Itens filtrados por data: Fevereiro 2019

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Nicolau Júnior (Progressistas), assume nesta terça-feira, 26, o governo do Acre. É a primeira vez que ele sentará na cadeira de seu cunhado, o governador Gladson Cameli (Progressistas), por força da lei, uma vez que Cameli viajou para Brasília e o vice, Major Rocha (PSDB), embarcou para São Paulo, onde participa de um seminário sobre segurança pública. Calmo, discreto, Nicolau disse ao Blog do Evandro Cordeiro estar tranquilo e que, na cadeira de governador, não fará nada além das agendas construídas pelo gabinete. Ou seja: vai cumprir o rito, como manda o figurino. É que na sessão da manhã de hoje, 26, ele foi obrigado a ouvir “berros” do deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) pedindo que o mesmo tome algumas decisões polêmicas. O presidente da Aleac estava sereno, continuou tranquilo e vai ficar na cadeira de governado mais tranquilo ainda.  

Publicado em Blog

A prefeita de Rio Branco, Socorro Neri (PSB), pode estar trabalhando para formar uma chapa com seu secretário de Educação, o ex-deputado federal Moisés Diniz (PCdoB). O PT ficaria de fora. Nesse caso, os comunistas estariam sendo contemplados, porque já avisaram que não servirão mais de escada para o PT. A prefeita deverá manter os petistas ligados a Jorge Viana nomeados há cerca de um mês, mas o compromisso com o ex-senador seria para uma outra ocasião, provavelmente em 2022. Liguei agora há pouco para o secretário Moisés Diniz e ele, claro, negou tudo. Disse, inclusive, que não quer mais ser candidato a nada, mas já entrevistei político que desconjurou a política e no outro dia oficializou a candidatura.

Publicado em Blog

São infundadas, desprovidas de quaisquer fundo de veracidade, as informações dando conta de que o secretário de Saúde, Alysson Bestene, seria exonerado do cargo. As informações circulam nas redes sociais desde a tarde da última segunda-feira (25), o Juruá em Tempo ouviu a parte interessada, o próprio secretário Alisson Bestene.

“São notícias infundadas sobretudo porque a gente vem trabalhando dia e noite, inclusive em parceria com o governador, que, aliás, tem recebido todas as nossas informações a respeito do trabalho que a gente vem exercendo”, disse Alisson Bestene minutos antes de embarcar para Brasília, a fim de participar, na capital federal, do encontro que reúne todos os secretários de saúde do país.

“Não sei de onde tiram essa ideia porque estamos cada vez mais unidos e solidários porque sabemos que temos um enorme desafio pela frente, que é tornar o sistema de saúde do nosso Estado viável e funcionando a altura das necessidades do nosso povo”, disse o secretário. “Na manhã da segunda-feira assinamos um termo de cooperação com a Secretaria de Segurança para, junto com a secretaria de saúde, possamos utilizar o helicóptero João Donato dentro da frota do Samu, para os atendimentos mais emergenciais e socorrer as pessoas que vivem em localidades mais distantes da capital, em regiões isoladas”, disse. (notícia do site juruaemtempo)

Publicado em Blog

O deputado estadual Roberto Duarte (MDB) faz elogios ao governo Gladson Cameli (Progressistas) em alguns aspectos, torce para que dê certo, mas critica veemente em outros. “Falta mais atitude”, disse ele ao Blog do Evandro Cordeiro ao ser perguntado sobre uma possível retomada do projeto “Ruas do Povo”. Duarte espera que o governador asfalte as ruas das cidades do Acre, mas por meio de um outro projeto, inclusive com outro nome, com outra configuração, por que o “Ruas do Povo do PT foi uma maldição, eivado de denúncias de corrupção”. O novo governo, a rigor, nem precisaria assumir um projeto dessa natureza, mas poderia fazê-lo por intermédio dos prefeitos. Atualmente as ruas da capital, por exemplo, contempladas com o projeto, nem parecem que um dia foram feitas, de tão ruim que foi o serviço. Há quem diga que serviu apenas para eleger o prefeito Marcus Alexandre (PT).   

