Itens filtrados por data: Julho 2017

O narrador esportivo Deise Leite é o último de uma geração de radialistas da época do ouro do rádio acreano. Quando ele está na cabine do rádio contando em tempo real o desenrolar do jogo de futebol, é a voz do equilíbrio. Precisa falar alto, mas suave; precisa ser rápido, mas explicativo. Mas ele faz com maestria. De próprio punho, vai contar ai na frente, em poucas linhas, para não perder o costume, sua trajetória como profissional da imprensa acreana. Conheça o Deise:

“Olá, amigos do Blog do Evandro Cordeiro, aqui quem escreve é o Deise Leite. Você sabe quem sou eu? Alguns sabem, outros não. Eu sou historiador e jornalista, formado pela Ufac, Especialista em Assessoria de Comunicação pelo Iesacre e, é claro, radialista esportivo mais conhecido pelas narrações que faço há tantos anos nas ondas do Rádio e algumas vezes da TV. Sou casado com a Sulany Vidal e tenho um filho, o Luiz Gustavo.

Conheço o blogueiro e jornalista Evandro Cordeiro desde a época do Instituto de Educação Lourenço Filho, hoje Heloisa Mourão Marques, bem na subida da ladeira do Bola Preta, onde estudamos juntos todo o primeiro grau. Era o nosso “Tuchê”.

Depois voltamos a conviver como estagiários na década de 1990 na Rádio Difusora Acreana sob a supervisão do jornalista Raimundo Fernandes, eu como narrador e o Evandro como repórter de pista, por lá ficamos alguns anos levando puxões de orelha do Eurico Filho, uma lenda do nosso rádio, mas aprendendo muito com ele e com outros profissionais. Depois eu fui para a rádio Alvorada e segui o meu caminho nas narrações, o Evandro foi para o Jornal O Rio Branco onde seguiu sua trajetória brilhante no jornalismo acreano.

Foi um prazer me apresentar aos leitores do Evandro através do Blog. Fiquem com Deus”

 

Publicado em Blog

A vice-prefeita de Rio Branco, Socorro Neri, é conhecida pela bagagem acadêmica. É professora da Ufac, onde é aproveitada em pró-reitorias há tempos. Mas é, também, a meiguice em pessoa e agora acrescentará em seu currículo a experiência política. Talvez por isso sabe como ninguém evitar polêmicas. Foi o que pareceu ao ser, insistentemente, convidada a dar entrevista ao Blog do Evandro Cordeiro. Foi questionada sobre a provável saída do prefeito Marcus Alexandre (PT) para disputar o Governo, sobre seu partido, o PSB, mas evasiva é pouco. A filha da ex-deputada federal Adelaide Neri evitou polemizar. Veja a entrevista:

Blog do Evandro Cordeiro – A senhora já está certa de que vai assumir a prefeitura de Rio Branco no início de 2018, para que o prefeito Marcus Alexandre (PT) vá disputar o Governo?

 Socorro Neri – sem resposta.

 

Blog do Evandro Cordeiro - O PSB, seu partido, acaba de passar por um conturbado processo de escolha da nova Executiva Municipal. Apesar de ser nova na sigla, a senhora tem sido tratada como liderança?

 Socorro Neri - Há um equívoco. O PSB não elegeu uma nova Executiva Municipal. A eleição foi adiada e a direção atual, cujo mandato tem vigência até maio de 2018, permanece.

 

Blog do Evandro Cordeiro – O Blog tem informações segundo as quais a senhora se comporta de forma muito discreta dentro do partido e que “não pede nada para ninguém”. A senhora confirma?

 Socorro Neri - Tenho um excelente relacionamento com as lideranças, dirigentes e militantes do PSB. Excelente, pois é baseado no respeito mútuo e na afinidade de conduta e ideias.

 

 

Publicado em Blog
Terça, 22 Agosto 2017 12:10

Reporter Beija empresário do turismo

Publicado em Blog

Terminou agora há pouco uma reunião entre dirigentes de partidos da oposição. O encontro aconteceu na sede do PP, partido do senador Gladson Cameli. Segundo participantes, várias pautas foram discutidas, mas duas delas foram as mais curiosas: a contagem do número de aliados em torno a pré-candidatura de Gladson ao governo, que já são 14, e a discussão sobre quem será seu vice, procrastinada para 2018. "Decidimos que não se fala mais nesse assunto esse ano. Só no início de 2018", disse o ex deputado José Bestene, presidente estadual do PP.

Publicado em Blog

 

O advogado Sanderson Moura finalmente decidiu: vai disputar uma eleição. E vai ser a do ano que vem e é logo para o Senado da República. O anúncio é resposta de pergunta feita a ele há pelos menos 15 anos, desde quando a oposição sonhou com uma candidatura dele até a governador, naquela época. Sanderson disse o seguinte, então: “Deixa eu ficar mais experimentado na vida”. E ficou. Virou um exímio advogado e o sucesso como criminalista até apagou sua vitoriosa carreia no movimento estudantil. O Blog entrevistou ele. Veja a seguir:

Blog do Evandro Cordeiro – Está decidida sua candidatura?

