Itens filtrados por data: Janeiro 2018

O deputado federal Alan Rick (DEM) disse agora há pouco ao Blog do Evandro Cordeiro que não conseguiu ainda “cair a ficha” sobre a chacina desta sexta-feira, 2, à noite, em que três adolescentes foram executados e outros quatro estão internados em estado grave, após invasão de criminosos numa festa de aniversário no bairro Novo Horizonte, em Rio Branco. “Estamos vivendo um momento de horror”, diz ele, que além de parlamentar é pastor evangélico.

Alan vai convidar toda a bancada federal do Acre para uma agenda no Ministério da Justiça em caráter de urgência para se criar uma alternativa que possa conter a onda de violência no Acre. Campeão de emendas para a segurança, para onde alocou mais de 5 milhões de forma individual, além de ter conseguido uma emenda de bancada de 45 milhões enquanto foi coordenador da bancada acreana, Alan acredita que é preciso buscar em Brasília algo mais que dinheiro: quem sabe o auxílio da Força Nacional ou uma intervenção federal de uma vez por todas. “Na terça-feira vou convidar os colegas para audiência no Ministério da Justiça”, informa.

Publicado em Blog

O deputado federal Major Rocha (PSDB) também vai pedir socorro ao Governo Federal, na próxima terça-feira, seguindo exemplo do senador Sérgio Petecão (PSD), horrorizado que está com a chacina desta sexta-feira, 2, em que três adolescentes foram executados e outros quatro estão internados em estado grave, resultado da invasão de criminosos numa festa de aniversário. “O acreano não pode se acostumar com esse terror”, diz o parlamentar ao Blog.

Major Rocha lamentou a chacina e disse que somente uma intervenção federal, ao menos com a chegada da Força Nacional, poderá conter o terrorismo implantado nas ruas de Rio Branco e de outras cidades do Acre. “O problema é que o atual governo não sabe nem como enfrentar o crime. Esse negócio de fincar bandeira no Mocinha Magalhães não passa de presepada, igual aquela do apito. Para enfrentar o crime é preciso disponibilizar estrutura. Para se ter uma ideia, as viaturas nem gasolina tem. A equipe que entra tem que se contentar com o restinho de combustível da equipe anterior”, diz.

Na próxima terça-feira Major Rocha deverá ser recebido pelo ministro da Justiça, Torquato Jardim, em audiência marcada desde a semana passada. No encontro Rocha vai expor a realidade do Acre e pedir a urgente intervenção. “Esse governo do acre está perdido. E pior: mesmo precisando de ajuda, eles não tem humildade de pedir”, afirma o parlamentar.          

Publicado em Blog

O senador Sérgio Petecão (PSD) anunciou que vai pedir ajuda em Brasília, na próxima terça-feira, 7, a quem for de direito, para tentar conter o banho de sangue que o Acre vem tomando nos últimos meses. A chacina desta sexta-feira, 2, foi a gota d’água para que ele e parte da bancada entre em ação, sob pena de um desfecho no Estado absolutamente imprevisível. “As pessoas estão em pânico e agora com essa chacina ai foi que o horror foi tocado”, disse o senador ao Blog.

Na próxima terça-feira, mais que falar na tribuna do Senado, Petecão disse que vai ao ministro da Justiça pedir ajuda da Força Nacional. A intervenção, segundo ele, já foi pedido, mas está engavetada porque o governo Tião Viana (PT) não tem a humildade de reconhecer que perdeu o controle. “Falta humildade a ele e sua equipe de segurança para reconhecer a derrota para o crime. Mas nós temos que tomar providência porque ninguém aguenta mais assistir esse banho de sangue”, afirmou.  

Publicado em Blog

O pré-candidato a governador do Acre, Marcus Alexandre Viana (PT), não compareceu nem justificou sua ausência à sessão solene de leitura da mensagem governamental na Câmara Municipal de Rio Branco, na manhã desta sexta-feira, 2, por ocasião da reabertura dos trabalhos. “Certamente ele não foi para não ouvir umas verdades da oposição naquela casa”, disse o vereador Roberto Duarte Júnior (PMDB), que reclamou do sumiço do prefeito. “Foi um total desrespeito e deselegância com os representantes do povo e principalmente com os munícipes de Rio Branco”, considerou Duarte.

A mensagem governamental é um “recado” do líder maior para a população, é uma aproximação do líder com seu povo. Ao se ausentar da leitura ele se distancia do povo, seguindo o vereador. “É de conhecimento público e notório que o prefeito vai abandonar a prefeitura e o seu mandato no início desse ano, porque almeja um cargo maior. Todos já eram sabedores que o prefeito não cumpriria o mandato para o qual foi eleito”, criticou o parlamentar.