Publicado em Blog

Parceiro da gestão municipal, o deputado federal Alan Rick destinou, em 2019, R$ 1,5 milhão em emendas parlamentares para Cruzeiro do Sul. Parte do recurso será investido na infraestrutura das vias públicas do município.

“Observando o trabalho que o prefeito Ilderlei tem feito com asfalto frio, o polímero, fiquei bastante animado em saber que ele tem reduzido o custo do asfalto, podendo atender um maior número de vias na cidade. Cruzeiro tem as ruas mais bem conservadas do Acre ”, salientou o deputado.

Em Cruzeiro do Sul, a Prefeitura apostou no micro revestimento asfáltico com polímero – tecnologia mais resistente – para realização dos serviços de pavimentação e reconstrução das principais ruas e avenidas na cidade. A nova tecnologia garante uma economia de 40% de recursos e maior durabilidade nos serviços de tapa-buraco e recapeamento, que estão sendo executados no período invernoso.

Segundo Alan Rick, que tem viajado por todos os municípios acreanos, a gestão está de parabéns pelo trabalho de infraestrutura. “Cruzeiro está numa situação muito superior aos demais municípios, graças a esse trabalho preventivo que vem sendo realizado aqui”, destacou.

Cruzeiro é o primeiro município acreano a investir em micro revestimento asfáltico. A maior parte dos insumos necessários, como o cimento, por exemplo, são produzidos na região.

O prefeito agradeceu o apoio do parlamentar. “Contar com o apoio de parlamentares parceiros do nosso município é essencial para garantir mais qualidade de vida aos cruzeirenses. Esse investimento vai se somar aos serviços de infraestrutura que já estamos realizando, dando mais dignidade e segurança aos condutores e pedestres”, ressaltou.

WhatsApp Image 2019 03 25 at 12.01.06 WhatsApp Image 2019 03 25 at 12.01.061 WhatsApp Image 2019 03 25 at 12.01.071 WhatsApp Image 2019 03 25 at 12.01.08

Publicado em Blog

Nos bastidores do Executivo ainda repercute o encontro entre Leandro Domingos, da Fecomércio e da CNC, e o governador Gladson Camelí (Progressistas). Eles tiveram uma longa conversa, na última sexta-feira (22), pactuando ações em defesa do Sistema S, que, no Acre, significa, além de centenas de empregos, a mais antiga base pela qual a iniciativa privada garante à sociedade desde educação Técnica (Senai, Senac etc) e responsável por iniciativas como o portentoso Hotel do Sesc em Cruzeiro do Sul, entre outras grandes obras, na Capital e no interior do Estado.

A volta do “Ontonho”

Diz-se- que o encontro, que também reaproximou o empresariado do Comércio com Gladson – desde as rusgas por conta de eleições para a Fieac e o Sebrae, no ano passado – teria a atuação do jornalista Antônio Klemer, atualmente pastor da Assembleia de Deus, recém- contrato para a assessoria da Fecomércio.

O “Ontonho” transita em todos os setores políticos, e, é amigo da família Camelí. Ponto para a Fecomércio!

Publicado em Blog

Desde o primeiro semestre de 2017 o Brasil tem apresentado um aumento significativo no número de doadores de órgãos. Entretanto, ainda que as doações tenham crescido, em média, 15%, ainda é muito alto o número de pacientes que esperam por um transplante, e a recusa dos familiares dos possíveis doadores continua sendo o principal entrave para que o crescimento de doações seja ainda maior.

 Diante dessas informações a Deputada Federal Mara Rocha (PSDB/AC), apresentou o Projeto de Lei nº 1.530/2019, modificando a Lei 9.434/1997, que trata sobre a remoção de órgãos, tecidos e partes do corpo humano para fins de transplante.

Segundo a redação sugerida pela parlamentar tucana, todos os brasileiros seriam doadores de órgão, salvo disposição em contrário.

