Itens filtrados por data: Setembro 2018

O prefeito de Capixaba, Zé Augusto (PP), teria sido afastado do cargo no dia 28 de agosto deste ano após ser vítima de uma das mais bem orquestradas armações conduzidas pelos próprios “amigos” com os quais se elegeu e com os quais, pasmem, administrava o município, todos do MDB. Alguns elementos que provavelmente desmancharão na Justiça os argumentos que sustentam o afastamento do titular, eleito pelo povo, são até prosaicos: o Facebook, o Diário Oficial e um “perigoso” sujeito que o prefeito substituto, Antônio Cordeiro da Silva, o Joãozinho, vice de Zé Augusto eleito pelo PTB, mas já devidamente filiado no MDB, diz estar lhe perseguindo, o Romildo Sebastião Gomes da Cunha, que segundo perícia médica é portador de deficiência decorrente de poliomielite, com certo grau de retardo mental. Nem anda, nem fala.  

Isso mesmo. Os inimigos do prefeito, acusados da orquestração, se entregaram ao comemorar, juntos, pelas redes sociais, estar com o comando da gestão e ao renomear secretários afastados e nomear figuras importantes no processo, entre delatores e testemunhas.

Sara Frank, a presidente do MDB, seria a principal interessada no processo. É ela que arma todo o processo, segundo ela mesma afirma pelas redes sociais, prova devidamente juntada pela banca que defende o prefeito afastado, a Silva & Frota. Sara e outras lideranças de seu partido, incluindo testemunhas no caso contra José Augusto, comemoraram a posse do vice, Joãozinho. O novo prefeito foi recíproco e diligente: se filiou horas depois no MDB de Sara.

Uma dessas lideranças do MDB capixaba, Sérgio Costa, era um dos mais eufóricos, após a medida que afastou o prefeito, segundo provas da banca Silva & Frota. Logo após a posse do vice Joãozinho ele comemorou pelo Facebook, sem nenhum constrangimento e muito menos prudência: “Vencemos! Por uma Capixaba melhor”. Na mesma foto está com ele na “comemoração” um homem de nome Jeferson, uma das principais testemunhas contra o prefeito legítimo, Zé Augusto. Daí em diante foi só festa, recondução de ex-secretários e nomeações de parentes.

“Observa-se que não existe qualquer indício de que o requerente, enquanto prefeito, tentou de qualquer maneira dificultar o andamento do inquérito que deu origem ao seu afastamento indevido. Ocorre que no dia de ontem 12/09/2018, chegou ao conhecimento do mesmo uma das provas que confirmam que as investigações em curso foram devidamente forjadas pelo grupo político e oposição ao prefeito requerente, eis que a denunciante Sara Franklin afirma, de forma veemente, que ‘armou’ a denúncia”, diz trecho de documentos encaminhados à Justiça pela banca de advogados.

O Blog do Evandro Cordeiro tentou ouvir o outro lado na manhã desta terça-feira, 23, mas nenhum dos envolvidos diretamente foram encontrados pelo telefone. Mas o espaço fica aberto para os contrapontos.

Mais indícios de armação

Os indícios de que tudo fora armado para derrubar o prefeito, beneficiando assim um grupo de amigos, que tomou posse da prefeitura sem a legitimidade do voto, vão surgindo ao sabor do vento. Por exemplo: de iniciativa de vereadores do MDB, a comissão visa investigar supostas irregularidades na Secretaria de Saúde, pasta ironicamente gerida por emedebistas desde o começo da gestão de José Augusto. A reviravolta no caso está relacionada ao depoimento de um munícipe que afirma ter assinado o pedido para a instauração da CEI sem saber do que se tratava.

Outro ponto a depor contra a iniciativa do parlamentar responsável pela criação da CEI é ter permitido o vazamento de informações que compõem o inquérito, consideradas invioláveis quanto ao sigilo. A Justiça já suspendeu os trabalhos da comissão e a defesa de José Augusto luta agora para provar que ele não ameaça as investigações e que não tem mais motivos para que esteja ausente do cargo para o qual foi eleito.

Preocupação com novas armações

Os advogados que defendem José Augusto afirma estar preocupada com um detalhe elementar: que na ausência do prefeito sejam praticados crimes que possam prejudicá-lo, uma vez que todos os “inimigos” políticos dele estão dentro da prefeitura, incluindo testemunhas e até os delatores.

Segundo a defesa do prefeito titular, quase todos os delatores foram premiados. Tipo assim: ou estão sendo novamente nomeados ou não foram exonerados, senão vejamos:

  1. a) Ari Marques – Antigo chefe de gabinete, foi exonerado e após delação na PF foi novamente nomeado como secretário do atual prefeito;
  1. b) Edna, pivô do processo, secretária de Saúde exonerada, agora reempossada pela atual gestão após prestar dois depoimentos;
  1. c) Irene, ex-secretária de Saúde antes da Edna, fez delação premiada. Também está na gestão, porém ainda não está publicado no Diário Oficial;
  1. d) Ruberlei, ex-secretário de Educação, agora coordenador da comissão de transição da atual gestão.

