Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal
01 / 03

Paulinho da Força reafirma compromisso com pré-candidatura de Vanda Milani a federal

O presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, reafirmou agora há pouco, em Brasília, o compromisso do partido com a pré-candidatura da procuradora de
02 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
03 / 03
O presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, reafirmou agora há pouco, em Brasília, o compromisso do partido com a pré-candidatura da procuradora de
31 Dez 2017
Fernando Lage com a esposa, dona Eliana: para ele, quem tem que gerar emprego é empresário e não governo, como o PT faz Fernando Lage com a esposa, dona Eliana: para ele, quem tem que gerar emprego é empresário e não governo, como o PT faz

FERNANDO LAGE: “A esquerda fracassou porque inchou o governo e se intrometeu na economia”

A pré-candidatura ao Senado do empresário Fernando Lage (Democratas) tem dois pontos positivos os quais facilitam a apresentação do nome dele a um eleitor em cuja cabeça pouca gente sabe o que tem reservado para 2018: um é o fato dele ser uma cara nova na política; o outro é por ele ser um empreendedor nato, que venceu na vida como empresário, o que chancela a bandeira política dele, o liberalismo, baseado no sumiço do Estado da vida das pessoas, deixando o protagonismo econômico para a iniciativa privada. “Governo tem que dar segurança e educação. Emprego quem gera é a iniciativa privada”, critica sempre. Se as pessoas vão absorver a mensagem aí são outros quinhentos. Ele não pensa nessa possibilidade. “Estou me apresentando às pessoas e mostrando minhas ideias e percebo a aceitação”, afirma ao Blog do Evandro Cordeiro. Numa entrevista em poucas linhas ele fala sobre o liberalismo, sobre a violência no Acre e sobre a fé, afinal Lage é líder da rede de empreendedores da Igreja Batista do Bosque. A rigor, essa é a maior rede do projeto em célula da denominação. São cerca de 500 membros liderados por Lage. Veja a seguir o bate papo dele com o Blog:       

 

Blog – O que o empresário Fernando Lage pretende deixar como legado ao virar senador pelo Acre?

Fernando Lage - Nosso Acre precisa urgentemente se desenvolver, crescer e ter perspectivas para o investidor. Não se admite mais um Estado inchado e caótico nas mãos de poucos que querem um Estado empresário e atrasado. Pretendo colocar todos os meus conhecimentos acadêmicos e de empreendedor a disposição de um Projeto Liberal de desenvolvimento, onde a iniciativa privada empreendedora seja a razão principal do nosso desenvolvimento econômico e das pessoas. Este projeto de florestania que aí está é concentrador das riquezas nas mãos do Estado e de alguns escolhidos, deixando para o resto da população a tarefa de pagar a alta carga tributária para a conta dos gastos públicos com negócios privados. É contra estes privilégios que estou lutando e quero seguir.

Blog – O senhor já tem um partido para ir a disputa?

Fernando Lage - Estou filiado ao Democratas e tenho alguns convites de outros partidos. No tempo certo do calendário eleitoral, vou ter a decisão, após ouvir meus apoiadores.

Blog – O senhor é defensor do liberalismo. Mas o que é liberalismo e as pessoas já começaram a entender esse modelo político?

Fernando Lage - As pessoas entendem que o Estado deve ter o tamanho necessário para cuidar das pessoas, defende-las, dar segurança, educação, saúde e infraestrutura. O que passar disto é intromissão nas vidas das pessoas. Ninguém suporta um Estado que promove a miséria, a desilusão, a desesperança, a perseguição, o continuísmo e o desperdício de recursos. As pessoas querem crescer e ter acesso às riquezas econômicas para serem livres e ter liberdade de escolha.

Blog - Como cristão praticante, membro da uma igreja grande e tradicional aqui em Rio Branco, como o senhor vê tanta violência e tanta corrupção no Brasil e no Acre?

Fernando Lage - O que gera corrupção e violência é o tamanho do Estado concentrador de riquezas, estado incapaz de proporcionar diretrizes de desenvolvimento. Este desacerto gera milhares de desempregados e isto força as pessoas seguirem um caminho não cristão. O sofrimento das famílias que teem seus filhos desamparados e forçados a seguir o caminho do mal é muito grande. Qual pai ou mãe quer ver seus filhos sem direção, desempregados, fora dos caminhos de Deus? Nenhum!

Escrito por  0 Comentário
Publicado em Blog
Avalie este item
(2 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Socialize