Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal
01 / 02

Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal

O presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, reafirmou agora há pouco, em Brasília, o compromisso do partido com a pré-candidatura da procuradora de
02 / 02

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
27 Dez 2018
Tião Bocalom com eleitores "fãs" na última eleição: esperando pela Justiça de Deus Tião Bocalom com eleitores "fãs" na última eleição: esperando pela Justiça de Deus

“Espero que o Gladson faça diferente da cambada que passou ai”, diz Bocalom em avaliação

O ex-prefeito de Acrelândia Tião Bocalom, que disputou a eleição desse ano para deputado federal pelo PSL, disse ao Blog do Evandro Cordeiro estar otimista quanto ao novo governo do Acre e mais ainda com o Brasil. À véspera de completar 40 anos de casado com dona Beth, com quem está em Araguari, Minas Gerais, cuidando da saúde dela, Bocalom avaliou 2018 como um ano extraordinário para si, para os acreanos e para o Brasil. “Conseguimos tirar o PT de cima abaixo, com a política retrógrada deles, que ferrou nossa economia”, analisa, feliz.  

Tião Bocalom espera que o novo governador do Acre, Gladson Cameli (PP), retome o desenvolvimento e “faça diferente dessa cambada que passou ai”. Bocalom está otimista, entre outras, pela equipe escolhida até agora. “Pela equipe vejo que vai dar certo”, disse. No Brasil ele acha que chegou a hora do governo da decência. “O Brasil vai mudar com o Bolsonaro e para melhor”, sentencia. Ele diz estar à disposição para ajudar nos dois governos. “Não sei se na cadeira de deputado federal ou de outra forma, mas quero ajudar. Estou aguardando a Justiça de Deus”, pontua, se referindo ai no final a prisão e possível perda do mandato do eleito Manuel Marcos (PRB).

Bocalom continua dizendo que 2018 foi bom para ele e para o Acre porque tem um horizonte colorido pela frente. “Vamos, finalmente, abandonar esse modelo perverso, tirar esses jovens da criminalidade, tudo fruto desse modelo atrasado do PT. O jovem quer comprar um celular, um tênis, não tem, chega o pessoal da droga e oferece e eles entram para o crime, mas a maioria não queria entrar para o crime. Espero que o governo do Gladson gere essas oportunidades”, conclui.  

Escrito por  0 Comentário
Publicado em Blog
Avalie este item
(3 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.