convenceram adultos que defendem princípios de vida e família, em uma competição exacerbada e sem fundamentos espirituais, biológicos e emocionais, resolveram focar seus esforços na base da formação que são as crianças e adolescentes, implantando uma verdadeira ditadura gay, onde querem tirar até o direito dos pais de educarem seus filhos, principalmente, acerca da sua sexualidade. Por essa ideologia terrível as pessoas não nascem com a sua sexualidade definida. Em outras palavras: o órgão genital que o acompanha no nascimento bem como todos os cromossomos pode ter sido um engano e depois é que você escolhe o sexo que mais se identifica. Nesse momento é onde eles entram em ação com a manipulação nas escolas, usando, inclusive, materiais didáticos e paradidáticos, sem contar com toda influência midiática. E todos que não concordam com esse absurdo são taxados de fundamentalistas e homofóbicos. Acho que já está passando da hora de expormos quem e quais são os políticos com seus respectivos partidos que sustentam e alimentam tais práticas.

Blog – Mas onde vamos chegar, professor? Onde a humanidade vai parar?

Ildson Viana - Isso pode levar a humanidade a um verdadeiro caos social, moral e espiritual. Como temos visto, já há tantas aberrações em pseudo amostras culturais. Do ponto de vista bíblico a perversão sexual, aliada a mudança de valores e a quebra de princípios, levam qualquer sociedade a experimentar crises terríveis, além de maldições. A Bíblia fala desse tempo em que o certo parece errado e o errado é tido como certo. Deus sempre vai amar o pecador, mas continua abominando o pecado. Quanto mais iniquidade, mais afastados estamos de Deus e de seus princípios. A humanidade está caminhando em passos largos para a desconstrução dos valores morais e espirituais, afogados em um relativismo social e cultural. Isso é terrível para o nosso futuro.

Blog – Esse caos do qual o senhor se refere poderá contar com a ajuda da globalização da informação?

Ildson Viana - A globalização é um caminho sem volta. O avanço tecnológico e a velocidade com que as informações chegam a todos é como uma faca de dois gumes. Todas essas coisas usadas de forma errada trarão prejuízos terríveis para a nossa sociedade. A questão agora não é tentarmos diminuir as informações, mas levantar a nossa voz e de posse de tudo isso deixarmos de omissão e covardia, ficar criticando e lamentando por tanta imoralidade, perversão e desrespeito a princípios e valores que são eternos. Apenas observar o avanço disso não é o papel de quem não concorda com tais coisas. O correto é combatemos isso com as armas corretas e usadas da maneira correta, principalmente em nosso Sistema Democrático de Direito. Para isso temos que escolher bem nossos representantes e contarmos suas atuações principalmente na esfera legislativa. Ainda somos um país de maioria cristã. Não sou contra a defesa dos diretos das minorias, mas defender direitos das minorias não pode implicar na perda dos diretos das maiorias. Se um psicólogo, por exemplo, pode orientar uma pessoa ao ponto dela tomar decisão pela prática da homossexualidalde, porque não pode orientar sobre a heterossexualidade? O que vemos hoje é o direito das minorias sufocando o direito das maiorias. Sou contra violência, discriminação a qualquer pessoa ou grupo, mas sou radicalmente contra as imposições que esse movimento tem apregoado. Portanto vamos fazer a nossa parte. Se cada um de nós varrer a rua em frente da nossa casa, no final da tarde toda a rua estará limpa. Encerro dizendo que nossa luta não é e nunca será contra pessoas, sejam elas homo ou heterossexuais, mas isso não nos obrigada a concordar com suas práticas, principalmente a forma como estão tratando tais questões sem respeitar nossas crianças e nossa posição conservadora.

Escrito por  0 Comentário
Publicado em Blog
Avalie este item
(3 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.