Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal
01 / 02

Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal

O presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, reafirmou agora há pouco, em Brasília, o compromisso do partido com a pré-candidatura da procuradora de
02 / 02

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
30 Jun 2018
Nonato Viana, do colunismo social para a Assembleia Legislativa; do seringal Esperança para o mundo da moda  Nonato Viana, do colunismo social para a Assembleia Legislativa; do seringal Esperança para o mundo da moda

CHIQUE GANHA Colunistas sociais finalmente podem ter um representante na Aleac: Nonato Viana

O coach político, assessor parlamentar e mais uma lista imensa de outras especialidades, Nonato Viana, mas conhecido mesmo pelo trânsito fogoso que possui no higt society e onde é admirado e admitido como um dos melhores colunistas sociais do Norte do Brasil, poderá ser o primeiro representante dessa categoria na Assembleia Legislativa do Acre. Pelo menos um passo ele já deu: é pré-candidatíssimo a deputado estadual pelo PRTB, partido cujo pré-candidato a governador é o Lyra Xapuri, o locutor do Formigão. Ao contrário do mantra que tornou ainda mais famosa a colunista Marlize Braga, ícone desse jornalismo no Estado, dessa vez chique vai ganhar. Marlize para tudo que escrevia terminava com sua velha reza, o “chique perde”.          

Nonato Viana é um acreano da gema nascido no seringal Esperança, em Tarauacá, filho do seu Nozim Viana e da dona Apolônia (só ela é viva). Veio para Rio Branco ainda muito jovem, enveredou no colunismo social, onde é conhecido por ser bem informado, ter um texto excelente e por agregar muito o mundo da moda, onde é especialista em um bocado de coisa. É coreógrafo, por exemplo, dono de uma agência de modelo há muitos anos, mas seu currículo melhorou ainda mais depois de uma aventura que fez pelo centro-oeste do Brasil por duas décadas. Por lá se especializou em assessoria de comunicação, cerimonial e eventos, publicidade e marketing, só para ficar por aqui. Voltou para o Acre há dois anos e atualmente assina uma coluna no jornal Opinião, a Gente de Expressão.  

Para almejar o cargo eletivo de deputado, Nonato pensou bem antes. Virou coach. Isso mesmo, coach político. Não é qualquer coisa. Se depender de conhecimento no assunto, está mais do que pronto para assumir um mandato e, finalmente, ser o primeiro desse mundo do colunismo a abiscoitar uma cadeira na Aleac. Desde 1962 a casa do povo acreana jamais experimentou ter um parlamentar desse víeis da imprensa. Projeto aparentemente convincente o Nonato Viana tem. Ele informa, por exemplo, estar disposto a lutar pelo mandato porque depois de 20 anos voltou para a sua terra e viu pouca mudança. “A juventude vive o mesmo daquela época. Quero fazer qualquer coisa para ajudar a mudar isso”, afirma Nonato, um sujeito de fino trato acostumado a dois mundos: o da pobreza do seringal e o do glamour dos colunistas.

Então, ao contrário do que diria a Marlize, dessa vez chique ganha.

Escrito por  0 Comentário
Publicado em Blog
Avalie este item
(2 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.