Itens filtrados por data: Dezembro 2017

O candidato a prefeito de Rio Branco na eleição de 2016 pelo Rede, Carlos Gomes, foi selecionado com mais 20 brasileiros para participar de um curso numa das universidades mais conceituadas do mundo, Oxford, na Inglaterra. O tema do curso é bem sugestivo: política, governança e boas práticas, com destaque para o combate a corrupção. Ele está em Londres desde ontem onde inicia os estudos nesta sexta-feira, 5.

Pelo Facebook ele recebeu homenagens dos amigos. Uma delas chama a atenção por detalhar a vida dele, que é formado em Assistência Social pela Ufac e onde estuda economia. Futuro candidato a deputado federal, o ex-candidato a prefeito aparece assim no Face:

“Do Acre, com humildade, para uma das Universidades mais conceituadas do mundo...

Esse é o Carlos Gomes, filho da Dona Rosa, dona de casa, do Seu Carlos Gomes, servidor público, irmão da Anna, da Rosangela, do Nilson, tio de duas princesas, a Maria Clara e a Stefanny, afilhado da servidora pública aposentada Francisca.

Carlos é um jovem acreano, de 28 anos, de família humilde, que estudou em escola pública, é grato a todos os professores desde o Maria Angélica, Colégio Acreano e o José Rodrigues Leite, é formado em serviço social, aluno de Economia na Universidade Federal do Acre, e gosta de brincar que é cidadão do mundo. Teve experiências profissionais na Biblioteca da Floresta, na antiga Secretaria de Desenvolvimento para Segurança Social e na Secretaria de Estado de Meio Ambiente do Acre, apesar de não ter concluído foi aluno de Comunicação Social e da primeira turma de Psicologia da UFAC.

Carlos é o exemplo de que a educação e o senso crítico ajudam a transformar o mundo. Ele foi o candidato mais jovem a disputar a prefeitura de uma capital do Brasil na eleição de 2016, inovando com sua geração que a cada dia fica mais consciente dos desafios do presente e do futuro.

Carlos participou de duas seleções nacionais em 2017:

A primeira faz parte de uma parceria entre a Fundação Lemann com a Rede de Ação política pela Sustentabilidade – RAPS: Programa de Apoio ao Desenvolvimento de Lideranças Públicas; que selecionou 20 lideranças em todo o Brasil, e que possibilitou nosso jovem acreano participar de vários Cursos em São Paulo, sobre governança, corrupção, campanhas eleitorais, educação, orçamento, entre outras temáticas relevantes para o país, entre os curso um foi ministrado pelo professor de Harvard, Steve Jarding. Hoje Carlos se encontra na Universidade de #Oxford, na Inglaterra, estudando mais sobre governança, política e boas práticas.

A segunda seleção se trata do RenovaBrasil, o RenovaBR foi criado com o propósito de acelerar novas lideranças políticas e viabilizar o acesso do cidadão comum ao Congresso Nacional. Foram mais de 4 mil inscritos em todo o Brasil e após várias etapas entre entrevistas, teste de resiliência, bancas examinadoras em SP, Carlos foi um dos 100 selecionados em todo o Brasil a compor o time do RenovaBr. Além disso o nosso acreano é Jovem RAPS 2016 e líder RAPS 2017.

Carlos é mais um sonhador que acredita que um Brasil melhor é possível, o Acre é sua referência e amada terra, é por ela também que ele segue na luta, lutando com muita paz e resiliência por um país melhor para todas as gerações.

Publicado em Blog

Prezado Evandro,

Em respeito ao seu trabalho como jornalista, envio a presente carta, na certeza que devo dar minha contribuição à que a verdade prevaleça sempre.

Peço que você e seus leitores conheçam os fatos recentes, envolvendo a polêmica do não pagamento dos plantões extras de novembro, da saúde, para compreender a origem de toda essa discussão com alguns sindicalistas.

Os plantões não foram pagos devido a um problema no processamento da folha de dezembro. Isso foi esclarecido pela secretária Sawana Carvalho em entrevistas à imprensa. Segundo ela, havia risco de atraso nos salários de todos os servidores estaduais, caso a SGA aguardasse a resolução do problema com os plantões extras. O governo, de imediato, comprometeu-se em realizar esse pagamento no mês de janeiro, tão logo o sistema orçamentário fosse reaberto. Isso, inclusive, foi informado a alguns sindicalistas pelo próprio secretário de saúde e reafirmado em nota oficial conjunta assinado pela SESACRE e a SGA.