“O Projeto que apresentei trata sobre a autorização presumida para doação de órgãos post mortem e não é uma novidade. A Lei nº 9.434/97, originalmente, trazia a redação que proponho. A alteração legislativa feita em 2001 apenas dificultou os transplantes e é necessário corrigir essa distorção. Inovei apenas ao acrescentar um parágrafo no artigo 4º, permitindo que o cidadão altere sua manifestação de vontade sobre a doação a qualquer momento”, informou Mara.

Mara Rocha esclareceu que o modelo proposto, de consentimento presumido, já vigora em países como Espanha, país líder em transplantes no mundo. França, Bélgica, Portugal, Noruega, Croácia, Áustria e Holanda são outros exemplos de países que adotam o modelo de consentimento presumido.

“No modelo atual, o cidadão deve registrar o seu interesse em doar e, após a morte, cabe à família a palavra final, isso dificulta os transplantes. O que pretendemos é aumentar a taxa de órgãos doados e, consequentemente, de vidas salvas, sem, no entanto, deixar de respeitar o direito do cidadão, de mudar de ideia sobre sua condição de doador”, finalizou a parlamentar.

Publicado em Blog

Os adversários do novo governo estão tirando todo o proveito que podem com a escolha de cargos, por exemplo0, que sempre dá alguma disputa e contratempos, natural de início de gestão, para passar à sociedade a impressão de que o governador Gladson Cameli (Progressistas) estaria perdido. Deputados, assessores e dirigentes partidários estão, inclusive, com a ideia de fazer um ato em favor de Gladson, para tirar de foco o jogo sujo do inimigo.

Enquanto ex-cargos comissionados são usados por políticos da oposição para fazer esse jogo nada republicano pelas redes sociais, o governo novo não consegue mostrar aquilo que já fez em poucos dias, como adquirir remédio na saúde, diminuir gastos com a máquina pública e iniciar os serviços de conclusão das obras que estavam paradas há muito tempo, por falta de gestão, como é o caso do Hospital das Clínicas, das estradas e outros serviços. “O quanto eles puderem eles vão insistir nessas coisas nas redes sociais para tirar o brilho daquilo que o governador já fez em três meses”, diz o assessor Vagner Sales, ex-prefeito de Cruzeiro do Sul.

Outros assessores acham até normal a esquerda se retorcer nos bastidores porque eles estavam no poder há 20 anos. Estavam viciados com a máquina estatal. Então a ideia é tentar desestabilizar a nova gestão. “Vamos trabalhar que a população vai reconhecer”, diz o deputado Gehlen Diniz (Progressistas), líder do governo na Assembleia Legislativa. Essa luta por cargos em início de governo é um negócio normal, mas os inimigos do atual governo procuram dimensionar, segundo ele. Assim ninguém vê o que já está sendo feito.

Publicado em Blog

Pedir espaço no governo não é crime, não é imoral, nem antiético, principalmente quando você é dirigente de um partido aliado. Isso faz parte do rito nos regimes democráticos. E quando você vai atrás pensando nos colegas, ai é que é legal. Assim faz o Paulo Ximenes, secretário geral do DEM, que esqueceu de si próprio para garimpar pelos amigos. Como dirigente da agremiação cuja maior estrela é o deputado federal Alan Rick, Ximenes é quem recebe os apoiadores da campanha, maioria pleiteando um lugar ao sol. Ai ele vai atrás, mesmo correndo risco de ser confundido, muitas das vezes. Para sorte dele e de outros veteranos da oposição, o governador Gladson Cameli (Progressistas) tem reconhecido a importância de todos.

Publicado em Blog

O mês de março foi registrado o maior numero de agressões a mulheres por todo o Brasil. Por essa razão, na próxima segunda, 25, a Câmara Municipal de Rio Branco reunirá todas as entidades para discutir a criação de um grupo de trabalho em defesa da mulher. A temática é encabeçada pelas vereadoras Lene Petecão (PSD) e Sandra Asfury (PSC), que convidaram as entidades que combatem a violência contra a mulher para formulação de protocolo único de ajuda e criação de leis que inviabilizem novas vítimas e punam os agressores. A sociedade deve fazer parte desta discussão que iniciará às 9h.

Publicado em Blog