Defesa pede retorno imediato do prefeito

Os advogados de José Augusto solicitaram a Justiça o retorno imediato do prefeito à sua cadeira. Eles sustentam que ele não ameaça o processo, que os depoimentos dos acusadores dele induziram a polícia ao erro e dizem que 180 dias de afastamento prejudicaria toda a gestão. “Ele foi eleito legalmente e 180 dias de afastamento faltando apenas dois anos para o fim do mandato prejudicaria a execução do mandato que o povo lhe conferiu legitimidade nas urnas”, diz a defesa.

Alegam, ainda, que apenas ele, não os demais citados no caso, está suportando a medida de afastamento. Argumenta ainda que José Augusto jamais ameaçou testemunhas e que a principal testemunha do caso retirou a denúncia.

Publicado em Blog

O historiador Marcio Pereira foi a sombra política do deputado estadual Nei Amorim (PT) nos últimos meses, durante sua aventura em busca de uma cadeira no Senado, por ocasião das eleições gerais realizada no último dia 7. Ele estava no centro do furacão de uma das disputas mais cheias de resenhas da campanha, capazes até de render um best seler. Mas, aos 38 anos, passado na casca do alho quando o assunto é política, Marcio de fato sabe tudo o que aconteceu mas rechaça o assunto. Não fala sobre nem a pau. “Não quero entrar nesse assunto. Sempre fui apaixonado pela boa política”, diz ao Blog do Evandro Cordeiro.

Marcio Pereira tem DNA político. É filho do ex-deputado estadual e ex-prefeito de Plácido de Castro, Luiz Pereira, conhecido pela forma como enfrentas as questões, por mais complexas que sejam. Como o pai, fala macio, nunca se irrita e, se preciso, apara aresta até de inimigos de sangue. Bem casado, evangélico, prefere a parte boa da política, mesmo quando instigado a falar. Acha mais saudável lembrar das conquistas através da boa conversa. “Nós começamos a campanha do Nei lá no zero e empatamos com ninguém menos que o Jorge Viana. Isso é virtude”, afirma, numa rota de fuga de perguntas cheias de picardias. De fato Pereira foi um operador e tanto. Pacificou conflitos na campanha e juntou até inimigos na mesma mesa. “Sou pacifista, aceito e respeito as pessoas por suas escolhas”, diz ele, com razão.

O deputado Nei Amorim, para Marcio, é um político de muito futuro ainda e mostrou isso na campanha para o Senado. O assessor, no entanto, evita entrar em detalhes da campanha, como os supostos erros estratégicos. A “zenga” com a turma de Jorge Viana e outros percalços dos meses anteriores o Pereirinha descarta. “Não entro nisso ai. Vamos falar da boa política, Evandro. A política é complexa, amigo. Minha intenção é sempre fortalecer o lado bom do ser humano”, invoca seu espírito especialista em fuga pela tangente. Quando nada a campanha do Nei expôs, na era do zap, um novo tido de operador político, bem mais inteligente do que o velho cabo eleitoral dos anos 1980.  

Publicado em Blog

Os artistas Bebê Soares e Diego Lins, que montaram um ateliê de pintura nas ruas de Rio Branco para estampar camisas com a cara do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), estão indo essa semana ainda para o Vale do Juruá. A viagem atenderá as dezenas de ligações de pessoas daquela região, interessadas numa camiseta daquele que eles chamam de futuro presidente do Brasil. Por onde eles passam é sucesso. Na capital até a tarde deste domingo, 21, os dois já haviam estampado cerce de 10 mil blusas.

Publicado em Blog

O apresentador do Bom Dia Rio Branco (matinal da TV Rio Branco perto de completar duas décadas no ar) Sebastião Silva é o dono do bom dia mais mavioso na aurora da capital. Às 6 da manhã está lá ele na bancada dos estúdios da emissora que retransmite o SBT, para apresentar as primeira notícias do dia e algumas do dia anterior. Mas o momento mais sublime do programa é a entrevista. Toda manhã ele conversa, ao vivo, com um personagem, a maioria políticos. Em casa e nos mercados fica todo mundo de olho. O Tião tem a voz ótima e, mais que isso, é muito informado. Sempre arranca o último de seus entrevistados.   

