Comentário do relatório

Se Deus castigasse e mandasse fogo do céu pela afirmação que não teve influência política na decisão, será que ficaria chamuscado o sapato do pastor?