Publicado em Blog

O presidente do DEM, Tião Bocalom, disse agorinha ao Blog do Evandro Cordeiro que os grupos do deputado estadual Antônio Pedro e do federal Alan Rick estão equivocados ao passarem a informação segundo a qual 80% dos membros do partido estariam interessados em acompanhar o senador Gladson Cameli (PP), pré-candidato a governador pelas oposições. “Na verdade, na reunião de ontem à noite ficou claro que 80% do partido vai acompanhar o coronel Ulisses Araújo. Nada mudou. Lá atrás todo mundo concordou com a candidatura do Ulisses, inclusive o grupo do Alan. Então está equivocada a informação deles. A candidatura do Ulisses está mantida porque já foi dada a palavra”, afirmou Bocalom.    

Publicado em Blog

O ex-Juiz Eleitoral Maurício Hoenberger vai ao Bom Dia Rio Branco, programa matinal da afiliada do SBT no Acre, TV Rio Branco, na manhã desta segunda-feira, 5. Ela vai explicar aos seus amigos e ao telespectador de forma geral como vai dividir seu tempo na advocacia com a política partidária. “As pessoas estão desacreditadas da política e eu vou ter que explicar que quero ir para lá porque quero ajudar a mudar esse quadro. Por isso o espaço na imprensa é importante”, diz ele, muito cortejado nas redes sociais e quando faz suas caminhadas no final da tarde para conversar com as pessoas. Maurício preenche muitos requisitos para um eleitor que quer mudança.

Publicado em Blog

A decisão do DEM sobre marchar com o senador Gladson Cameli (PP), pré-candidato a governador das oposições ao PT no Acre nas eleições desse ano, ou ir com a candidatura alternativa do coronel PM Ulisses Araújo foi adiada para o dia 10 próximo. E vai ser em Brasília, na presença do presidente nacional, senador Agripino Maia. Mas no encontro desta quinta-feira, 1, à noite, ficou patente que mais de 90% do partido quer seguir com Gladson. “Nós respeitamos o Bocalom e qualquer decisão que ele tomar, mas se ele ficar com o partido nossa grupo deixa o DEM, se ele sair a gente leva o partido para a coligação do Gladson. Nós entendemos que essa é a única chance de a oposição ganhar. É unida”, disse Ailson Mendonça, filho do deputado estadual Antônio Pedro, e ex-candidato a prefeito de Xapuri. O grupo do deputado federal Alan Rick também deixaria o grupo, caso Bocalom insista em continuar com uma candidatura alternativa.

Publicado em Blog

Falando sobre a história da fotografia na Amazônia e mais precisamente no Acre, o   historiador Marcos Vinícius Neves abriu o Ciclo de Palestras do Acre Foto Clube na noite desta quarta-feira, 31, no auditório da Prefeitura de Rio Branco. Ele fez um retrospecto sobre o uso da fotografia desde os tempos dos barões da borracha, passando pelas imagens do início da construção da cidade de Rio Branco, até chegar ao fotojornalismo. Marcos Vinícius destacou a importância da fotografia como registro histórico.

                O fotografo Fagner Delgado diz que a palestra foi “esclarecedora e didática”. Ele aprovou a escolha do tema desta e das outras palestras que virão a seguir. “Aprendi coisas que não sabia sobre a construção da história a partir de fotografia e agora acho esse tema ainda mais importante e apaixonante do que já achava”. A funcionária pública Jana Maia, cita que “foi sensacional, e que o interessante é que não foi a história da fotografia acreana em si, e sim a história acreana contada por meio da fotografia e como as duas podem ser contada a partir dessa experiência”.

                Marcos Vinícios ressaltou a iniciativa do Foto Clube, de realizar o Ciclo de Palestras com vários temas. “Senti muito interesse por parte da turma pelo tema que abordei.  Foi uma boa ideia a fundação do Acre Foto Clube e já de imediato, as várias palestras”.

                As próximas palestras serão: do Fotógrafo J Diaz, no dia 21 de fevereiro, com o tema: Amazônia e suas andanças, já no dia 5 de março, na Semana da Mulher, a fotografa Val Fernandes vai falar sobre A Mulher na Fotografia. No dia 05 de abril, o jornalista Resley Saab e o fotógrafo Odair Leal vão palestrar sobre O Texto Jornalístico e a Fotografia e no dia 26 de abril, o fundador do Acre Foto Clube, fotografo Marcos Vicentti vai abordar o tema Fotojornalismo & Fotojornalista, uma profissão em extinção no jornalismo no Brasil e no Mundo. O apoio é do Instituto Acreano de Imagens. Prefeitura Municipal de Rio Branco.