Sanderson Moura - Minha candidatura é algo irreversível. Os próprios institutos de pesquisa já não a ignoram mais. Nem mesmo as enquetes em redes sociais.

Blog do Evandro Cordeiro – Por qual partido o senhor disputará?

 

Sanderson Moura - Minha candidatura foi aprovada pelo PTC estadual. Estamos fazendo os derradeiros encaminhamentos.

Blog do Evandro Cordeiro – O senhor está decidido a disputar o Senado? O senhor sabe que enfrentará três raposas velhas – Jorge Viana (PT), Sérgio Petecão (PSD) e Márcio Bittar (PMDB) –, que têm partido e estrutura. Não seria melhor ir para federal?

 

Sanderson Moura - Isso que eles tem eu não tenho: muito dinheiro e partidos grandes.  Mas tenho muito mais coisas que ele não tem, e que vale muito mais do que eles tem. O povo anda cansado desses nomes antigos. O povo quer algo novo, que represente uma nova política, um novo tempo, uma política pós-lava jato, que seja expressão de um momento mais ético e de qualidade. Minha candidatura  está mais próxima do que o povo quer, de seus anseios, de sua vontade de ver algo realmente novo. Eles representam o que o povo não quer mais. O povo está cansado tanto da situação quanto dessa oposição que estar aí. Acredito num momento radicalmente novo em 2018. Minha candidatura tem apelo social e político. Eles sabem disso. E farão de tudo para ela ser inviabilizada porque sabem se eu entrar as chances de ser alternativa de voto é muito grande. Precisamos qualificar mais esse debate e nossos representantes no Senado.

 

Publicado em Blog

 

O governador Tião Viana (PT) se mostrou absolutamente perdido para resolver o problema dos caçambeiros, porque diz ao povo pela imprensa que o Acre não sofre crise financeira nenhuma em virtude de ser ele um grande administrador, mas na realidade não tem conseguido pagar as contas do Estado desde muito tempo. A opinião é do advogado Maurício Hohenberg, um ex-Juiz Eleitoral crítico político ácido. “Acabou tendo que recuar em relação aos caçambeiros, porque é um preso político de seus próprios conchavos”, afirma o causídico.

 

Publicado em Blog

 

Um deputado estadual de oposição disse agora há pouco ao Blog que “não jogará uma saliva fora para defender os caçambeiros”, com mais de R$ 6 milhões para receber do governo. E explicou: “Eu vou entrar numa briga dessa e quando for ano que vem eles estarão no mesmo palanque com o Marcus Alexandre (PT). Vou nada! Eles que são da mesma laia que se entendam”, afirmou. E questionou: “Tu não vai publicar isso não, né?”. Já publiquei, mas não vou citar o nome do parlamentar.   

 

Publicado em Blog

 

Henrique Afonso e Pedro Longo devem formar a poderosa dobradinha para deputado federal e estadual, respectivamente, no PV. Pedro vem do PSL, que foi negociado em Brasília e está indo para a oposição. Preferiu ficar e manter-se leal ao governo. Henrique vem de uma passagem pela oposição, onde chegou a praguejar o PT. Mas está de volta, convencido que foi pelo próprio Pedro Longo. “Vai ser uma dobradinha muito forte”, aposta o ex-dirigente do PSL, Marcus de Bastus.

 

Publicado em Blog

 

Parecia impossível a ex-primeira-dama do Estado, Beth Cameli, entrar numa disputa política. Parecia. O Blog apurou que falta muito pouco para ela dar a palavra final ao convite feito pelo senador Sérgio Petecão (PSD) para que ela seja sua primeira-suplente. “Tem 70% de chance de ela aceitar”, disse um parente dos Cameli que pediu anonimato. E mais: dona Beatriz, que é viúva do ex-governador Orleir Cameli, estaria praticamente decidida por uma razão: teria ouvido um pedido do sobrinho, o senador Gladson Cameli (PP). “Ela, como o tio, sempre adoraram o Gladson. Ele sempre foi o predileto do Orleir”, disse o parente.     

 

Publicado em Blog

Segundo constatação de pesquisa realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Acre (Fecomércio/AC), por meio do Instituto Fecomércio de Pesquisas Empresariais do Acre (Ifepac), no último mês de março, o endividamento médio do riobranquense – ou seja, a quantidade de pessoas com dívidas a vencer em seis meses – era de 94%.

O estudo aponta um crescimento de 4,2% no endividamento da população na capital acreana entre os meses de março e agosto.

Para o levantamento, 353 consumidores da capital acreana foram consultados entre os últimos dias 7 e 11, e foram questionados a respeito da capacidade de consumo no mercado local. 

Além disso, em março, 40% dos consumidores, segundo o Ifepac, tinham nome inscrito no Serasa. A situação, porém, melhorou no mês de agosto, de modo que o percentual caiu para 32%. O destaque favorável à situação de crédito da população local, para a Fecomércio/AC, se deve aos saques das contas inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), utilizado, segundo suposição da instituição, para o pagamento de dívidas pendentes.

Com informações da FECOMÉRCIO/AC

Publicado em Blog