Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal
01 / 02

Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal

O presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, reafirmou agora há pouco, em Brasília, o compromisso do partido com a pré-candidatura da procuradora de
02 / 02

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
26 Jun 2019

Senador sugere que governo do Acre faça uma devassa sobre o que foi gasto com ONGs

O governo Gladson Cameli (Progressistas) deveria fazer uma devassa sobre o que foi gasto com ONGs no Acre nos últimos 20 anos. A sugestão é do senador Márcio Bittar (MDB), depois de fazer um inflamado discurso no Senado, nesta terça-feira, 25, denunciando exatamente uma ONG, a Fundo Amazônico. Bittar considera essa organização como uma trava para o desenvolvimento da região Norte do Brasil, pelas regras estabelecidas de forma documental entre Brasil e países europeus para a criação do fundo. Ao Blog do Evandro Cordeiro o senador assegurou que assim como o Fundo Amazônico, outras ONGs que se estabeleceram na região nas últimas décadas precisam ser investigadas. Principalmente no Acre, onde dezenas delas captavam dinheiro público para fins até agora não esclarecidos. "Sugiro uma devassa para se ter uma ideia de onde foi parar muito dinheiro dos acreanos", disse o parlamentar.

Escrito por  1 Comentário
Publicado em Blog
Avalie este item
(2 votos)

1 Comentário

  • Link do comentário Janio Teixeira Pinheiro postado por Janio Teixeira Pinheiro Quarta, 26 Junho 2019 11:49

    Esse é o meu Senador Márcio Bittar, defendo integralmente esse posicionamento com referência a essas organizações internacionais querendo controlar nossas riquezas. Parabéns Senador Márcio.

    Relatar

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.