Itens filtrados por data: Maio 2017
Terça, 27 Junho 2017 09:17

PTC em novas mãos

O PTC já não é mais da ex-deputada federal Antônia Lúcia, debaixo de sovaco de quem ficou por quase uma década. A sigla foi repassada para dois jovens de família tradicional da política acreana: Júnior Santiago e Fagner Calegário. Os dois juntaram em torno da sigla um bocado de amigos da idade deles e garantem: vão fazer um bloco importante para se somar à oposição. “Daqui sai um deputado estadual, com certeza, e até um federal, se brincar”, afirma Júnior, que é filho do ex-deputado Ronivon Santiago. Pelo DNA, melhor não duvidar das promessas do garoto.   

Publicado em Blog

Há um mês o deputado federal Moisés Diniz (PCdoB) pediu ao Ministério da Justiça que a Polícia Federal investigasse o jogo Baleia Azul. À época alguns internautas fizeram chacota, dizendo que havia coisas mais importantes para o parlamentar fazer. Agora a principal televisão do Brasil passa a tratar o assunto em horário nobre, inclusive na novela “A força do querer”. Moisés estava feliz ontem pelos corredores do congresso, depois de ser parabenizado por ter dado importância lá atrás a um assunto preocupante.  

 

Publicado em Blog

Como era esperado, nem mesmo o secretário de Saúde, Gemil Júnior, prestigiou a agenda do ministro da Saúde, Ricardo Barros, nesta segunda-feira, no Acre, mesmo ele tendo como um dos objetivos reparar as obras inacabadas da saúde. O motivo do boicote não foi outro senão ciúmes do senador Gladson Cameli (PP), mentor da vinda do ministro. Pior ainda: é Gladson quem está pedindo a liberação de recursos para a conclusão de obras como a do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb).

Publicado em Blog

Ao se reeleger nesta segunda-feira, 26, para a presidência da Associação dos Militares do Estado, o sargento Joelson Dias derrotou não apenas o Major Cristino, do Corpo de Bombeiros, mas forças do governo colocadas à disposição durante a campanha. A diferença foi marcante: 1.130 a 291. Pela primeira vez os militares de todo o estado tiveram oportunidade de votar. Com a vitória, o nome de Joelson começa a figurar na lista dos próximos candidatos que representariam a Polícia Militar. Nos Bombeiros, o Major Cristino deverá ser o nome.

 

Publicado em Blog

Depois de uma temporada sem eleger ninguém – o último foi o senador Sérgio Petecão - o PMN deverá participar das eleições de 2018 com chapa competitiva. A presidente Valdete Souza tem pretensões, inclusive, de lançar ao menos dois candidatos a deputado federal. Há cerca de uma década o partido figurou com até três deputados estaduais, entre eles Luiz Tchê, Roberto Filho e Petecão. “A gente pode eleger deputados desta vez, mas espero que a forma de fazer política tenha mudado, porque não temos fundo partidário”, diz a presidente Valdete.

Publicado em Blog

Na madrugada desta segunda-feira (26) a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Cidade do Povo foi “cercada” pelo crime organizado. De repente um clima de terror tomou de conta, segundo Francinete Barros, secretária-geral do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado do Acre (Sintesac).

“Ele trouxe a informação que um dos bandos que domina a cidade estava preparando para fazer um arrastão na UPA para roubar quem estivesse por lá, inclusive servidores e pacientes”, afirmou a sindicalista.

Essa é a segurança do Acre, comandada pelo delegado Emilson Farias, um dos pretendentes a disputar o governo pelo PT.

Publicado em Blog

O deputado federal Alan Rick, xodó novo da oposição, declarou há instantes que passa distante de seu grupo qualquer iniciativa cujo objetivo seja de criar racha nas hostes que irão enfrentar o PT em 2018. “Não vim para dividir, vim para somar”, assegura. Ponderado, Alan acha que todos os partidos têm direito de apresentar seus nomes, mas evita confrontar o nome da oposição devidamente massificado, o de Gladson Cameli (PP): “Não lancei meu nome. Alguns grupos é que têm levantado isso, mas reafirmo que vim para somar”.

Alan Rick acha que a oposição tem que mostrar o projeto de governo e que, no que for possível, vai lutar pela unidade. “Esse é meu discurso. Temos que buscar a unidade”, finaliza. 

Publicado em Blog

O senador Gladson Cameli (PP), pré-candidato a governador do Acre, disse agora há pouco ao Blog que não tem a menor chance de ele desistir da disputa pelo governo. Ele rebate boatos das redes sociais alimentados pelo PT, insinuando sua desistência pelo fato de o DEM estar anunciando uma candidatura alternativa com Tião Bocalom. Veja trechos da entrevista:

Blog – Senador, existe possibilidade de o senhor desistir da candidatura a governador?

Gladson Cameli – Jamais, Evandro. Vou ser governador do Acre, se Deus quiser, numa vitória linda resultado da união de toda a oposição. E digo mais: não estou preocupado com o surgimento de candidaturas dentro do grupo da oposição. Os partidos têm todo o direito de lançar seus nomes. Esse é um jogo legal e normal.

Blog – E a possibilidade de seu nome surgir na Lava-Jato?

Gladson Cameli – Isso não existe. Lava-Jato não tira meu sono. Estou preocupado é com o desenvolvimento do Acre. Com o futuro melhor das pessoas.

Blog – O senhor se arrepende de ter assumido a paternidade da reconstrução da BR-364?

Gladson Cameli – Pelo contrário. Estou feliz de ter tido essa coragem. Eu sou legislador. Eu precisava entrar na causa. Se eu não entro, quem ia pagar o pato era o povo, irmão. Abracei a causa e vou até o fim. Vamos fazer essa primeira etapa, depois a segunda. Até o final do ano vamos licitar a reconstrução.

Publicado em Blog

Esses dias o ex-prefeito Celso Ribeiro recebeu em sua empresa, um frigorífico que gera mais de 30 empregos, a visita do atual prefeito do Quinari, André Maia (PSD). Ex-adversários políticos, mesmo quando apoiavam o PT, os dois estão, digamos, do mesmo lado, agora, uma vez que Ribeiro não apoia mais a Frente Popular e Maia agora é de uma sigla da oposição. “O Celso é um empresário, importante para nosso município, gera empregos”, afirmou Maia. Celso Ribeiro agradeceu a visita e disse que fará de tudo para continuar ajudando o Quinari gerando emprego e renda, nunca mais como político. “Não tenho nenhuma pretensão política”, disse ao Blog do Evandro.   

 

Publicado em Blog

Líder jovem da oposição, o agente do Iapen Renê Fontes foi duro ao responder o ex-presidente da JPT, Ieve Terranova, que deu declarações ao Blog do Evandro, desdenhando da juventude da oposição. “Eles, os tais jovens do PT, fazem política com o dinheiro do povo. Estão folgados, gordos, sentados sobre os cofres estatais”, afirmou Fontes ao Blog.

E acrescentou o Renê: “Esse discurso do PT é velho, surrado. Na verdade eles estão metendo a cara de novo porque as eleições se aproximam e eles estão morrendo de medo de perder a boquinha”, se referindo às declarações de Terranova, que chamou a oposição de “desorganizada” e “burra”.

Não apenas Renê reagiu à fala do Ieve. O vereador Roberto Duarte (PMDB), o PP Jovem e outros garotos ligados à oposição sem vínculos com partidos “arrancaram o couro” do petista Terranova, alguns pelas redes sociais.

Por fim: Terranova disse o que quis, ouviu alguma coisa que não queria.

Publicado em Blog

BANNER PP P