24 SP_SETEMBRO 2018

O clima azedou entre PT e PCdoB de Tarauacá horas depois de o ex-prefeito Rodrigo Damasceno anunciar que poderia disputar as eleições para deputado estadual. A reação teria partido de grupos da Frente Popular ligados ao deputado estadual Janilson Lopes, que como Rodrigo também é médico. O ex-prefeito justificou sua candidatura baseado em dois princípios, um deles o fato de ter sido convidado, o outro por sua família estar morando em Rio Branco. Mas diz que foi mal interpretado ao ser chamado de “ingrato”.

Veja o que Rodrigo escreveu numa rede social: “Hoje, meus companheiros, camaradas e amigos moro em Tarauacá enquanto meu filho e esposa moram em Rio Branco e a única razão que ainda me prende aqui é a vontade de não perder o vínculo com meu município. Então o que vocês chamam de ingratidão eu chamo de amor por Tarauacá”. Mesmo assim, disse a fonte do Blog do Evandro Cordeiro, a resistência à candidatura dele vai continuar. O PCdoB quer reeleger Janilson Lopes.   

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
24 SP_SETEMBRO 2018

O ex-vice-prefeito de Tarauacá, Chagas Batista, do PCdoB, liderou essa semana uma reunião com vereadores da Frente Popular para iniciar as cobranças à atual prefeita, Marilete Vitorino (PSD), depois de um ano de trégua. Segundo Batista, está passando da hora de cobrar a gestão atual “porque a cidade é só buraco, lama, escuridão, sem contar a precarização dos serviços de saúde e educação”.

Chagas Batista disse que toda a oposição esperou um ano, deixando a prefeita Marilete a vontade em 2017. “Tivemos a prudência de dar um ano para ela, mas chegou a hora e nós vamos agir”, informa o comunista. Por enquanto, a gestão Marilete está “sem rumo, sem resultados, nada mudando em Tarauacá com a administração dela”.

Obras paradas - Em um ano a atual gestão de Tarauacá não constituiu nem iniciou uma única obra, segundo Chagas Batista. “Até às obras iniciadas no nosso governo estão paralisadas sem andamento”, afirma. E acrescenta: “A prefeita não pode reclamar de nada porque deixamos a prefeitura muito melhor do que encontramos em 2013. Além disso, ela é presidente da AMAC e tem amplo apoio parlamentar em Brasília”.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
24 SP_SETEMBRO 2018

De próprio punho, o deputado federal Moisés Diniz (PCdoB) faz um balanço do mandato dele. Veja a seguir:

“Nesses quinze meses de mandato na Câmara dos Deputados, enfrentando muitas dificuldades, tentei servir ao povo do Acre, com lealdade, esforço pessoal e ética.

- Mobilizei a bancada acreana, parlamentares de outros Estados e líderes Sabatistas do Brasil, pra tirar o Sábado das provas do ENEM. Vencemos no MEC e agora estamos com projeto de lei já aprovado em duas comissões e tramitando na CCJ,

- Sugeri e foi aprovada emenda de bancada (impositiva), de 20 milhões de reais, para interiorização da UFAC. Seguiremos na luta para implantar e construir o Campus Avançado de Tarauacá-Feijó,

- Liderei a criação da Frente Parlamentar em Defesa das Companhias Elétricas, em especial, da ELETROACRE,

- Consegui 217 assinaturas para instituir PEC que federaliza o salário de Professores do ensino básico. Uma luta que vai se tornar forte no Brasil,

- Apresentei projeto de lei que isenta de IPI os PROFESSORES que comprarem carro zero,

- Consegui 212 assinaturas pra instituir PEC que destina 10% das emendas parlamentares para criação de Bolsas Estudantis,

- Articulei com outros parlamentares a criação da Universidade Aberta e de cursos universitários pra juventude indígena e rural dos municípios de difícil acesso,

- Fiz luta de rua contra a reforma da Previdência e me dedicarei, nos próximos meses, a ações mais radicalizadas a favor da aposentadoria dos trabalhadores,

- Entrei na Justiça contra os preços abusivos das passagens aéreas no Acre,

- Apresentei projeto de lei, obrigando que as MILHAS de passagens aéreas pagas com dinheiro público sejam destinadas ao TFD de cada Estado,

- Apresentei emendas parlamentares com foco na cultura (para as academias de letras) e na saúde, como reforma do hospital de Jordão e aquisição de laboratórios e aparelhos de ultrassom para os municípios mais distantes da capital.

Em 2018, mesmo fora da política, seguiremos em outra frente de luta, que breve informarei aqui.

Que Deus abençoe o povo acreano e o Brasil! E que 2018 seja de fé, de luta e de paz!”

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
24 SP_SETEMBRO 2018

O senador Sérgio Petecão (PSD) passou o fim de semana no Jordão, município isolado por terra cujo acesso só é possível pelo rio Tarauacá ou por avião, onde entregou um grupo gerador em uma aldeia indígena. “Fui ao Jordão cumprir o que havia combinado com o prefeito Elson Farias (PCdoB) e estou feliz por ter contribuído para melhorar a vida numa das aldeias da região (Aldeia Boa Vista). Entregamos um motor de luz para a comunidade”, disse Petecão.

Petecão lembrou que a cidade de Jordão é administrada por um prefeito do PCdoB e ele é do PSD, base de apoio ao governo federal. “Mas é um dos prefeitos que mais tenho procurado ajudar lá em Brasília. Não vejo nenhum problema nisso”, disse.

O senador que levar internet a comunidade de Jordão. E tomou uma atitude. Fez um vídeo em meio aos moradores para enviá-lo ao ministro da Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab, presidente do seu partido. “Essa semana mostro o vídeo para ele”, garante.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
24 SP_SETEMBRO 2018

O deputado federal Moises Diniz (PCdoB) confirmou ao Blog do Evandro Cordeiro que não disputará mais eleição, pelo menos em 2018. Mas adiantou que não é hora de dar entrevistas. “Ainda não é hora”, disse. Depois de muita insistência sobre o que teria acontecido, se vai deixar a Frente Popular, se deixa o partido, ele respondeu que ainda não é “hora de tocar trombeta”. Diniz anda desiludido com a política faz tempo, mas ter sido rifado da escolha do candidato a vice-governador pode ter sido a gota d’água.       

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard