Itens filtrados por data: Dezembro 2017

O pastor Moisés Xavier, vítima de uma bala perdida na região da cabeça, enquanto passava em frente ao antigo prédio da Polícia Federal em direção a uma vigília, se filiou semana passada no PRTB. O partido terá candidato a governador, o locutor Lira Xapuri, e o próprio Moisés poderá ser o vice. “Fala paletó”, como é conhecido o pastor, chegou chegando na nova sigla, depois de passar 15 anos filiado no PPS. Foi recebido com festa e os novos colegas de partido fizeram com ele uma oração, em agradecimento ao milagre na vida dele, que escapou da morte, depois de passar 15 dias na UTI com uma bala alojada na cabeça. O tiro foi disparado por um elemento que executava um viciado na região do Papoco e o pastor passava no local na mesma hora, coincidentemente. “Deus deu o livramento para Ele”, acredita Xapuri, seu novo presidente.     

Publicado em Blog

O ex-vereador de Capixaba, Liberato Filho, é uma das referências da pré-candidatura do deputado estadual Nei Amorim (PT) ao Senado da República, na região do Alto Acre. Prestando serviços atualmente à prefeitura de Epitaciolândia, Filhinho, como é mais conhecido, será responsável, também, pela articulação da candidatura de Marcus Alexandre (PT) ao Governo do Estado, pelo menos na juventude. Competência Filhinho tem. Pelo menos foi muito atuante como vereador.   

Publicado em Blog

O pastor assembleano e advogado Luzivan Aguiar faz uma campanha em sua igreja, no conjunto Universitário, em favor dos cristãos da Bolívia, ameaçados pelo ditador de esquerda Evo Morales com uma lei que criminalizará o evangelho. Ele não vê nenhuma novidade no comportamento do déspota boliviano, uma vez que inviabilizar o cristianismo é uma marca da esquerda em todo o mundo. Foi assim na União Soviética, na Albania e em todos os países onde a esquerda governou por muito tempo. No Brasil essa perseguição aos cristãos só ainda não se materializou porque a esquerda, por intermédio do PT, não conseguiu seu intento, que era permanecer no poder por mais tempo. “Caso eles consigam mais uma vez, ai o evangelho corre risco”, diz o pastor, que falou mais o seguinte ao Blog do Evandro Cordeiro:     

 

Blog - Pastor a esquerda carrega consigo esse perfil, o de criminalizar o evangelho. Mas estamos nos anos dois mil e tal, tempos de barreiras rompidas, obstáculos superados, mas essa notícia que vem da Bolívia é perturbadora. Como os evangélicos devem agir ou reagir?

 

Pastor Luzivan – Olha, amigo Evandro Cordeiro, a doutrina marxista-leninista (Max e Lenin) sempre pregou o totalitarismo, a estatização dos bens privados e o domínio do Estado sobre os meios de produção e sobre as pessoas, suprimindo inclusive o direito de pensar livremente. Essa sede de dominar as pessoas, suas liberdades, como se o homem fosse incapaz de tomar suas próprias decisões está patente em cada governo de esquerda que o Brasil teve até hoje. As pessoas, nesses governos, passaram a não ter voz, as instituições de classe, em sua maioria dominadas pelo Estado, passaram a responder pelas pessoas, quase sempre defendendo os interesses dos governantes, em prejuízo da população. Pois bem, esse modelo totalitário desde seus pensadores originais defendem que o Estado deve dominar a religião, na verdade ela deve ser um instrumento a mais de controle e manutenção dos déspotas da modernidade. Isso porque, como Jesus disse, a verdadeira religião, que tem por base o evangelho de nosso senhor e salvador Jesus Cristo que liberta, traz o homem para dentro da verdade, e o conduz neste caminho. "E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará", diz João 8.32”, cita o pastor.

 

Blog – Os evangélicos temem que esse fantasma volte a atormentar os cristãos do Brasil?

