Itens filtrados por data: Novembro 2017

Depois de cumprir agenda bem corrida essa semana em Brasília, o superintendente do Ministério da Agricultura no Acre, advogado Luziel Carvalho, foi convidado para um jantar na casa do presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB). Lá se encontrou com o presidente da República, Michel Temer, com quem conversou rapidamente, mas suficiente para responder ao “chefe” sobre a pecuária na região. Diz Luziel que o presidente tem boas notícias do rebanho local, passadas pelo ministro da Agricultura, Blairo Maggi. Luziel esteva acompanhado com parte da bancada acreana.

Publicado em Blog

Quando explana sobre liberalismo a grandes, médios e pequenos empreendedores o empresário e pré-candidato ao Senado, Fernando Lage (ainda sem partido definido), está chamando a atenção por onde passa. No último final de semana ele falou para um numeroso público que participava de uma atividade do Sebrae em Brasileia e Epitaciolândia, municíopios situados na região do Alto Acre. “As pessoas estão começando a entender o liberalismo como alternativa para se livrar das garras da esquerda, que prefere inchar o governo e fechar o mercado. Tem que acontecer ao contrário. Ai, sim, teremos crescimento. Estou satisfeito com a aceitação das pessoas a nossa mensagem”, diz o empresário.  

Publicado em Blog

O secretário de Planejamento da prefeitura de Senador Guiomard (Quinari), Manoel Lima, disse essa semana que seu município precisa reconhecer o esforço do senador Sérgio Petecão (PSD) em favor da cidade e do homem do campo da região. “Ele simplesmente dedicou boa parte do mandato ao nosso município e nós, moradores do Quinari, precisamos reconhecer isso” afirma. Lima cuida de uma das pastas que contabiliza o trabalho da bancada federal em prol do município e, segundo ele, o senador Petecão é destaque absoluto em favor do Quinari. “Da bancada atual ninguém se aproxima dele em número de emendas além de outras conquistas dele em nosso favor. Por isso que digo temos que reconhecer isso nas urnas”, assegura.

Publicado em Blog

O comandante do 4° Batalhão de Infantaria de Selva, coronel de infantaria Wellington Valone Barbosa, é Cidadão Acreano desde esta quarta-feira, 13, ao receber o título da Assembleia Legislativa, durante sessão solene. Comandante no Acre desde abril de 2016, o oficial não é um novato na região. Quando ainda era tenente, em 1993, comandou o destacamento de fronteira em Assis Brasil, município 360 km distante da capital, localizado na fronteira com o Peru.

Valone é nascido em 6 de maio de 1970, na cidade de Recife - Pernambuco, filho de Francisco Correia Barbosa e Benice Ferreira Barbosa. É casado com Patrícia Janaina Ferreira Barbosa, com quem teve dois filhos. Incorporou às fileiras do Exército em 18 de fevereiro de 1989, na Academia Militar das Agulhas Negras, sediada em Resende - Rio de Janeiro. Foi declarado aspirante à oficial da arma de Infantaria em 28 de novembro de 1992.

O título de Cidadão Acreano é uma honraria distribuída pelo Poder Legislativo do Acre a pessoas que se destacam em suas áreas de atuação e que não nasceram no Estado. O ato de entrega da comenda é sempre em dezembro, nas proximidades do Natal.

Publicado em Blog

A deputada estadual Eliane Sinhasique (PMDB) lamentou profundamente o fato de o Governo ter promovido um aumento de apenas R$ 200 mil para o orçamento da Polícia Militar em 2018, conforme a LDO. “Justo a polícia ostensiva, que combate o crime de frente”, questionou a parlamentar. A rigor, em 20 anos de governo petista, a Assembleia Legislativa nunca sentiu o gostinho de modificar uma LDO. Numa ocasião o então deputado João Correia (PMDB), chateado com o agachamento do Legislativa, chegou a chamar a “casa do povo” de “Casa de licenciosidade”. Nenhuma legislatura, de Jorge Viana a Tião Viana, conseguiu ser independente. O governo aprova qualquer coisa que envia à casa. Não seria diferente em 2017.  

Publicado em Blog

O prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre (PT), deixou a cidade toda esburacada e sem nenhuma obra importante em andamento e, na manhã de sábado, 09, se mandou para Porto Acre, onde teria ido fazer campanha para o Governo. Alegando ir participar de um café da manhã no município vizinho, o prefeito acabou no meio de um suposto "comício" fora de época, daqueles sem tamanho, puxado pelos dois pré-candidatos ao Senado do PT, Nei Amorim e Jorge Viana.

Eles foram ciceroneados pelo prefeito da antiga Puerto Alonso, Bené Damasceno (PROS), um ex-oposicionista humilhado pelo PT, que mudou de lado, depois de amargar diversas derrotas. Após o comício o grupo ainda teria ido fazer visitas na região. Ninguém da oposição questionou o ato, aparentemente ilegal diante da Lei Eleitoral.

Publicado em Blog

O prefeito de Capixaba, Zé Augusto (PP), paga nesta terça-feira, 12, o décimo terceiro dos servidores. Mas essa não é a única notícia boa no município, distante da capital, Rio Branco, 72 km. Na última sexta-feira, 8, ele inaugurou a Unidade Básica de Saúde da Alcobrás. Duas promessas de campanha sendo cumpridas, segundo o prefeito. Melhor ainda: a UBS foi entregue com todo o equipamento básico, como gabinete odontológico, computadores, um veículo, além de macas e os ar-condicionados. A obra foi executada com recursos próprios, mas os equipamentos são resultado de emenda do deputado federal Flaviano Melo (PMDB). “Estamos felizes em levar tecnologia para a zona rural”, comemora o prefeito.       

Publicado em Blog

Os partidos Avante e Rede vão se juntar no Acre para disputar Governo e Senado. O grupo só não sabe ainda quem será o candidato a governador, mas as duas candidaturas ao Senado já estão resolvidas: pelo Rede, Minoru Kimpara, reitor da Ufac, e pelo Avante, o advogado Paulo Pedraza. O presidente do Avante, escrivão da Polícia Federal Franklin Abuquerque, deverá puxar a chapa de federal da aliança.

Publicado em Blog

O culto deste domingo, 10, na catedral da Igreja Batista do Bosque, foi atípico. O líder da igreja, pastor Agostinho Gonçalves, juntou as 12 gerações para celebrar o crescimento do trabalho em células em 2017. Foram mais de 900 batismos esse ano – e ainda falta batizar mais uma leva que participa, no momento, da Universidade da Vida. Para ministrar aos líderes e liderados a igreja trouxe de Brasília um papa do assunto, o pastor Anderson. A mensagem dele foi específica. Explorou o capítulo 2, a partir do versículo 17, do livro de Ester, trabalhando sobre três tópicos: ela não menosprezou o encontro com o Rei; ela se preparou; ela não se preocupou em agradar os de fora. O pastor Agostinho justifica o crescimento dando a Deus toda a honra. “Tem sacrifício, tem renúncia dos nossos líderes, muito jejum e oração, mas sobretudo tem a mão de Deus”, afirma. Só em 2017 foram cerca de mil novos batizados, todos discipulados e cuidados por líderes de células. “Ninguém fica sem cobertura, ninguém aceita a Jesus e vai para o esquecimento. Pelo contrário. Todo dia os novos batizados são tratados e cuidados”, diz o líder.

Publicado em Blog
Segunda, 11 Dezembro 2017 12:03

Beijoqueiro "ataca" Rogério Venceslau

Publicado em Blog