20 SP_FEVEREIRO 2018

O deputado federal Major Rocha (PSDB) acaba de desmentir que seu partido esteja fazendo um acordo para caminhar junto com o coronel Ulisses Araújo, pré-candidato a governador ainda sem partido, mas amparado pelo DEM de Tião Bocalom. Ele disse ao Blog do Evandro Cordeiro, para desmentir boatos das redes sociais, que “independente de qualquer coisa” ele, seu partido e seu grupo político vão caminhar com o senador Gladson Cameli, pré-candidato a governador pelo PP numa coalisão de partidos que ficará maior que a Frente Popular. Quando diz “independente de qualquer coisa” Rocha se refere ao seguinte: mesmo que o vice não saia do ninho tucano ainda assim ele vai com Gladson para o Governo. “Tenho palavra”, diz.  

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
20 SP_FEVEREIRO 2018

O deputado federal Major Rocha (PSDB) também vai pedir socorro ao Governo Federal, na próxima terça-feira, seguindo exemplo do senador Sérgio Petecão (PSD), horrorizado que está com a chacina desta sexta-feira, 2, em que três adolescentes foram executados e outros quatro estão internados em estado grave, resultado da invasão de criminosos numa festa de aniversário. “O acreano não pode se acostumar com esse terror”, diz o parlamentar ao Blog.

Major Rocha lamentou a chacina e disse que somente uma intervenção federal, ao menos com a chegada da Força Nacional, poderá conter o terrorismo implantado nas ruas de Rio Branco e de outras cidades do Acre. “O problema é que o atual governo não sabe nem como enfrentar o crime. Esse negócio de fincar bandeira no Mocinha Magalhães não passa de presepada, igual aquela do apito. Para enfrentar o crime é preciso disponibilizar estrutura. Para se ter uma ideia, as viaturas nem gasolina tem. A equipe que entra tem que se contentar com o restinho de combustível da equipe anterior”, diz.

Na próxima terça-feira Major Rocha deverá ser recebido pelo ministro da Justiça, Torquato Jardim, em audiência marcada desde a semana passada. No encontro Rocha vai expor a realidade do Acre e pedir a urgente intervenção. “Esse governo do acre está perdido. E pior: mesmo precisando de ajuda, eles não tem humildade de pedir”, afirma o parlamentar.          

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
20 SP_FEVEREIRO 2018

O deputado federal Major Rocha, presidente estadual do PSDB, disse, ao anunciar a pré-candidatura da irmã, minha colega jornalista Mara Rocha, ao senado da República, que libera “na boa”, por causar pouco prejuízo à chapa de estadual, o ex-dirigente da juventude tucana, Renê Fontes, para que ele procure outro partido – ele vai para o PTB –, mas avisou que não abrirá mão do vereador de Rio Branco e do partido, Célio Gadelha. O parlamentar estaria se articulando nos bastidores para também ir compor o grupo de partidos liderado pelo pré-candidato a senador pelo PMDB, Marcio Bittar, entre eles PTB, PPS e Solidariedade. Além do desfalque que Gadelha daria à chapa, Rocha o perderia para seu desafeto político, o que seria inconcebível para ele e seu grupo.     

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
20 SP_FEVEREIRO 2018

O senador Gladson Cameli (PP), pré-candidato a governador da oposição, foi uma das principais estrelas presentes à festa do PSDB, sábado à noite, uma espécie de confraternização pelo ano que se finda, mas também pela posse da nova Executiva, que reconduziu o deputado federal Major Rocha à presidência. O médico Eduardo Veloso, nome tucano colocado como opção para a chapa majoritária da oposição, também foi muito prestigiado durante o encontro, que reuniu as principais lideranças de partidos da oposição. Nas falas, toda a disposição do mundo em fomentar ainda mais a união da oposição, ao invés de rachas, como militantes das redes sociais que trabalham para o governo tentam fazer passar. “Uma festa dessa é a prova de que caminhamos para a união absoluta de toda a oposição”, disse o secretário geral do PSDB, Artur Neto.  

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard
20 SP_FEVEREIRO 2018

A nova executiva do PSDB toma posse neste sábado em dos eventos. Um, às 14hs, na Fecomércio, e o outro em um buffet, o Terra Verde, a partir das 20hs. Na pauta de ambos os atos, as novas diretrizes do partido em 2018 no Acre e no Brasil e, óbvio, o tratamento especial que será dado ao nome do médico Eduardo Veloso, escolhido pelo partido para compor a chapa da oposição, como provável vice de Gladson Cameli (PP).  

O presidente do partido é o deputado federal Major Rocha, o vice é o Pedro Correinha e o secretário geral o ex-presidente da Juventude do PMDB, Artur Neto. Essa espinha dorsal trás de São Paulo a ideia dos rumos da sigla em 2018. Os tucanos devem ter candidato a presidente e isso também será colocado na mesa, nos dois atos de posse.

Publicado em Blog

Informações adicionais

  • Post type Standard

BANNER PP P