 

Pastor Luzivan – Quanto ao Brasil, esse plano de dominação ideológica e governos totalitários nasceu aqui, no famoso Foro de São Paulo, quando ficou definido que esse modelo que o maluco Evo Morales acaba de implantar na Bolívia, deveria ser implantado em toda a América do Sul, inclusive com a cooperação dos demais países participantes desse famigerado Foro. Se corremos perigo de ser implantado aqui? Na minha opinião o perigo é real e iminente, se elegermos qualquer representante da esquerda à presidência da nação. Podem esperar que no dia seguinte o golpe será dado.

 

Blog – Que reação os crentes devem ter diante dessa ameaça da qual o senhor se refere e em relação ao que está acontecendo na Bolívia?

 

Pastor Luzivan - Nossa reação deve ser orando pelos nossos irmãos bolivianos e cuidando para que esse projeto nefasto não venha se tornar uma realidade em nossa não. Para isto as igrejas precisam ter coragem de se desvencilhar de qualquer projeto ligado a essa gente, não votar, não se vender (como muitos já fizeram) e, sobretudo, combater, dia após dia, essa ideologia completamente contraria a Palavra de Deus. No Brasil ainda não foi implantado como na Bolívia, mas nunca os evangélicos perderam tanto como nos governos de esquerda, nunca vimos tanta afronta à nossa fé e aos princípios da palavra de Deus, sobretudo, à família. No poderoso nome de Jesus os servos de Deus genuínos não se renderão, não se prostrarão e não se calarão.

Publicado em Blog

O empresário Gerson Araújo, diretor de economia popular da Associação Comercial do Acre (Acisa), disputa as eleições deste ano pleiteando uma cadeira na Assembleia Legislativa. Ele ainda não tem partido, mas tem um parceiro de disputa em quem vai “grudar”, o pré-candidato a senador Fernando Lage, entusiasta do Instituto Liberal. Ativo em movimentos populares, principalmente os relacionados ao mundo gospel, Gerson lançará na rua uma candidatura competitiva, por vários aspectos, um deles o fato de repsentante dos pequenos empresários. “Sou seguidor do liberalismo econômico e da livre iniciativa”, diz ele, para explicar sua aproximação com o empresário Lage. Gerson tem uma revendedora de carros e é parceiro no escritório de arquitetura da esposa, Karine Geber.           

Publicado em Blog

Dirigentes de PRP, PSDC, PSOL, PODEMOS, PV, PROS, PMB e PHS se reuniram nesta sexta-feira, 12, na sede do PHS, para reafirmar a aliança do grupo e começar a planejar a eleição, que acontece daqui a oito meses. Reafirmaram, também, a já criada “chapinha” de federal, que na verdade deveria ser chamada de chapão, por ter isolado PT e outros aliados de maior porte com seus três ou quatro nomes competitivos. “Esse exercício e nus fortalece, nossa chapa para deputado federal é uma realidade. Já temos definidos nomes como Fernando Melo, Henrique Afonso, Neto Ribeiro, Silvia Monteiro, Izaura Maia e Rutênio Sá. Eles já estão devidamente filiados e nos próximos dias vamos ter mais novidades”, afirmou Julinho Santos, presidente do PRP.

Publicado em Blog

Assinada pela diretoria geral da igreja Assembleia de Deus, uma nota publicada nesta sexta-feira, 12, esclarece a saída definitiva da Convenção Nacional de São Paulo e da Ceimadac, a convenção estadual. Em trechos da nota, a direção repudia os “ataques” sofridos na mídia e o ponto nevrálgico do documento é, seguramente, quando cita o período em que o pastor Luiz Gonzaga de Lima presidiu a convenção no Estado, “sem politicagem”. A seguir veja a íntegra da nota:    

 

 

 

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO

"Porque nada podemos contra a verdade, senão pela verdade."

(2 Coríntios 13.8)

Tendo em vista as manifestações veiculadas nos diversos meios de comunicação, acerca da recente decisão da Igreja Assembleia de Deus em Rio Branco, a diretoria desta igreja tem o compromisso moral de vir a público restabelecer a verdade dos fatos.