Esse garoto já consolidado em nossa imprensa começou no rádio aos 16 anos. Foi em 1998, na rádio Alvorada. Em 2000 foi convidado para a 98,1 FM (hoje CBN Amazônia). Um ano depois foi para a 93 FM, onde comandou o programa Festa Love Disk Amizades 93 (líder de audiência). Foi diretor da Rádio Integração FM em Cruzeiro do Sul e assessor de comunicação do deputado estadual Eber Machado (PDT). Passou pela rádio Ecoacre FM 106,5 e em 2013 estreou na TV Rio Branco, onde é visto bem cedo por uma parcela significativa da capital. Tião Silva já é história.

Publicado em Blog

O ex-jogador de futebol Carlos Barros, o Carlão, campeão do Norte com o Rio Branco Futebol Clube, inaugura em fevereiro de 2019 uma escolinha de futebol. O campo de grama sintética Artur Soccer será a “sala de aula”. O funcionamento será pela manhã e tarde, com duas turmas em cada horário. Essas turmas serão separadas por idade de 7 a 11 anos, e de 12 a 15 anos. Haverá 30 vagas para cada turma e funcionará três dias na semana, as segundas, quartas e sextas. “Teremos um trabalho diferenciado de ensino das técnicas do futebol”, diz Carlão, que é pastor evangélico. Mais informações o contato com ele é através celular 99963- 1454.

Publicado em Blog

O deputado federal reeleito Alan Rick (DEM) reencontrou o ex-colega de partido Tião Bocalom (PSL) durante evento pró-Bolsonaro neste domingo, 21, em Rio Branco e, num abraço apertado e emocionado, lamentou a derrota dele para a “legenda”. O abraço entre os dois durou minutos e houve muita troca de elogios. Eles haviam arranhado o relacionamento lá atrás quando Alan tentou convence-lo a ficar no DEM, mas ontem foi tudo apagado. Bocalom conquistou mais de 20 mil votos, mas seu partido, o PSL, não alcançou legenda e ele acabou sem mandato. “Mas a partir da próxima eleição isso vai acabar, Bocalom e injustiças como essa ocorrida com você serão corrigidas”, disse. Depois foram para o microfone pedir votos para Jair Bolsonaro diante de uma multidão incontável que se aglomerava no pátio da Havan.  

Publicado em Blog

O empresário Fernando Lage, dono da empresa Fronteira Industria de Alimentos, está em viagem pela Europa em busca de tecnologia para investir na criação de porco. A viagem foi absolutamente planejada e a principal passagem dele naquele continente será na Espanha, onde se tem notícias, segundo o empresário, de sistemas bem avançados na criação de suínos. “Havendo viabilidade, podemos investir no Acre”, disse ao Blog do Evandro Cordeiro, enquanto visita granjas na França. Amanhã vai para Portugal e depois Espanha. Lage está animado com os novos rumos que a política está tomando, ele que é um dos fundadores do Instituto Liberal, cuja doutrina é de mercado aberto, antagônico do que faz a esquerda quando está no poder, atrofiando economias mundo a fora.

Publicado em Blog

O almoço hoje na República do Líbano é pernil e porco e de cordeiro assados, além do já tradicional churrasco de boi e a marcante feijoada de todos os sábados. Corre lá. Cabeceira da ponte metálica, antigo mercado dos colonos. Ou então liga para o Rafael, sócio gerente, no célula 99997 4383.

Publicado em Blog

O líder do PRTB no Acre, Lyra Xapuri, candidato a deputado federal derrotado na última eleição, disse ao Blog do Evandro Cordeiro que se arrepende de ter apoiado o PT na disputa para o Governo. “Errei feio, amigo. Mas quem não erra¿”, afirmou. Lyra voltou a lida de locutor, mas nas horas vagas está nas ruas pedindo votos para Jair Bolsonaro presidente, cujo vice, general Mourão, é de seu partido, o PRTB. Lyra ainda faz uma observação: “O governo do Gladson vai ser modelo”.

Publicado em Blog

O deputado eleito José Bestene, presidente do PP, mesmo partido do governador eleito, Gladson Cameli, jogou um balde água bem gelada hoje cedo nos parlamentares mais apressadinhos que andam falando em eleição da mesa diretora. “É precipitação falar nesse assunto agora, meu irmão. Ainda tem o segundo turno para presidente, ainda tem Natal e Ano Novo”, diz ele. Bestene afirma que, até fevereiro, data limite para a realização da eleição que definirá a nova mesa diretora, ainda tem muita água para rolar. “Vamos esperar o governador Gladson definir as coisas, montar a estratégia para fazer o Estado voltar a crescer de novo e ai a gente pensa em eleição da Assembleia. Fora isso o que falarem será mera especulação”, diz Bestene, experiente no assunto por uma razão elementar: já foi até presidente daquela casa nos anos 1990, quando fez uma gestão marcante.

Publicado em Blog
Página 1 de 9