Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal
01 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
02 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
03 / 03

Henrique Afonso pode ajudar a cunhada na disputa para federal

O ex-deputado Henrique Afonso (PSDB) não ficará de fora da disputa política em 2018. Se não for candidato, o que é muito provável, vai ajudar
06 Dez 2017
O casal Bittar: cumplicidade de Napoleão e Josefina, amor de Tarcísio e Glória Menezes  O casal Bittar: cumplicidade de Napoleão e Josefina, amor de Tarcísio e Glória Menezes

“Ele é disciplinado, rigoroso, mas tem um coração mole”, diz mulher de pré-candidato a senador Marcio Bittar

Poucos casais da política no Acre se revelam mais apaixonados do que Marcia Bittar e Marcio Bittar. Eles se chamam de “amor da minha vida”. Formam um par tão cúmplice de dar inveja a Napoleão e Josefina, Tarcísio Meira e Gloria Menezes, Nabor e Darci Teles, quiçá. Convidada a falar sobre o marido aqui no Blog do Evandro Cordeiro, a presidente do Solidariedade cria todo um cenário. “Espera que vou jantar primeiro, porque não posso falar do meu marido assim, de improviso, a queima-roupa. Ele é um homem bom, importante”, afirma a apaixonada Marcia. Candidato a senador pela oposição, a esposa tem razão ao falar com cuidado sobre Marcio Bittar, do PMDB. Ele não é um qualquer na política. Tem ao menos 38 anos de militância, onde iniciou como militante ao Partido Comunista, no final da década de 1970, e 29 anos de casamento com ela. Conquistou um mandato de deputado estadual e dois de federal, sempre entre os mais votados. Disciplinado, quase sempre sisudo, Marcia revela o lado mole do parceiro: “Ele amolece com um carinho dos meninos”. E mais: “Foi meu babá quando eu pari os três filhos. Ele que trocava fralda”. Veja o restante da entrevista:       

 

 

Blog – A senhora é muita ligada na vida política e pessoal do seu marido, ajuda nas campanhas, mas como é o Marcio Bittar em casa, como marido, pai..?

Marcia Bittar – Sim. Sou de fato muito ligada na vida dele, tanto que toda vida ajudei a coordenar as campanhas dele. Somos muito ligados e faço tudo com muita dedicação porque sempre valeu a pena. Ele é um homem muito responsável e dedicado ao que faz.  Gosto de estar perto dele, porque é um homem muito disciplinado. Fico perto sempre, errando e acertando com ele. O Marcio é um homem muito trabalhador, é um marido carinhoso, muito romântico. Ele canta para mim, acredita? Ele ajuda nas tarefas domésticas, me ajuda a cozinhar. Sempre corta as verduras. Ele adora fazer churrasco, também. Para se ter uma idéia, o Marcio foi o babá dos meninos quando eles nasceram. Ele que trocava fralda, essas tarefas. É um homem durão, mas de coração mole ao mesmo tempo. Basta um carinho dos meninos e ele se derrete – Marcia se refere aos filhos João Paulo, Julia e Paula.  

Blog – Quando iniciou de fato a carreira política do Marcio Bittar?

Marcia Bittar – Quando eu conheci ele, ele já fazia política há muito tempo. Ele foi presidente da União Estudantil Campograndense. Foi o Marcio que assinou minha carteira de estudante para eu usufruir da meia passagem. Lembra que ele trouxe essa lei da meia passagem para o Acre e conseguiu aprovar ela na Assembleia Legislativa, quando era deputado estadual? Pois é. Mas depois ele veio para a fazenda, trabalhar com o pai, seu Mamédio, ali perto de Sena Madureira. Foi naquele período que casamos. Ele faz política há 38.

Blog - Como o Marcio conseguiu cuidar da fazenda e ser político ao mesmo tempo?

Marcia Bittar – Ah, ele é muito disciplinado em tudo o que faz. É um homem muito inteligente. Para você ter uma idéia, ele trabalhava na fazenda e estudava o segundo grau, mas devido as dificuldades, só conseguiu terminar quando virou deputado estadual. E a faculdade ele só conseguiu quando se elegeu deputado federal. Mas enfim...conseguiu.     

Blog – A senhora ainda pensa em disputar a eleição ou vai só ajudar na campanha do marido?

Marcia Bittar – Olha só. Não digo que nunca disputarei, mas nessas eleições não passa pela nossa cabeça. Quero cuidar do meu partido, o SOLIDARIEDADE, cuidar da nossa chapa. Temos uma candidata a deputada federal, a doutora Vanda Milani, temos uma chapa de estadual que eu preciso cuidar. E também estou muito dedicada à candidatura do meu marido a senador. Estou muito empolgada e envolvida. Acho que a campanha vai ser vitoriosa. Vamos nos dedicar também a candidatura majoritária, a de governador.        

Escrito por  0 Comentário
Publicado em Blog
Avalie este item
(3 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

BANNER PP P

Socialize