Primeiramente, esclarecemos que a AD em Rio Branco é uma organização religiosa sem fins lucrativos, de direito privado. Nesta qualidade, desfruta de garantias legais e estatutárias que lhe conferem autonomia e competência para, por si mesma, resolver qualquer questão de ordem interna ou externa, eclesiástica, administrativa, judicial ou espiritual.

Foi assim, livre e competente para deliberar acerca das matérias de seu interesse, que esta igreja resolveu desligar-se da Convenção Estadual de Igrejas e Ministros das Assembleias de Deus no Acre - CEIMADAC, e da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil - CGADB, sendo encaminhada a devida comunicação aos seus representantes legais.

A decisão foi tomada pelo ministério da igreja, em reunião realizada no dia 29 de dezembro de 2017, e aprovada pela Assembleia Geral, no dia 9 de janeiro fluente. Em ambas ocasiões, a deliberação ocorreu por maioria absoluta dos votantes, conforme consignado nas respectivas atas e no registro integral em vídeo das mencionadas reuniões, sendo que a assembleia foi transmitida ao vivo por canais de TV aberta (21 e 40) e pela internet, garantindo ampla divulgação e transparência ao encontro.

Salientamos que a decisão pelo desligamento foi fruto de prolongada e refletida análise da diretoria da igreja, levando-se em consideração os princípios bíblicos, éticos e morais que devem balizar a conduta de fé e prática dos crentes e obreiros, sobretudo daqueles que presidem, conforme exorta o escritor sagrado: "Pastoreiem o rebanho de Deus que está aos seus cuidados. Olhem por ele, não por obrigação, mas de livre vontade, como Deus quer. Não façam isso por ganância, mas com o desejo de servir. Não ajam como dominadores dos que lhes foram confiados, mas como exemplos para o rebanho." (1 Pedro 5:2,3). A esta reflexão, foi bastante apropriada a indagação do profeta Amós: "Porventura andarão dois juntos, se não estiverem de acordo?" (Am 3:3).

É oportuno lembrar que a Convenção Regional da Assembleia de Deus no Acre - CRADAC, cujos nome e sigla foram alterados depois para CEMADAC e posteriormente para CEIMADAC, foi criada em julho de 1978 pelo pastor José Rodrigues Muniz, in memorian, então presidente da Assembleia de Deus em Rio Branco. Nesse período de quase 40 anos, a AD em Rio Branco prestou relevante apoio na formação de obreiros, de igrejas e na organização administrativa e financeira da referida entidade.

Calha também mencionar que, na qualidade de membro da CEIMADAC desde o ano de 1979, o pastor Luiz Gonzaga de Lima teve a honra de ser o primeiro acreano a presidi-la, o que fez durante sete anos consecutivos, de 1993 a 2000, quando a eleição ainda era realizada anualmente, e desprovida de politicagem. Uma das principais iniciativas da sua gestão foi fortalecer o processo de autonomia dos campos ligados à Convenção Estadual, que passaram a desfrutar de independência administrativa e financeira com relação à sede, localizada na Capital.

Assim, repudiamos a injustificável campanha difamatória contra a recente decisão tomada pela AD em Rio Branco, notadamente mediante postagens nas redes sociais e em entrevista televisionada. Campanha praticada ou incentivada inclusive por aqueles que se dizem obreiros, e baseada em interesses ilícitos, mentiras, ofensas e calúnias, objetivando atingir a esta igreja, seu ministério e a idoneidade moral de quem a preside. Acreditamos que a sociedade acreana, especialmente o segmento cristão-evangélico, saberá discernir entre a verdade e a mentira, principalmente considerando o testemunho das pessoas envolvidas neste episódio. No ensinamento do Senhor Jesus, aprendemos que "Pelos seus frutos os conhecereis." (Mateus 7:16)

Pela bondade divina, o pastor Luiz Gonzaga de Lima exerce o ministério pastoral de dedicação exclusiva há 39 anos, sendo 23 deles como presidente da Assembleia de Deus em Rio Branco. Nessas décadas de serviço cristão, esta igreja e o ministério são testemunhas de que a sua conduta de fé e liderança têm como base o compromisso inegociável com as Sagradas Escrituras, e que as atitudes dele refletem o caráter forjado nos princípios bíblicos, como foi na decisão pelo desligamento das convenções.