                Marcos Vicentti, o Marcão, repórter fotográfico que fundou o Acre Foto Clube, cita que o público da primeira palestra, cerca de 60 pessoas, é uma boa demonstração do interesse que o Ciclo de Palestras, despertou nas pessoas. “Vieram jornalistas, funcionários públicos, estudantes, enfim, pessoas apaixonadas pelo jornalismo que querem fazer parte do Foto Clube para saber mais sobre fotografias. As próximas palestras são interessantes e esperamos que o público seja ainda maior”, concluiu.

 

Publicado em Blog

O deputado estadual Heitor Júnior (PDT) negou agora há pouco ao Blog do Evandro Cordeiro que bancaria sozinho o tratamento e os medicamentos de mais de 2 mil portadores de Hepatite C. Assim o parlamentar desfaz um provável “mal entendido” de uma suposta funcionária da Associação dos Portadores (Aphac) que disse em grupos de whats ap da oposição que ele banca tudo sozinho “sem ajuda do governo”. Heitor tratou de dividir a honra com o Governo de ter, segundo ele, ajudado muitas pessoas a não morrer com a doença, implementando o novo tratamento, com medicamentos menos agressivos. Veja o que ele disse:      

Blog – Uma senhora que seria funcionária da Aphac disse num grupo de whats ap - eu tenho o print - que o senhor banca sozinho remédios e tratamento para portadores de hepatite. Porque o Governo não está ajudando?

 

 

Heitor Júnior – Não é verdade. Quem dispensa medicamento para portadores de hepatites é o Ministério da Saúde. O Governo é fundamental no processo de salvar vidas. Fez grandes investimentos, como contratação de profissionais, equipamentos modernos, atendimentos de quase totalidade de exames, única central de transplantes da Região Norte.

Blog – O gabinete entra com que tipo de auxílio para os doentes?

 

 

Heitor Júnior - Nosso mandato ajudou muitas pessoas a negativarem os vírus das hepatites. Cerca de 1.500 pessoas ficaram curadas da hepatite C. No ano de 2018 outras 1.500 entrarão em tratamento. Existem atualmente 15.000 pessoas tratando as hepatites B e D. É possível que em 2018/2019 mais 5.000 comecem a tomar medicamentos. Tenho um projeto aprovado na Assembleia Legislativa na qual inseri à disciplina de hepatites nas escolas estaduais como tema transversal. Precisamos cobrar a efetivação junto a secretaria de educação.

 

Blog – Mas ainda há muitas reclamações de doentes e de parentes, deputado. O Blog mesmo já recebeu várias denúncias...

 

 

Heitor Júnior - Reconhecemos que podemos avançar mais e melhorar o atendimento. Mas vou fazendo minha parte. Por exemplo: fiz também um projeto na qual o portador de hepatite tem gratuidade de transportes coletivos intermunicipal, inclusive com acompanhantes.

Blog – O senhor disputa a eleição?

 

 

Heitor Júnior - Sou candidato à reeleição pelo meu partido PDT, com maior orgulho.

Estaremos no projeto da Frente Popular, apoiando nossos candidatos. Farei o possível para eleger o Marcus Alexandre e o vice do nosso partido, o Emilson Farias, homem ficha limpa, honrado, delegado de carreira. Creio no Deus que eu sirvo e tenho esperanças que voltarei novamente a Assembleia Legislativa pelo grande projeto político que abracei.

O povo acreano saberá reconhecer e me dará mais um voto de confiança.

Publicado em Blog

O deputado federal César Messias (PSB) aproveitou o mini comício que o PT realizou em Epitaciolândia nesta quinta-feira, 1, para tentar, desesperadamente, mostrar o candidato a governador do Partido dos Trabalhadores, Marcus Alexandre, e acabou constrangendo prefeitos da região. Ele disse no microfone que os prefeitos ali presentes deveriam aprender como administrar uma cidade tendo como exemplo o prefeito da capital. “Aprendam com ele que foi um grande gestor do Deracre e o que tem feito em Rio Branco”, disse. Acabou constrangendo até o próprio Marcus, que responde na Justiça exatamente por sua passagem pelo Deracre, onde comandou as obras da BR-364, e quanto a capital pelo fato de não conseguir sequer tapar os buracos, nem tampouco ter feito uma grande obra. A fala de César Messias provocou um assessor, que reagiu lá atrás ao lembrar ainda sobre o desvio de dinheiro na Emurb. “E os 700 mil da Emurb¿”, lembrou. Já o governador Tião Viana (PT) utilizou seu tempo no microfone para falar mal do Dnit, acusando o órgão de estar atrasado em relação as obras da terceira ponte em Brasileia.      

No final do comício o ghovernador Tião Viana e os políticos da FPA presentes ao evento mostraram a produção agrícola do Acre: palhas de cobola. As fotos, a rigor, viralisaram no internet, viraram meme, piadas para todos os gostos.    

Publicado em Blog