Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal
01 / 02

Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal

O presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, reafirmou agora há pouco, em Brasília, o compromisso do partido com a pré-candidatura da procuradora de
02 / 02

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
28 Mai 2018

Chico Pereira, Manoel Suíca e Adalberto Martins deixam coletivamente o partido dos trabalhadores no Acre

“É um partido com pouca renovação” disse ontem, ao senador Gladson Cameli e o deputado federal Major Rocha, Chico Pereira, fundador do Partido dos Trabalhadores no Acre. 

A expressão é um adeus ao PT, partido que Pereira ajudou a fundar. Durante agenda de pré-campanha de Gladson Cameli em Porto Acre, no último sábado, 26, Pereira pediu para sentar e na mesa do setor comercial da Vila do V, hipotecar total apoio a Aliança liderada pelo progressista. 

A prosa foi a primeira conversa pública de Chico Pereira com um pré-candidato de oposição, após sua desfiliação da Frente Popular no final do ano passado. O sindicalista não escondeu que vem sendo pressionado a voltar para onde começou.“Eu estava em Cruzeiro do Sul semana passada quando recebi um telefonema da executiva nacional do PT, pedindo explicações sobre a minha postura. Disse a eles que estava no Juruá fazendo campanha para Rosana Nascimento e Gladson Cameli. E acrescentei que minha decisão não tem volta”, desabafou. 

Os charmosos cabelos brancos de Pereira condenam o tempo de lutas. A conversa pausada, olhar de experiência, mãos gesticuladas, conteúdo que revela o desgosto e o quadro de esvaziamento do apoio ao partido em seus redutos históricos. Por ironia do destino, a conversa estava sendo testemunhada por outro pioneiro e ex-petista, o Manoel Suíca. 

“Pensei que ia ficar sozinho nesse bote, mas tem muita gente abrindo os olhos e pulando do barco” disse Suíca. 

Os militantes acompanharam passo a passo, a extensa agenda de Gladson Cameli, Major Rocha e o senador Sérgio Petecão na Vila do V, Vila do Incra e, no principal reduto do PT na região, a cidade sede de Porto Acre. 

O caso emblemático seria repetido por outro historiador, o Adalberto Martins, a quem coube, durante evento no Centro Comunitário, relatar detalhadamente à Gladson Cameli, a história de fundação e constituição de Porto Acre, através de um cenário que assim como o fictício, erguido pela poderosa rede globo durante a minissérie Amazônia – de Galvez a Chico Mendes – encontra-se totalmente abandonado.  

“Esqueceram nossa cidade, a história de revolução que permitiu sermos brasileiros” disse Martins durante emocionante relato. 

Aos olhos de moradores históricos, alguns produtores rurais da região do Caquetá e militantes, Gladson Cameli arrematou: “O Acre começa aqui, podem ter certeza que vamos nos esforçar ainda mais para ajudar no desenvolvimento de Porto Acre. Aqui tem um povo que luta, que tem fé, isso é uma referência para o nosso estado”, disse Cameli.

Matéria originalmente publicada no Blog do Carioca

Escrito por  0 Comentário
Publicado em Blog
Avalie este item
(2 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.