Estranhamente, mesmo assim o sindicato iniciou uma cruzada de denúncias e acusações, dizendo que o governo havia “cortado” os plantões extras e questionando “onde estava o dinheiro”. Gravações circularam em grupos de whatsapp com ataques de toda ordem. De imediato, iniciou-se uma mobilização pelo boicote de plantões extras no feriado de 1º de janeiro. Pasme: tudo isso sabendo que não tinha havido “corte de plantões” e que o pagamento já estava comprometido para janeiro!   

É importante registrar que tal comportamento não é uma exceção. Essa é a regra!

Há cinco anos cumpro o papel de interlocutor do governo junto aos sindicatos da saúde. Inicialmente como secretário adjunto da SESACRE. Mais recentemente, como Adjunto da SAI. Nessa condição, participei ativamente de todas as negociações havidas no período. Tenho a honra de afirmar que, ao lado do Governador Tião Viana, tive o prazer de contribuir ativamente para os importantes ganhos obtidos pelos trabalhadores da saúde nesse período, inclusive o maior deles, o concurso público que possibilitou o ingresso de mais de 2.200 novos servidores.

Nessa condição, no dia 31 de dezembro, publiquei nota esclarecendo o ocorrido e alertando para as inverdades que estavam sendo propagadas. Desde então, sistematicamente, venho sendo ferozmente atacado por pessoas ligadas ao sindicato, algumas que se intitulam jornalistas, inclusive. Abaixo, copio os links das matérias veiculadas, e dos textos que publiquei, para que você e seus leitores tenham a oportunidade de conhecer os fatos em detalhes.

Ontem, na primeira hora, publiquei uma carta pessoal aos trabalhadores da saúde questionando a frágil concepção sindical dos líderes do movimento, alertando para o caráter partidário da ação sindical a que eles, os trabalhadores, estão sendo expostos, rebatendo as inverdades publicadas pelo sindicato em uma nota pública, e descrevendo os benefícios garantidos nas negociações recentes – mais uma vez, para se contrapor à afirmação que nada, ou quase nada, fora concedido. Tudo isso com fatos e números.

Em consequência, passei o dia sendo ferozmente atacado. Já fui tachado de “lacaio”, “pau mandato”, “puxa-saco”, “lambe-botas”, “capacho” dentre tantos outros adjetivos da mesma lavra. Minha honra, e até minha família, vem sendo agredida. A matéria publicada em seu blog exemplifica isso.  

Estranhamente, NENHUM questionamento aos argumentos que expus foi apresentado. Muito menos qualquer reflexão sobre a natureza política do sindicalismo que praticam. Nada. Somente agressões pessoais. O que somente confirma o que disse na carta: falta qualidade, inexiste verdade e sobra destempero - infelizmente.

Como você pode ver, não sou eu quem ataca. Ao contrário!      

Abaixo, encaminho os links do material a que me referi.

Bom dia. Bom trabalho.

Irailton Lima

Publicado em Blog

A eleição para a nova diretoria da Umarb, a União Municipal das Associações de Moradores, marcada para 9 de fevereiro próximo, terá ares de uma disputa para vereador. O cargo, que aproxima o eleito das autoridades municipais, será disputado por duas chapas poderosas, a número um, que assegura ser apolítica, sem apoio de ninguém com mandato, e a dois, que teria apoio de um deputado federal e de um ex-deputado estadual.

O candidato a presidente da chapa um, Oséias Silva, apesar da pouca idade, já preside o problemático bairro Seis de Agosto há anos. É ele que garante não ter nenhum padrinho político lhe auxiliando na disputa. A chapa dois tem como candidata a presidente a Dige do Vale, uma novata nos movimentos comunitários, na região do Eldorado e Chico Mendes.

Interessante é que dos 278 bairros de Rio Branco apenas os presidentes de 78 estão aptos a votar no dia 9, tudo por falta de organização, segundo o radialista Ivan de Carvalho, que compõe a chapa um como coordenador dos direitos do consumidor. O movimento comunitário já foi mais organizado nos anos 1980, quando a capital crescia em alta velocidade, devido ao êxodo rural. Descaracterizou-se pela “invasão” política do PT, mas ainda vive, segundo seus dirigentes.

Publicado em Blog

O ex-homem forte do PT na Baixada da Sobral, Dedé Torres, foi exonerado nesta quinta-feira, 4, pelo prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre (PT), do cargo de assessor técnico. O próprio Dedé anunciou a demissão aos amigos pelas redes sociais e considerou o ato como normal, uma vez que depois de lutar pelo PT por quase duas décadas naquela região ele deixou o partido e vai apoiar o senador Gladson Cameli (PP) para governador. Dedé já fez dois “arrastões” nos bairros da região e demonstrou a força política que tem, no que pese já ter sido escalada uma equipe da Frente Popular para desqualificar o "ex-companheiro" em todas as esquinas.