Finalmente, louvamos a Deus pela vida do nosso pastor presidente, e por ele ter condições de declarar, à semelhança do apóstolo Paulo: "Dou graças a Deus, a quem desde os meus antepassados sirvo com uma consciência pura." (2 Timóteo 1.3a)

 Rio Branco - Acre, 12 de janeiro de 2018.

DIRETORIA-GERAL

Publicado em Blog

Na recente divulgação do Centro de Liderança Pública (CPL), que mede o ranking de competitividade dos estados federados, o setor de segurança pública do Acre foi considerado 8º pior do Brasil. Mesmo assim, a Secretaria de Estado de Polícia Civil, soltou uma nota nesta quinta-feira (11) afirmando que a pontuação está acima da média nacional, e que a segurança daqui é a 19ª melhor do país.

O Ranking de Gestão e Competitividade dos Estados feito pelo Centro de Liderança Pública (CPL) usa pesquisa da Tendências Consultoria e da Economist Intelligence (Unit) como forma de medir os indicadores. Essa ferramenta analisa a capacidade competitiva dos 26 estados brasileiros, além do Distrito Federal. Vale ressaltar que 2017 foi o ano mais violento da história do Acre, com saldo de mais de 482 assassinatos.

A pesquisa, segundo a cúpula de segurança pública, revela que o Acre obteve um patamar de avaliação positivo com relação à média nacional de competitividade que é de 47,9. Um dos indicadores avaliado na pesquisa que “elevou” o Acre foi justamente a Segurança Pública, que recebeu uma nota 91,9 enquanto que a média brasileira seria de 46,2.
Dados técnicos e mais aprofundados da pesquisa não foram divulgados.

Fonte: Folha do Acre

Publicado em Blog

O deputado federal Major Rocha, presidente estadual do PSDB, disse, ao anunciar a pré-candidatura da irmã, minha colega jornalista Mara Rocha, ao senado da República, que libera “na boa”, por causar pouco prejuízo à chapa de estadual, o ex-dirigente da juventude tucana, Renê Fontes, para que ele procure outro partido – ele vai para o PTB –, mas avisou que não abrirá mão do vereador de Rio Branco e do partido, Célio Gadelha. O parlamentar estaria se articulando nos bastidores para também ir compor o grupo de partidos liderado pelo pré-candidato a senador pelo PMDB, Marcio Bittar, entre eles PTB, PPS e Solidariedade. Além do desfalque que Gadelha daria à chapa, Rocha o perderia para seu desafeto político, o que seria inconcebível para ele e seu grupo.     

Publicado em Blog

O policial civil e formando em direito Leandro Costa vai assumir semana que vem a direção do PTB municipal. Mesmo sendo da municipal ele estará incumbido de ajudar na montagem da chapa para deputado estadual. Leandro tem bagagem política porque já foi às urnas, alcançando a casa dos dois mil votos. Mesmo antes de assumir já tem debaixo do braço uma lista de pré-candidatos muito forte. Acredita que elegerá dois estaduais e fará a candidatura da minha colega jornalista a deputada federal Vania Pinheiro muito competitiva. Pinheiro, a rigor, já aprece na lista dos favoritos. O PTB ficou mais conhecido depois que a publicitária Charlene Lima assumiu sua direção. Ela, a rigor, poderá ser uma das candidatas do partido a deputada estadual. 

Publicado em Blog

A prefeitura de Rio Branco não faz grande obras desde a saída do prefeito Raimundo Angelim (PT), mas as poucas e pequenas que fez são de péssima qualidade. A quadra do conjunto Carandá, Raimundo Vidal de Sousa, na Baixada da Sobral, é um exemplo. Não tem seis meses ainda que foi construída e inaugurada, mas já está impraticável. Os moradores mandaram uma série de fotos e a reclamação: não tem como jogar bola. “Além da falta de luz, tem matagal, bandidagem a noite e o piso está rachado”, mandou dizer um morador. Mais tarde posto as demais fotos.

Publicado em Blog