Publicado em Blog

O empresário Jorge Catalan, que disputou a prefeitura do Quinari em 2016 pelo PP, deverá disputar as eleições esse ano para deputado estadual. Ele continua no PP do senador Gladson Cameli e seu nome é um dos fortes do município. Catalan é empresário da construção civil e na política faz parte do grupo do ex-prefeito James Gomes. Com a entrada do empresário na disputa, a região, que já foi dominada pelo PT, passa a ter ao menos duas candidaturas fortes para estadual, pela oposição.

Publicado em Blog

Segundo o site ACJornal, o governador Tião Viana (PT) está na Europa desde a virada do ano e, possivelmente, sem  autorização do Parlamento Estadual. 

Confira a matéria completa aqui.

Publicado em Blog

Ao aprovar lei que tira da Câmara Municipal a responsabilidade de discutir a passagem de ônibus, além de dar demonstrações de lealdade ao prefeito Marcus Alexandre (PT), os vereadores conseguiram atingir níveis impublicáveis de repulsa pela população. Isso visto pela população. Pela ótima de um vereador a história não é bem assim. “A nossa legislatura não é vendida”, garante Raimundo Neném (PHS), um iniciante na política que, de fato, chegou a votar contra alguns projetos do prefeito que ferravam a população. Ele diz que o cenário nacional é que contribui para as dificuldades vividas pelos legislativos. Em rápida entrevista ao Blog do Evandro Cordeiro, Neném se defende e defende os colegas. Veja:  

Blog – Pouca legislatura foi tão criticada quanto a atual, por fazer tudo o que a prefeitura manda. Ninguém se salva nessa safra de vereadores¿

 

Raimundo Neném – Não é bem assim. Não existe legislatura vendida. Aliás, sobre a atual legislatura é importante destacar que para maioria é ainda o primeiro ano e o cenário político nacional contribuí para inúmeras dificuldades. As pessoas estão totalmente sem esperanças, lutar contra isso tem sido a maior dificuldade, mas temos tempo para ajudar nosso povo e reconquistar sua confiança. Sobre a questão da passagem de ônibus sou ciente do fator negativo que houve. No entanto é preciso reforçar que sempre estivemos com o povo, por isso fizemos uma nota voltando atrás com nossa palavra, dando certeza de que continuamos como devemos estar ao lado do povo, porque este sim, sabem o que precisam e como precisam.

Blog – O senhor é um dos vereadores que sempre votou com o prefeito Marcus Alexandre¿

 

Raimundo Neném – Não. Já votei contrário a alguns projetos.

Blog – O senhor disputa as eleições para deputado estadual¿

 

Raimundo Neném - Como tenho dito desde que assumi meu compromisso é com os cidadãos rio-branquenses. Servimos a essas pessoas. Todo projeto voltado para o bem estar de nossa cidade será sempre analisado com carinho e o máximo de atenção, temos aprendido muito e só temos o que melhorar.

 

Publicado em Blog

A prefeita de Brasileia, Fernanda Assem (PT), recebeu na manhã desta quinta-feira, 4, em seu gabinete, o senador Sérgio Petecão (PSD) e o presidente nacional do Basa, Marivaldo Melo. O encontro foi caracterizado pela cortesia de ambas as partes. A prefeita agradeceu ao senador pelas emendas e o parlamentar a parabenizou pela boa gestão. “Pelo município não temos que ter bandeira política. A bandeira é a população”, disse Petecão, no que a prefeita também concorda. O senador faz um périplo pelo Alto Acre desde esta quarta-feira, pontuando as ações de seu gabinete para 2018.     

Publicado em Blog

O prefeito Zezinho Barbary (PMDB) recebeu o senador Gladson Cameli (PP) em seu gabinete e agradeceu pelos investimentos indicados ao município de Porto Walter.

Após um café da manhã, Gladson visitou obras na cidade, executadas pela prefeitura, por envio parlamentar de Jéssica Sales (PMDB), Flaviano Melo (PMDB), Sérgio Petecão (PSD) e do próprio Cameli. O ponto de entrevistas foi na praça Vicente Lopes, que hoje recebe um investimento superior a 1,9 milhão de reais.

Em sua fala o senador apresentou o município de Porto Walter como exemplo de gestão e garantiu cadastrar recursos extraorçamentários para uma embarcação equipada para ações intinerantes em saúde, um porto para o município através do DNIT, apoio para intensificação da Luz para Todos e interligações municipais nos municípios do Juruá através de estradas onde garantiu maquinários já comprados pela prefeitura e uma ambulância para socorrer as emergências de saúde das unidades básicas municipais para unidade mista de internação.

O prefeito Zezinho Barbary, animado com a visita, disse que o município, depois de adimplente, tem o que apresentar para a população. "É obra pra todo lado e em todas as áreas da administração", afirmou. (Assessoria)

Publicado em Blog